Só Ler Não Basta discussion

30 views
Discussão Dezembro 2015 > Balanço do ano 2015

Comments Showing 1-14 of 14 (14 new)    post a comment »
dateDown arrow    newest »

message 1: by Diana Marques (new)

Diana Marques | Papéis e Letras (diana_papeiseletras) | 162 comments Mod
Olá a todos!

Aproxima-se o fim do ano e aproxima-se também a época dos balanços. E o terceiro aniversário do Só Ler Não Basta! Como é possível?...
Bom, como já é hábito, queremos saber que balanço fazem do vosso ano de leituras. Se precisarem de um empurrãozinho, aqui ficam algumas perguntas a que podem responder:

- Leram mais ou menos do que no ano anterior? Isso correspondeu às vossas expectativas?
- Traçaram metas para as vossas leituras? Por exemplo: ler mais autores portugueses, ler mais literatura no feminino, ler mais não-ficção, etc. Dessas metas que traçaram, conseguiram cumpri-las?
- Que livros são os vossos favoritos do ano? E quais os que desejam não terem lido?
- Que autores novos descobriram e querem dar a conhecer ao mundo?

E, já agora, conseguem fazer um balanço do SLNB deste ano? O que gostaram mais e o que gostariam de ver no próximo ano?

Já sabem que o nosso balanço há de vir no próximo vídeo, no final deste mês :)


message 2: by Carla (new)

Carla (carla73) R 1: Li muitos mais livros que no ano anterior, sim correspondeu às minhas expectativas.
R 2: Não tracei metas desse tipo. A única meta que tracei foi comprar menos livros, o que consegui e ler mais livros da minha estante (1345 livros) e também recorrer mais à biblioteca, consegui concretizar todos, mas ainda luto por comprar menos livros.
R 3:Os meus favoritos do ano foram todos os que a Chiado Editora me enviou de autores portugueses, adorei todos.Amei a minha experiência com a Coolbooks parceira digital da Porto Editora, foi com ela que comecei a gostar de ler eBooks.
O que menos gostei, foi "Prometo Falhar" de Pedro Chagas Freitas.
R 4: Os autores portugueses que li da Chiado Editora e Coolbooks parceira digital da Porto Editora, sendo eles os seguintes:
-Júlio Dinis;
-Paula Pimenta;
-Sílvia Rodrigues Pais;
-Débora Macedo Afonso;
- Carina Rosa;
-Álvaro Cordeiro;
-Fátima Ribeiro;
-Carla M. Soares
-Luís Abreu

Estrangeiros:
- Lisa Genova
-Lisa Unger
-Markus Zusak
-S.K. Tremayne
-Anthony Doerr

Li até à data 143 livros mas quero chegar aos 150.

No próximo ano vou apostar em ler a obra de Eça de Queiroz, Saramago, Camilo Castelo Branco.


message 3: by Ana (last edited Dec 09, 2015 10:16AM) (new)

Ana Boa Tarde.

Aqui vai o balanço de 2015:
1- Acho que li mais do que no ano anterior, mas só aderi ao Goodreads em Maio de 2014 e antes disso lia mas não contabilizava os livros. Mas fiquei com a impressão que a pilha desceu um bocado mais este ano.
2- Tento não traçar muitas metas, porque vou lendo o que tenho em casa e vou comprando os livros que me vão despertando interesse seja através dos blogs seja nas livraria. E depois enquanto leitora tenho um defeito quando gosto de um autor quero ler todos os seus livros até ficar desiludida com algum livro e parar por aí.
3- Livros favoritos foram sem duvida a Trilogia do Século do Ken Follett e a Rapariga no Comboio de Paula Hawkins. De uma forma ou de outra não houve livros de que não tenha gostado.
4- Descobri este ano e graças a um desafio no Goodreads Jô Soares como escritor.

Em relação ao SLNB, adoro os vossos vídeos, mas gostaria de mais desafios de leitura.

E para finalizar Votos de Bom Natal e Um Bom Início de Ano e já agora muitos livros no sapatinho.


message 4: by Su (new)

Su | 135 comments Olá. Deixando o meu balanço do ano de leituras de 2015 (que ainda não terminou!)

Leram mais ou menos do que no ano anterior? Isso correspondeu às vossas expectativas?
Mais! :) Superei as minhas expectativas, o ano passado tinha lido 36 livros, a minha meta para este ano eram 40, e já atingi 43 tendo 4 em leitura actualmente que conto conseguir terminar até ao final do mês.

