LITERARY HURRICANE discussion

Rosemary's Baby (Rosemary's Baby, #1)
This topic is about Rosemary's Baby
12 views
Out/2016 * Rosemary's Baby > Outubro/2016 * Rosemary's Baby * Terminado / Possibilidade de Spoilers

Comments Showing 1-7 of 7 (7 new)    post a comment »
dateDown arrow    newest »

message 1: by Raquel (new)

Raquel V (raquelvcc) | 444 comments Como foi a leitura? É tão assustador quanto imaginavam?


André Caniato (vardamir) | 421 comments Passando pra dizer que amei. Leiam, bjs.


André Caniato (vardamir) | 421 comments Hahah não, mas, sério, foi muito bom ler esse livro. Ele é curtinho e construído de uma forma que a história é tão redondinha, tão bonitinho, fiquei com um quentinho no coração. É mais suspense do que terror, a não ser que você tenha medo de uma seita maligna no seu prédio, e a primeira metade demora um pouco a passar, mas depois é só alegria (pra gente; pra Rosemary é só sofrimento). Ah! E também amei a Rosemary como personagem, deve ter sido até marcante pra época — embora ela ainda seja a típica dona de casa etc.

Ouvi dizer que o filme é o livro cuspido e escarrado, mas não sei se valeria a pena só ver e não ler. Queria que mais pessoas lessem pra comentar aqui, PRECISO CONVERSAR COM ALGUÉM.


Paula Cruz (paulacruz) | 141 comments CARA ACABEI DE LER AGORA e o livro é muito angustiante, a rosemary é cercada de fdp, impressionante!!!

fiquei com muita muita raiva do marido dela, principalmente na parte que tem o ritual, que na real é um estupro feito pelo capeta né. o mais bizarro é como o marido fala depois, que transou com ela dormindo pra não perder a chance de fazer o bebê (o que também seria um estupro, transar com alguém inconsciente). foram páginas que eu li e pensei: gente, que isso, que ERRADO. daí tem a parte seguinte, que é como a rosemary se sentiu usada e tal, e isso meio que compensou a fala do marido. acho que pra época foi bem pra frentex do que eu imaginava.

essa parte do ritual foi um dos pontos altos do livro, muito bem escrito e confuso na medida certa!

também fiquei com a impressão de que esse livro não te deixa com MEDO propriamente dito, mas vai te deixando bolado gradativamente conforme a leitura. eu já tinha visto o filme antes, então o final não foi um choque totaaaal, mas ainda assim: QUE FINAL, RAPAZIADA! muito muito massa


Jessica Ohara | 163 comments Eu tinha decidido a voltar as leituras certinhas do clubinho e já tinha deixado esse livro no kindle, por um motivo completamente aleatório que tinha a ver como relaxar, decidi ler... e foi assim que as três da manhã, depois de ver dois capitulo de O Exorcista me vi em mais um trama do capiroto.
A leitura é muito fácil, e ao mesmo tempo muito tensa, diferente do filme você sabe que ela não tá maluca e tem algo errado naquele prédio (depois de tantos livro de terror, estou com a série tendência a não confiar em nada no estilo vitoriano). Mesmo assim eu fiquei bem empolgada acompanhando e o final é maravilhoso, como ela se apodera do lugar de mãe do anticristo, e manda todo mundo a merda, queria saber mais sobre o pessoal que aparece no final, o japonês e o grego parecem bem interessantes.


Jessica Ohara | 163 comments Paula wrote: "CARA ACABEI DE LER AGORA e o livro é muito angustiante, a rosemary é cercada de fdp, impressionante!!!

fiquei com muita muita raiva do marido dela, principalmente na parte que tem o ritual, que na..."

O Guy é grandíssimo escroto da porra, sério, dar a esposa para o capeta por causa de um papel????


Akemi | 9 comments Acabei de ler o livro. E gostei muito dos trechos descrevendo os sonhos ou delírios da Rosemary, e como todo mundo disse, a parte do ritual. É muito difícil descrever uma cena que tem esse jeito de sonho. Na maioria das vezes sempre fica coerente demais para ser um sonho de verdade, mas o modo como o autor escreveu foi muito bom. Ao mesmo tempo que tinha aquela confusão de sonho, era coerente o bastante para entender bem o que estava acontecendo.
Principalmente para mim que já tinha visto o filme. Vi o filme faz muito tempo, mas lembrava o essencial e, é claro, o final.
O livro é muito angutiante, dá muita raiva de todos os personagens que usam a Rosemary, mas principalmente do marido Guy. Impossível não sentir raiva dele.
Mas o final é o mais surpreendente. Rosemary tem certeza que vão usar o bebê dela como sacrifício, não sei se é porque já sabia do final, mas acho que dá para perceber bem que o bebê dela não é normal. E a escolha dela é o mais chocante. E é o que mais me impressionou na época que vi o filme e que fazia dele um filme de terror.


back to top