Deuses Quotes

Quotes tagged as "deuses" (showing 1-8 of 8)
Bernard Cornwell
“Mas quando você tem ordem, você não precisa dos Deuses. Quando tudo está bem ordenado e disciplinado, nada é inesperado. Se você entende tudo, não resta espaço para a magia. Só quando está perdido, apavorado e no escuro é que você chama os Deuses, e eles gostam de ser chamados. Isso os torna poderosos, e é por isso que gostam de que vivamos no caos.”
Bernard Cornwell, Enemy of God

Os deuses e apocalipses vieram e foram, mas eu permaneci; crestado à terra, estatelado entre
“Os deuses e apocalipses vieram e foram, mas eu permaneci; crestado à terra, estatelado entre estalactites.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Filipe Russo
“Inventa-se deuses para se endeusar.”
Filipe Russo, Caro Jovem Adulto

Michel Onfray
“Os homens só revestem os deuses com as qualidades que lhes cabem.”
Michel Onfray, L'art de jouir

Oscar Wilde
“quando os deuses querem nos castigar atendem aos nossos pedidos.”
Oscar Wilde, An Ideal Husband

Bernard Cornwell
“Dizem que este Deus (deus cristão) é do perdão. Melhor ofender um desses do que qualquer outro.”
Bernard Cornwell, The Winter King: A Novel of Arthur

Diego Guerra
“Nós chegamos a esse mundo chorando e chutando, sujos de sangue e cobertos de cólera. Somos uma violência que se pacifica com a idade e que morre engasgada na própria culpa. Os deuses nos assistem com ódio e pena.”
Diego Guerra, O Gigante da Guerra

João Tordo
“Porque nos fazem isto?, lamentou-se. Porque tratam os homens desta maneira? Porque temos de sofrer enquanto eles se deliciam com os repastos da eternidade? Porque somos tão frágeis, tão incapazes? Porque invejamos o que os outros têm e desprezamos aquilo que temos, porque sabemos o valor das coisas apenas quando elas nos são arrancadas das mãos, porque temos fome e sede, porque somos tão pequenos e há um universo tão grande que parece fazer troça de nós? Olha para mim, hachidori, sou o fim de qualquer coisa que já nasceu enviesada, todo eu sou dor e ausência, todo eu sou escassez, não há nada em mim que faça lembrar os deuses, nenhuma semelhança, porque se importam eles connosco, o que querem de nós?”
João Tordo, Ensina-me a Voar Sobre os Telhados