Goodreads Brasil discussion

Tropas Estelares
This topic is about Tropas Estelares
15 views
2019 - Tropas Estelares > Semana 2 (09/09 - 15/09): Capítulos 6 - 10

Comments Showing 1-3 of 3 (3 new)    post a comment »
dateDown arrow    newest »

message 1: by Rafael (new) - added it

Rafael da Silva (morfindel) | 418 comments Mod
Começamos nossa segunda semana.

Continuem comentando e boa leitura!


Rodrigo Soares | 34 comments No capitulo 6 o autor faz uma humanização linda do personagem ZIM, fiquei impressionado e ao mesmo tempo comovido, também nos é contado que o professor é um coronel trazendo um grande surpresa para o personagem e para nós. Gostei muito deste capitulo, acho que um dos que mais gostei, pela humanização destes dois personagens...
Nestes próximos capítulos temos também uma reflexão proposta pelo professor sobre cidadania e palmadas em crianças...não sei se opinião do autor ou simplesmente uma alegoria para justificar o roteiro, como o livro foi lançado na década de de 50/60 não acho difícil ser a opinião do autor...
E para finalizar minhas impressões quero falar um pouco de dois tópicos que foram bem interessantes, o enforcamento de um foragido e o quanto isso envergonha o personagem e seu esquadrão e todas as reflexões que esse fato desencadeia no livro, e acho que em nós também, acho que nesta parte refletimos sobre tudo aquilo que desconsideramos como injustiça, a violência nos afeta, acho que isso faz com que tantos evoquem uma frase bem conhecida hoje em dia "bandido bom é bandido morto".
E por fim a morte do Tenente, personagem não muito explanado mais que me cativou grandemente em suas poucas linhas, aqui acredito que nossa reflexão vai para nossas famílias e/ou amigos pessoas que temos em alta, que nós são muito caras e que invariavelmente vamos perder e precisamos saber lidar com isso...
Para finalizar gostaria de dizer que gostei mais destes capítulos do que os anteriores (1-5), eles apresentam mais reflexões humanas, acho que é isso que tenho gostado mais nos livros ultimamente...


Eduarda (eduardacoppo) No capítulo 10 a federação entra em guerra contra os alienígenas insetos e a primeira operação da Infantaria Móvel, a qual o protagonista pertence, é um fracasso. Nesse capítulo já dá para se situar e entender melhor o primeiro capítulo do livro.
Nessa parte da historia começa a ter muitas passagens de pura propaganda militarista e glorificação da violência como forma de manter a ordem de uma sociedade. Às vezes até parece sátira, mas não duvido que seja a opinião do autor mesmo, considerando a época.
E falando outra coisa séria aqui. Precisa se referir a mulheres como "fêmeas"? Pelamor, né.
Enfim, quando a história propriamente dita (o treinamento do protagonista) acontecia, a leitura fluía bem. O que te prende na história não são os personagens, nem a história em si, mas sim a escrita, que achei bem direta e ao ponto. Não tem muita ação (o que pra mim não é em si um ponto ruim), mas nem por isso fica desacelerado.
Outra coisa que notei é que a narrativa é totalmente focada no protagonista. Como é um treinamento de soldados, achei que os colegas do protagonista iriam aparecer mais e ter bastante foco, afinal, o companheirismo é uma característica importante da vida militar, como é dito inclusive no livro. Mas acaba que fica tudo focado no protagonista mesmo. Claro, sabemos os nomes de alguns dos companheiros, seus apelidos até, mas isso é o máximo. Não é uma crítica, apenas algo que achei meio estranho.


back to top