Goodreads Brasil discussion

154 views
Generalidades > Novos Autores e a Crítica

Comments Showing 1-7 of 7 (7 new)    post a comment »
dateDown arrow    newest »

message 1: by Roberto (new)

Roberto (robertoschultz) | 8 comments A crítica literária, no Brasil, é um funil, por onde passam apenas meia dúzia de "escolhidos" e ultimamente ela tem se ocupado unicamente dos autores estrangeiros. Nada contra os autores estrangeiros, mas são eles quem têm aparecido no topo das listas de mais vendidos. Nesse contexto, autores brasileiros "menos lidos" são considerados, pelo leitor, como "menos bons" ou sequer são considerados. O que fazer para que o leitor saiba da nossa (me incluo entre os menos lidos) existência? Porque não criar "quotas", na crítica, para autores "emergentes", brasileiros e "menos lidos"?


message 2: by Roberto (new)

Roberto (robertoschultz) | 8 comments Pois é, Paulo. Aproveito o seu "gancho" sobre "aparência de velha crítica ao imperialismo" para, além de RATIFICAR essa crítica sobre o cinema (porque comento filmes no meu blog e SEMPRE falo sobre esse lixo norte-americano), também reforçar que o fato de considerar-me um "fora-de-estrada" na Literatura pode aparentar ressentimento. E digo que não se trata apenas de um ressentimento porque como autor, ao ser publicado eu me jogo à opinião pública. O que NÃO ESTÁ ACONTECENDO, porém, é SER LIDO e, assim, "julgado" pelo leitor. E não somos, eu e mais centenas de autores - bons ou ruins - lidos porque a "crítica" simplesmente nos ignora, já que não foi PAGA para fazer propaganda. Somos, no Brasil, o que eu chamo de "Caçadores de PICAS" (parafraseando o livro afegão que faz tanto sucesso por aí...), já que ninguém escreve isso (picas) sobre nós. Abraço e obrigado pelo comentário.


message 3: by Ricardo (new)

Ricardo Lopes (ricardolopes) | 2 comments Ok, vamos comparar, no brasil, o número de leitores é geralmente menor que em outros paises, provavelmente de onde vem os autores estrangeiros os quais você menciona.
Segundo lugar, que para mim é decisivo. O valor dos livros no Brasil, no geral, os livros estrangeiros são mais baratos.
Terceiro lugar, os formatos de publicação. No exterior já são inumeros sites que oferecem livros em PDF, ou até com o caso do Kindler da Amazon. São enormes esforços para continuar a industria da publicação, assim como diminuir a utilização do papel.
Falta isso no Brasil, incetivo a literatura, e isso só os autores podem fazer.
Melhorar a tecnologia para impressão mais barata, e buscar novos meios de publicação.

No caso de blogs, com MUITO TRABALHO é possível viver de um blog,se for bem monitorado, mas nada melhor que aquele livro na cabeceira ou na viagem.

Enquanto ficarmos apenas chorando as pitangas, ao invés de tomar atitudes, leitores como eu, e escritores como você sempre estaremos limitados.
Para um autor, minha sugestão seria buscar tradução para o livro e buscar lançamento no exterior, onde certamente o livro vai ser mais barato, e o publico será maior.


message 4: by Roberto (new)

Roberto (robertoschultz) | 8 comments Quanto a você como leitor, eu não sei, mas da minha parte eu não fico "chorando as pitangas". Trabalho e duro, com blog, assessoria de imprensa e mailing no Brasil inteiro tratando de TENTAR divulgar o meu trabalho, mas a crítica simplesmente IGNORA o desconhecido. Além disso, o incentivo a que você se refere cabe sim às EDITORAS e não aos autores. São elas que podem "fazer acontecer". E como elas estão interessadas unicamente no LUCRO, preferem lançar um iraquiano garantido do que um brasileiro que, mesmo com talento, é desconhecido. Quanto ao blog, formatos virtuais e a preferência pelo livro impresso, concordo plenamente. Assim como concordo com a tradução e a venda em outros países. Isso sim, pode dar certo.


message 5: by Roberto (new)

Roberto (robertoschultz) | 8 comments Paulo, me desculpe, mas não havia lido o seu comentário sobre o meu livro e agradeço a gentileza. Meu último livro chama-se SEGREDO E FIM e é o meu primeiro Romance, após três livros de contos. Tenho também um livro de Direito da Publicidade, ramo que "inventei" no Brasil, chamado de O PUBLICITÁRIO LEGAL, único sobre o tema. O endereço do blog com o mesmo nome do Romance é http://segredoefim.blogspot.com e ali comento filmes, livros, CD e divulgo o próprio livro, em si. Nas postagens mais antigas (em 2007) há TRECHOS do Romance SEGREDO E FIM. Os meus demais livros você encontra no meu site profissional, como advogado, cujo endereço é www.publicitariolegal.com.br na Seção chamada O ESCRITOR.


message 6: by Roberto (new)

Roberto (robertoschultz) | 8 comments Outra coisa, aqui no GoodReads, na minha Seção como Autor, há uma relação dos meus livros e a síntese de cada um.


message 7: by Denis (last edited Dec 08, 2009 07:11AM) (new)

Denis Victorazo | 8 comments OLá,
A minha preocupação é com novos leitores. Se lê muito pouco no país. Portanto quando alguém está gostando de um livro, nacional ou não, mesmo que seja de auto-ajuda, eu tenho alguma esperança de que essa pessoa se torne um leitor melhor.
O mais importante (e difícil) é despertar o interesse de novos leitores, de espectadores de teatro, de consumidores de arte em geral.
Mas existem boas notícias. Nunca existiram tantos cursos de escrita criativa acontecendo ao mesmo tempo. E o mercado editorial parece estar aquecido.
Não acham isso bom?


back to top