Despedida Quotes

Quotes tagged as "despedida" (showing 1-14 of 14)
Mario Vargas Llosa
“Pueden ustedes reírse de mí, cuando les dé la espalda.”
Mario Vargas Llosa, El Paraíso en la otra esquina

Mia Couto
“Só tem viagem quem recebe adeuses.”
Mia Couto, O Outro Pé da Sereia

“Morremos um pouco todos os dias, e todos os dias devemos procurar um final bonito antes de partir.”
Martha Medeiros, Doidas e Santas

T.H. White
“Hemos pasado muy buenos momentos, mientras erais jovenes, pero está en la propia naturaleza del Tiempo, el tener que marcharse un día.”
T.H. White, The Sword in the Stone

Charles Dickens
“E, assim como as neblinas da manhã haviam se dissipado, quando, há muito tempo, eu deixara a ferraria, as neblinas da noite dissipavam-se agora, e em toda a vasta expansão iluminada que me deixavam avistar, não vi a sombra de uma nova despedida de Estella.”
Charles Dickens, Great Expectations

Charles Dickens
“Está feliz por se despedir de novo, Estella? Pois, para mim, as despedidas são uma coisa dolorosa. Para mim, a lembrança de nossa última despedida será sempre dolorosa.”
Charles Dickens, Great Expectations

Mario Benedetti
“Se despidieron y en el adiós ya estaba la bienvenida”
Mario Benedetti

Javier Tinajero  Rodríguez
“Con puño y letra hay que escribir, incluso, la despedida: así de breve, así de grave, así de repentina, como la vida.”
Javier Tinajero Rodríguez, El tiempo rueda

Victoria Aveyard
“— Para você — Gisa diz, estendendo a mão boa, de onde pende um retalho de seda preta. O tecido é frio e escorregadio. — De antes. Flores vermelhas e douradas enfeitam o pano, bordadas com uma habilidade de mestre.
— Eu lembro — murmuro, correndo o dedo sobre a perfeição impossível. Ela bordou isto há muito tempo, uma noite antes de o agente quebrar sua mão. Está inacabado, assim como o antigo destino dela. Assim como Shade. Trêmula, amarro o tecido no punho.
— Obrigada, Gisa. — Enfio a mão no bolso e digo: — Também tenho uma coisa para você, minha garota.
Uma bijuteria barata. O brinco solitário combina com o mar de inverno ao nosso redor. Ela perde o fôlego ao segurá-lo. As lágrimas logo vêm, mas não posso vê-las”
Victoria Aveyard, Glass Sword

Nathalia Tórtora
“Pero el tiempo no se detuvo. Y poco después de la medianoche, cada uno debió regresar a su hogar.
Se despidieron con la última sombra de sus sonrisas que se desvanecería tan pronto como se separasen en la esquina del café.”
Nathalia Tórtora, Game Over

Ignacio Novo
“Cuando la presencia de alguien ya no mejora tu vida, sino que la complica, te detiene o te deprime, es el momento de alejarse. Entiéndelo.”
Ignacio Novo

Soley Aragonés Rieke
“—No lo hagas, Elisa. Cometerás un gran error. Si te marchas, junto a él no serás nadie.
—Y nadie quiero ser... —aquella fue mi despedida.”
Soley Aragonés Rieke, La maldición del tiempo

Fernando Pessoa
“Adeus, Ophelinha. Durma e coma, e não perca gramas.”
Fernando Pessoa, Minha Mulher, a Solidão

Anna K. Franco
“Cuando alguien muere, la gente parece amarlo más que nunca. Todo lo malo que hizo, lo errores que cometió, las injusticias que perpetró, todo eso se olvida. Después de que morimos, todos somos buenas personas, y los vivos fingen estar compungidos. Apenas unos pocos sienten de verdad tu falta. El resto solo aparece como si de pronto necesitáramos su presencia mientras que, antes, ellos se habían evaporado.”
Anna K. Franco, Brillarás