Traçaram metas para as vossas leituras? Dessas metas que traçaram, conseguiram cumpri-las?
Para além da meta de ultrapassar as leituras do ano passado, tinha essencialmente duas metas: pelo menos 20% das minhas leituras do ano serem livros não anglófonos e baixar leituras de autores dos EUA para no máximo 70% (sim, ainda é imenso, eu sei, mas o ano passado foram quase 80%, então baby steps, para o ano quero tentar baixar para 60%). Neste momento estou na fronteira, vai depender do que conseguir ou não ler até ao final do ano. Prevejo ter 9 leituras não anglófonas e 34 dos EUA, num total de 48 livros. Se assim for vou falhar por um triz! :( Talvez ainda reverta a situação até lá com uma leitura inesperada ;)

Que livros são os vossos favoritos do ano? E quais os que desejam não terem lido?
Começando pelas piores experiências, posso dizer que felizmente este ano não tive nenhum que me tenha arrependido de ler. O mais fraquinho foi o segundo volume da colecção do The Giver, Gathering Blue, que nem sequer foi mau, teve apenas um fim abrupto, dando a sensação que a história não tinha terminado. Quando o enredo ia finalmente ficar mais interessante, chegou ao fim.

Quanto às boas leituras, tenho um pouco de dificuldade em avaliar todo o ano, porque li tão mais do que estava antigamente acostumada, que me parece que os livros que li em Janeiro já foi há uma eternidade, nem parece que ainda estou no mesmo ano (até porque eu funciono mais por ano lectivo do que civil). Além disso, a desvantagem de não ter leituras negativas, é que fica muito mais difícil distinguir as positivas. Mas olhando para as prateleiras do GR que não não me deixam baralhar as datas, destaco algumas leituras.

Maiores surpresas
- trilogia Daughter of Smoke & Bone: amei esta colecção, é o tipo de fantasia que me enche as medidas, linda, cheia de magia, não no sentido de feitiçaria, no sentido de encanto mesmo
- The Martian: nem sequer estava previsto lê-lo, mas acabei por fazê-lo num impulso e adorar, e o SLNB foi uma das razões de ter arriscado, obrigada!
- Death Note, Vol. 1: Boredom: a minha estreia com manga, uma excelente experiência, o enredo é genial, como não tinha os livros seguintes acabei por terminar vendo o anime, mas teria devorado igualmente a história em BD se tivesse oportunidade
- The Young Elites: bem mais dark do que contava para mais uma série de fantasia young adult, felizmente não tinha lido a sinopse, então fui realmente surpreendida pelo tom do livro e pelo final; a atmosfera que invoca imagens do Carnaval de Veneza gera uma ambientação mágica de suspense, sensualidade, beleza e perigo bastante promissora.

Leituras que mais me agarraram: colei de tal forma a lê-los que praticamente não os consegui pousar. Não foram grandes surpresas porque já contava gostar imenso.
- Crown of Midnight
- Inferno
- A Rainha no Palácio das Correntes de Ar, último da trilogia Millennium

Destaco ainda
- A Rapariga Que Roubava Livros: por ser um excelente livro fora da minha zona de conforto
- O Império Final: por ser tudo aquilo que um bom livro de fantasia épica devia ser
- Winter: último livro das Crónicas Lunares pela originalidade da saga como retelling, reinventando os contos de fadas da nossa infância de forma totalmente inovadora, e pelo carisma dos personagens, ainda que o enredo tenha sido algo conveniente em certos momentos
- A Batalha do Apocalipse: por ser um excelente exemplo de boa fantasia escrita em português.

Que autores novos descobriram e querem dar a conhecer ao mundo?
Não sou muito de "dar a conhecer ao mundo", prefiro fazer recomendações individuais, de acordo com os gostos de cada um. No entanto, destacaria das minhas leituras deste ano, Brandon Sanderson, Laini Taylor e Sarah J. Maas. Vêem a minha sina? Tudo norte-americanos!

E, já agora, conseguem fazer um balanço do SLNB deste ano? O que gostaram mais e o que gostariam de ver no próximo ano?
Foi um bom ano para o SLNB, destaco a discussão de Março sobre autores lusófonos como uma das mais interessantes e úteis, e a de Novembro por ter sido a que gerou mais interacção entre os participantes, incluindo as moderadoras :) Sobre o próximo ano, gostaria de ter discussões com essa dita interacção que acabei de referir! Penso que melhorou em relação ao ano anterior e espero que continue a aumentar. Quanto às temáticas, têm sido sempre interessantes e cativantes, pessoalmente favoreço tudo o que seja relacionado ao género da fantasia.

