Caminho Quotes

Quotes tagged as "caminho" (showing 1-10 of 10)
José Saramago
“Somos cada vez mais, os defeitos que temos, não as qualidades”
José Saramago, A Viagem do Elefante

Filipe Russo
“Quantas vezes troquei de pele? Quantos exoesqueletos abandonei pelo caminho? Quantos clones siameses de mim em mim eu sacrifiquei em nome de minha sobrevivência?! Eu durmo com fantasmas e acordo com sombras, o que aconteceu volta em frases ou pesadelos.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“Tu deixas um rastro na escuridão para eu poder te encontrar, pelo qual eu me embrenho adivinhando o caminho através do gosto, do teu gosto que ficou no meu corpo.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Fyodor Dostoyevsky
“É indiscutível que o homem gosta muito de construir e traçar caminhos; mas como acontece então que ele ame tão apaixonadamente a destruição e o caos?”
Fyodor Dostoyevsky, Notes from Underground, White Nights, The Dream of a Ridiculous Man, and Selections from The House of the Dead

José Luís Peixoto
“O tempo apenas não existe quando o recusamos, quando não o sentimos, quando não fazemos nada com ele, quando não tentamos entendê-lo.”
José Luís Peixoto, O Caminho Imperfeito

A rua se afunilava até perder-se de vista numa curva íngreme rumo às profundezas proféticas
“A rua se afunilava até perder-se de vista numa curva íngreme rumo às profundezas proféticas onde a luz diurna já não abria caminho.”
Filipe Russo, Asfixia

Ana Claudia Antunes
“O amor verdadeiro sempre encontra caminho
De espalhar a esperança em qualquer ninho.”
Ana Claudia Antunes, Pierrot & Columbina

“O caminho pro inferno está repleto de coisas boas”
Days Anime

Ana Claudia Antunes
“A vida continua me atirando pedras pelo caminho.
E eu sempre acho um diamante brilhando sozinho.”
Ana Claudia Antunes, Felicidade de A A Z"-"Dicas Para Viver E Romper as Barreiras Que Separam Voce Do Emprego DOS Seus Sonhos

Diego Guerra
Sangue se paga com sangue. Fogo se paga com fogo. A coragem é o único caminho. O medo o único pecado. Levante-se e lute, seu desgraçado.
Diego Guerra, O Teatro da Ira