Dor Quotes

Quotes tagged as "dor" (showing 1-30 of 48)
Tadeusz Dołęga-Mostowicz
“Cel mai uimitor sentiment din câte cunosc e dorul.Omul are impresia că este total absorbit de realitatea înconjurătoare,acomodat cu mediul,preocupat de noile lui probleme.Și deodată o străfulgerare orbitoare:chipul cuiva,ochii cuiva,ochii și gura cuiva.Le simți cu un realism zguduitor și îți dai seama că tot ce te înconjoară este lipsit de importanță,indiferent,ba chiar dizgrațios.Dizgrațios tocmai de aceea că ne îndepărtează de acele mâini,de acea gură.Cunoști dumneata durerea de inimă,durerea aceea fizică ce ne sfâșie pieptul,scurt și violent?...”
Tadeusz Dołęga-Mostowicz, Znachor. Profesor Wilczur
tags: dor

Ion Druță
“Cum sînt ei, moldovenii, n-au apucat bine să iasă din sat, că oamenilor a şi început, în taină, să li se facă dor de casă. Aşa ni-e zodia, şi de cîte ori va fi să se schimbe vremea, de atîtea ori ne vor durea rădăcinile...”
Ion Druță, Frunze de dor

Max Blecher
“Toate zilele astea fără tine nu le-am trăit deloc.”
Max Blecher, Scarred Hearts

José Luís Peixoto
“Doía-me a vida, doía-me a vida que em ti se negava, a vida a gastar-te, ainda que a amasses, a vida a derrubar-te, ainda que a amasses.”
José Luís Peixoto, Morreste-me

Pepetela
“A dor faz-nos cruéis, A dor muito prolongada faz-nos cruéis e indiferentes à crueldade, o que é ainda pior.”
Pepetela, O Planalto e a Estepe

Victoria Aveyard
“Preciso resfriar o coração para a única pessoa capaz de fazê-lo arder.”
Victoria Aveyard

Nuno Camarneiro
“Somos tolos e sentimentais, temos arcas cheias de mágoas que não esquecemos e que abrimos a todo o momento para ver se ainda nos doem, e doem sempre. Descuramos o arquivo do bem que apesar de tudo nos vai acontecendo, somos tolos de lágrimas.”
Nuno Camarneiro, Debaixo de Algum Céu

“Am devenit poet, căutând un dor...”
Lavinia Elena Niculicea
tags: dor

Herta Müller
“Irene mai avea o banuiala: ca-si tinea in cap dorul de-acasa mic, facut ghem,ca nu cumva sa-l recunoasca. Ca atunci cand aparea, il reprima.Si ca, pentru a-si sufoca simturile,aseza pe ele cladiri intregi din gandurile ei.”
Herta Müller, Călătorie într-un picior

Patricia Morais
“Caminhei por entre as árvores gigantescas, a sentir o peso da minha pequenez. Por momentos senti-me aliviada; se o mundo era tão grande, não devia importar o que uma pessoa tão pequena como eu sentia, podia simplesmente deixar-me ir, largar tudo.”
Patricia Morais, Sombras

Passando pelas galerias do esgoto de cabeça pra baixo, de trás pra frente, ao contrário,
“Passando pelas galerias do esgoto de cabeça pra baixo, de trás pra frente, ao contrário, ao inverso, mas não; ao avesso, a entidade improcessável só podia ser convertida em enlouqueço, esqueço de mim e abandono a realidade do plausível, cordões umbilicais balançavam do teto e ao tocá-los agarraram a pobre criatura que me prometia dores incomensuráveis, drenando-a até restar apenas um saco seco de pele esturricada já sem sangue e com os órgãos semi-digeridos e já succionados para sabe demônios quais outros horrores ainda maiores.”
Filipe Russo, Asfixia

Meus músculos doíam uma dor a muito sonegada, recém lembrada e inesquecível; algo semelhante a
“Meus músculos doíam uma dor a muito sonegada, recém lembrada e inesquecível; algo semelhante a centenas de agulhas negras penetrando meus poros até os ossos, para só então começarem a girar em todas as direções perfurando-os até minha alma em chamas?”
Filipe Russo, Asfixia

Mia Couto
“A dor, afinal, é uma janela por onde amorte nos espreita.”
Mia Couto
tags: dor, morte

Mia Couto
“A dor é uma estrada: vocês anda por ela, no diante da sua lonjura, para chegar a um outro lado. E esse lado é uma parte de nós que não ocnhecemos. Eu, por exemplo, já viajei muito dentro de mim...”
Mia Couto, Estórias Abensonhadas
tags: dor

Patricia Morais
“Odiava a placitude das campas e o grasnar dos corvos. Até mesmo o vento parecia mais frio e sinistro nos cemitérios; transportava o desespero dos que partiam e a mágoa do que ficavam, ao mesmo tempo que murmurava aos ouvidos os milhares de sonhos quebrados e os dias roubados.”
Patricia Morais