Boas leituras e boas festas para todos! :)


message 5: by Ana (new)

Ana Li menos do Q no ano passado. Tenho de retomar p ritmo. ADOREI António tabucchi, está a fazer-se cada X mais tarde. Uma lufada de ar fresco de poesia em prosa. Lindo. Afonso Cruz, a boneca de kokoshka, tb é um livro para crianças, grandes. Depois, desconsolos: os detectives selvagens, de Roberto bolano: não captei a mensagem. De Mario Vargas Luisa, de quem tinha adorado "os cadernos de dom rigiberto", o "elogio da madrasta" é... Nojento. Pedifilo, incestuoso. O outro lado do paraíso, sobre os países africanos que vivem de ajuda humanitária.... : uma perspectiva diferente, mas o paul theroux foi demasiado maçador com o argumento, a partir de certa altura. Filosofia/psicologia: zen e a arte de manutenção de motocicletas: alguns pontos que anotei para a vida. Outros: average.


message 6: by Chloe (last edited Dec 13, 2015 11:27AM) (new)

Chloe | 20 comments Foi um bom ano de leituras, a maior parte delas teve uma classificação de 4 estrelas ou mais. Um dos meus livros favoritos foi "Burial Rites".
Gostei bastante das conversas do "SLNB", adoro ver pessoas a falar de livros, autores, escrita ,ou seja, tudo ligado à literatura. Para o próximo ano não vou entrar no desafio de leitura do Goodreads.Não quero pressões, quero ler o que me apetece e não quero estar preocupada com o número de livros que tenho para ler.
Bom 2016 para todos!!!


message 7: by Filipa (last edited Dec 11, 2015 08:52AM) (new)

Filipa Vamos então a balanços:

1. Foi um ano de muitas leituras, em quantidade que excedeu as expectativas. Embora um dos meus objectivos na passagem de Ano fosse dedicar mais do meu tempo à leitura, não pensei consegui-lo desta forma. Afinal de contas, quando é que nós cumprimos as metas de Ano Novo? :)

2. Não tracei metas, de todo. A não ser, como disse, dedicar mais tempo à leitura. Mas é certo que acabei por ler mais autores portugueses e mais clássicos do que esperava.

3. Os meus preferidos do ano, apesar da dificuldade que sempre se torna fazer este tipo de escolhas, são:
Jerusalém
O Monte dos Vendavais
A Bibliotecária de Auschwitz
Tempo de Partir
Stoner
A Contadora de Histórias

Não gostei de ler, embora não possa dizer que desejava não tê-los lido:
O Processo
E é Assim Que Acaba...


4. Descobri e recomendaria (cada um dentro do seu género, claro): Gonçalo M. Tavares, Richard Zimler e John Williams.

Em 2016, espero ter a mesma disponibilidade para a leitura deste ano e ler mais e melhor.

Votos de boas festas a todos.


message 8: by Ana (new)

Ana Silva | 1 comments Bom dia. 1° Li mais este ano. 2° Só tracei a meta de ler 50 livros e já vou nos 55. 3° tenho tantos : Grey, Juntos ao luar, desejo subtil, o vestido cor de pêssego, cidade dos ossos, delirium, a paixão de Jane Eyre 4° Nicholas Sparks, Nora Roberta, Eloisa James e Cassandra CLare


message 9: by Tita (new)

Tita (_tita_) | 10 comments 1 - Leram mais ou menos do que no ano anterior? Isso correspondeu às vossas expectativas?
Li mais do que o ano passado e mesmo tendo tempo livre, não esperava ler tanto.
Actualmente 136 livros e 19 contos. Mas ainda não contabilizei o número de páginas.

2 - Traçaram metas para as vossas leituras? Por exemplo: ler mais autores portugueses, ler mais literatura no feminino, ler mais não-ficção, etc. Dessas metas que traçaram, conseguiram cumpri-las?
Este ano só me tinha proposto ao do Goodreads e ao TBR pile e superei ambos.

