Diz-me o que lês, dir-te-ei quem és discussion

The Help
This topic is about The Help
16 views
Leituras Conjuntas > 7ª Leitura Conjunta - 3ª Fase

Comments Showing 1-5 of 5 (5 new)    post a comment »
dateDown arrow    newest »

Landslide | 71 comments Foi preciso a desgraça que aconteceu à Yule May para que outras criadas quisessem contar as suas histórias. Finalmente temos alguns excertos das suas histórias, mas ainda assim gostava de ler mais sobre as mesmas.

A Hilly revela a víbora que já se adivinhava ser. Pobre Skeeter, abandonada por aquelas que considerava suas amigas e sem poder assumir as verdadeiras amigas que tem, Aibileen e Minny. E o Stuart... por um lado foi um estúpido, a enganar a Skeeter daquela maneira, mas por outro teve a coragem de não prolongar a situação e não a continuar a enganar. Mas deixou-a só e desamparada na altura em que ela mais precisava dele.

Tenho pena que a autora não nos dê indicação de como a mãe da Skeeter está a lidar com o seu novo estatuto de proscrita social. Mesmo doente, não acredito que não tenha percebido que as coisas estão diferentes...

A Celia é uma figura! Vá lá, ninguém é assim tão ingénuo... É mesmo clueless a Celia. Mas ficamos a perceber melhor o porquê das suas atitudes. E a forma como defende a Minny do tarado branco até me fez perdoar-lhe todas as suas tontices.

E pronto, parámos mesmo no potencial ponto de viragem, a Beneficência. Será que a Celia vai falar demais e contar o que não devia à Hilly? E será que o segredo de Skeeter e das criadas será descoberto? E o livro chegará a ser publicado? Enfim, estou curiosa para ver como tudo terminará. :)


message 2: by Bárbara (last edited Jun 04, 2012 05:49AM) (new) - rated it 5 stars

Bárbara | 43 comments Boas e más notícias em casa da Skeeter. A mãe cada vez mais doente, o pai defensor dos negros e muito protector em relação aos seus. Pena que não tenha podido proteger a Constantine da sua própria mulher. Espero que na última fase venhamos a saber notícias da Contantine. Talvez a própria mãe da Skeeter lhe confesse o que fez.
Pena que o Stuart tenha acabado com ela logo quando o futuro sogro deu a entender ser um homem justo.

Terrível o que aconteceu À Yule May, mas pelo menos desencadeou a reacção de várias outras criadas. Fiquei agradavelmente surpreendida com algumas histórias bonitas que algumas criadas contam sobre os seus patrões.

E agradavelmente surpreendida por saber que a Lou Anne Templeton também é boa para a sua Louvenia. Espero que a Skeeter se torne mais amiga dela e da Celia.

Coitada da Celia, quase morreu e não consegue ter um filho. A Celia realmente é boa e não vê barreiras entre ela e os negros, já tinha mostrado isso. Mas é tão inadaptada. Até eu me sinto constrangida por ela e pelo Johnny chegado o dia da beneficiência. Pena que a Minny ainda veja as barreiras e não lhe diga o que pensa dos exageros, porque ela seria a pessoa ideal para dizer à Célia o que ela precisa de ouvir e ajudá-la a encontrar o meio termo: nem pé descalço nem estrela de Hollywood. Ela ainda lhe tentou dizer da Hilly, mas não foi suficiente veemente.

A Minny que costuma ser tão destravada. Espero que ela ganhe coragem e dê uma coça ao Leroy, se ele tornar a levantar a mão para ela.
Será que chegaremos a saber qual foi a coisa terrivelmente feia que ela fez? Começo a duvidar. Nem ela quer contar o que fez nem a Hilly vai admitir o que lhe fizeram.


Ana  (boladesabao) | 226 comments Mod
Bem, não tenho nada a acrescentar ao que já foi dito. :)

Os únicos pontos que me continuam a incomodar neste livro é o facto da autora continuar a contar tudo muito por alto. Sim, as criadas revoltam-se com a injustiça feita à Yule May e decidem contar as suas histórias, mas até agora pouco ou nada foi mostrado. Até a guerra que se instaurou entre Skeeter e Hilly e a sua pandilha foi descrita de forma muito leve, de um momento para o outro Skeeter é posta de parte mas nunca sabemos o que lhe foi dito, como é que ela se defendeu, etc.

Acho que de positivo nesta fase só temos mesmo o facto de ficarmos a conhecer um pouco melhor a personagem de Celia e as razões para as suas excentricidades.

Vamos ver o que nos espera na última fase.


Alexandra (biobreeze) | 105 comments Adorei esta 3ª fase! Gosto de saber das histórias das criadas e também fiquei agradavelmente surpreendida com a Lou Anne. Acho que ela e a Skeeter se deviam unir mais.
E gosto mesmo é das partes da Minny e da Celia! São dramáticas, mas às vezes tão cómicas!
Agora estou curiosa para ler o que vai acontecer na festa de beneficência!


Rita | 57 comments Antes de mais peço desculpa por ter demorado tanto tempo a comentar esta terceira fase. :s

Estou a gostar muito da história, tanto de conhecer a realidade vivida por estas empregadas e a sua coragem, como constatar a perseverança e força da Skeeter, em marcar pela diferença e defender os direitos destas pessoas.

Esta é uma das alturas da nossa História que mais me toca e custa e a autora consegue transmitir-nos, na minha opinião, a sensação de injustiça deveras bem.

Fico curiosa por saber como irá terminar esta história.


back to top