Carne Quotes

Quotes tagged as "carne" (showing 1-12 of 12)
André Breton
“El abrazo poético, como el abrazo carnal, mientras dura, prohíbe toda caída en la miseria del mundo.”
André Breton

Fernando Namora
“- Estamos num mundo de mortos, Vasco. Mortos a que se deu corda e fingem de vivos até que a corda pare. Mas esvaziados,secos, decompostos por dentro. Que ao menos a carne viva. Será por isso que tantos procuram a festa dos sentidos?”
Fernando Namora, Os Clandestinos

Filipe Russo
“Em geral evito o embate ao máximo mas de vez em quando uma pitada picante de vingança acende a mente, revigora a carne; dá água na boca.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“Você desencarcera-se da carne vertendo-te da pele em calor e através de ti eu, metal de memória assumo o tempo perdido, prometido e sim.
Você desemaranha-se das entranhas vertendo-te da boca aos ouvidos em música e através de ti eu, anfiteatro de sombras estreio o tempo perdido, prometido e sim.
Você se desprende do corpo vertendo-te pelos poros em perfume e através de ti eu, abelha operária teço o tempo perdido, prometido e sim.
Você se descola da parede celular vertendo-te às bochechas em tempero e através de ti eu, devorador de mundos saboreio o tempo perdido, prometido e sim.
Você se desencana do condicionamento te atravessando até mim por entre visões e através de ti eu, visionário das eternidades cegas contemplo o espaço descoberto, realizado e nu e não!”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“No uivo da tua carne eu ouço o da minha.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“Eu quero deletar a tua carne e te executar em mim.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“Desencarcero-te da carne num esfarelamento infinito.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“A tanto tempo trancado no armário, encarcerado na carne; enfim verbalizo-me dos lábios até teu ouvido atento.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“Você desencarcera-se da carne vertendo-te no hálito que eu devoro de beijo em beijo por entre línguas e mordidas.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

David Toscana
“Amemos la carne porque mañana será carroña.”
David Toscana, Los Puentes De Königsberg
tags: carne

Eu precisava de sustância pensei ao admirar o vir e ir dos transeuntes encarcerados à
“Eu precisava de sustância pensei ao admirar o vir e ir dos transeuntes encarcerados à carne de suas vidas endividadas para com um íntimo já esmagado por forças perversas, anônimas e tão presentes quanto o calor à pele e o frio aos ossos.”
Filipe Russo, Asfixia

William Shakespeare
“Si los dos somos uno, y me haces trampas, yo digiero el veneno de tu carne, haciéndome ramera por contagio.”
William Shakespeare, The Comedy of Errors