A dor no estômago falou mais alto e sob seu cântico retumbante meu corpo se
“A dor no estômago falou mais alto e sob seu cântico retumbante meu corpo se ergueu membro a membro, todos içados pelo aperto da fome.”
Filipe Russo, Asfixia

Patricia Morais
“– Qual é o teu preferido o pôr-do-sol ou o nascer? – perguntou.
– O pôr-do-sol – respondi.
– O meu é o nascer-do-sol. Existe tanta promessa num novo dia, a esperança de que hoje será melhor que o dia de ontem.”
Patricia Morais, Sombras

Patricia Morais
“Para mim um novo dia apenas trazia mais dor, mais um dia que eu estava viva e eles não. Eu queria argumentar que ele estava errado, mas quem era eu para destruir a esperança de outros só porque não tinha nenhuma?”
Patricia Morais, Sombras

Não quero uma segunda chance, eu quero um ponto final; dor e alívio, dor e
“Não quero uma segunda chance, eu quero um ponto final; dor e alívio, dor e alívio, dor e alívio; mas nunca morte ou felicidade.”
Filipe Russo, Asfixia

Gonçalo M. Tavares
“Não se trata, pois, de uma ferida de guerra, exterior,
mas de uma amputação do que não é visível
e não ocupa espaço”
Gonçalo M. Tavares
tags: dor, morte

A dor pinça à memória a razão da dor.
“A dor pinça à memória a razão da dor.”
Filipe Russo, Asfixia

Às vezes eu driblo a dor, às vezes eu caio de nuca nela; dessa vez
“Às vezes eu driblo a dor, às vezes eu caio de nuca nela; dessa vez eu caí feio, para não me levantar nunca mais.”
Filipe Russo, Asfixia

Carol Rifka Brunt
“— O Finn nem parecia se importar de estar morrendo – comentei.
E era verdade. Finn estava calmo como sempre até a última vez em que o vi.
— Você não sabe? Esse é o segredo. Se você sempre garantir que é exatamente a pessoa que esperava ser, se sempre garantir que conhece apenas as melhores pessoas, então não vai se importar de morrer amanhã.
— Isso não faz nenhum sentindo. Se você fosse tão feliz, então iria querer ficar vivo, não iria? Iria querer ficar vivo para sempre, para continuar sendo feliz.
— Não, não. São as pessoas mais infelizes que querem ficar vivas, por que acham que não fizeram tudo o que querem fazer. Acham que não tiveram tempo suficiente. Acham que ganharam menos do que mereciam.”
Carol Rifka Brunt, Tell the Wolves I'm Home

Ana Claudia Antunes
“Seguir em frente nao significa se esquivar da verdade, mas, sim, buscar a felcidade apesar da dor latente.”
Ana Claudia Antunes, O Diario Real

José Luís Peixoto
“A minha mãe pousou a mão sobre a minha. Sentir a sua mão nas costas da minha mão, o peso e o calor da sua mão, foi sentir que também eu gostava muito dela. Levantei a cabeça para a olhar e, nesse momento, sentimos tanta vontade de nos abraçarmos, porque soubemos mesmo que éramos duas pessoas a ser a mesma pessoa, porque soubemos que a beleza do amor que sentíamos, o afecto, era sentido exactamente da mesma maneira, com as mesmas formas, pelo outro. A minha mãe e eu sentíamos exactamente a mesma coisa quando nos olhámos a ser mãe e filho. E eu, como se descobrisse, senti toda força infinita do amor, que nunca muda, do amor que permanece igual depois de anos e anos.”
José Luís Peixoto, Uma Casa na Escuridão

Ben Oliveira
“Há momentos em que precisamos fazer escolhas, não importa se a julgamos corretas ou não. O depois pode ser tarde demais e tudo o que resta é a dor.”
Ben Oliveira, Escrita Maldita

R.C. Vicente
“Baixou-se cuidadosamente e beijou-lhe primeiro os olhos, depois a testa e, por fim, os lábios. Demorou-se naquele último beijo como se com ele lhe pudesse devolver a vida.”
R.C. Vicente, O Ressurgir dos Eternos Titãs

Patricia Morais
“Um coração partido é uma das piores dores que os humanos são capazes de experienciar. É como se conseguíssemos ultrapassar qualquer tipo de dor até chegarmos a essa, a que tem o poder de nos destruir. Às vezes invejo aqueles que nunca sentiram amor.”
Patricia Morais, Chamas

Patricia Morais
“A dor é necessária quando te ajuda a apreciar a felicidade.”
Patricia Morais, Chamas

Chico Buarque
“Esse silêncio todo me atordoa
Atordoado, eu permaneço atento”
Chico Buarque

« previous 1