3 - Que livros são os vossos favoritos do ano? E quais os que desejam não terem lido?
Alguns dos meus preferidos:
Perguntem a Sarah Gross de João Pinto Coelho
O Cavalheiro Inglês de Carla M. Soares
A Revolução da Mulher das Pevides de Isabel Ricardo
A Casa das Sete Mulheres de Leticia Wierzchowski
Uma Praça em Antuérpia de Luize Valente
A Bibliotecária de Auschwitz de Antonio G. Iturbe
Sombras e Fortalezas de Elizabeth Chadwick
Trilogia As Faces de Victoria Bergman de Erik Axl Sund

Quanto a livros que não me agradaram, vou só referir as duas baleias =P
Moby Dick de Herman Melville e À Espera de Moby Dick de Nuno Amado

4 - Que autores novos descobriram e querem dar a conhecer ao mundo?
Carla M. Soares, Isabel Ricardo e Chimamanda Ngozi Adichie (só li o ensaio mas adorei).

5 - Conseguem fazer um balanço do SLNB deste ano? O que gostaram mais e o que gostariam de ver no próximo ano?
Tal como a Su, adorei a discussão de Março sobre autores lusófonos,
Adoro os vossos vídeos =)


message 10: by Telma (last edited Dec 28, 2015 02:54PM) (new)

Telma (telmixa) | 133 comments Mod
Vamos fazer o balanço no próximo dia 30 (quarta-feira) para ser mesmo antes do fim-do-ano.
Deixo aqui só mais umas perguntas que vamos adicionar à discussão:

6 - Quantos livros compraram? E receberam? Ou colmataram o desejo por livros novos com empréstimos?

7 - Leituras conjuntas e desafios: ajudam bastante a ler mais ou gostam de participar mas depois perdem o entusiasmo?

Obrigada pelas vossas respostas e palavras simpáticas. É sempre bom ler os vossos comentários. :)


message 11: by Ana (new)

Ana Bom dia.

6- Não sei quanto livros comprei, mas depois de ler bastantes livros, a listagem dos livros para ler não diminuiu muito.
Só recebi dois livros de presente, porque geralmente a resposta que obtenho quando peço livros é "viciadas em livros como tu não precisam de ter mais".

7- As Maratonas Desafios e Leituras Conjuntas sem sombra de dúvida que ajudam à leitura. Não costumo perder o entusiasmo porque tenho o cuidado de aderir aos desafios de acordo com o número de livros que consigo ler por mês.

Bom Ano para todos


message 12: by Filipa (new)

Filipa 6. Comprei vários livros, sobretudo em digital, uma vez que adquiri o meu Kobo este ano. Para ler ao longo do ano de 2015, adquiri-os. Apenas dois livros foram oferecidos por editoras, já que os ganhei em passatempos.
Entretanto, neste final de ano, com Natal e Aniversário, recebi uma grande quantidade de livros, mas já não entram no balanço, pois irei lê-los no próximo ano :)


message 13: by Filipa (new)

Filipa 7. Os desafios ajudam sobretudo a disciplinar a leitura, uma vez que, embora adore ler, nem sempre me sobra tempo.
Além do mais, permitem conhecer novos livros e autores e diversificar os géneros de leitura. É certo que, por vezes, se perde o entusiasmo, tendo em conta a falta de disponibilidade que referi, mas por isso mesmo selecciono bem aquilo em que posso/quero entrar e não me lanço em todos as propostas.
As maratonas, propriamente ditas, não me entusiasmam. Confesso até que me aborrece um pouco só o pensar em entrar numa e por isso nunca participei.


message 14: by Su (new)

Su | 135 comments 6 - Comprei durante o ano 24 livros para ler mais 5 que já li antes no Kobo ou emprestado mas queria ter o livro! No entanto, estas compras foram feitas quase sempre aproveitando descontos altos ou promoções pontuais. Ficou numa média de 8,50€ por livro... É ainda muito dinheiro, mas antes lia muito menos e era capaz de com esse dinheiro ter comprado apenas metade dos livros, pois pagava praticamente o PVP. De qualquer forma, foi definitivamente mais do que consegui ler em papel este ano, então juntei vários livros à pilha para ler, por isso quero ver se para o ano compro menos... Ofereceram-me ainda 12, dos quais 10 estavam na minha lista. Também li 7 emprestados este ano, mas ainda tenho alguns nas estantes por ler para devolver...

7 - Assim como à Ana, os desafios e leituras conjuntas também me ajudam à leitura pois aumentam o meu entusiasmo tanto por ter um objectivo mais palpável, como principalmente por ter com quem comentar. Participei principalmente nas leituras conjuntas do grupo Read-Along. Também só me inscrevo para as leituras e desafios que sei que estão de acordo com o meu ritmo e organização de leitura. Às vezes tenho pena de não me inscrever em alguns interessantes, mas passo porque sei que é impossível para mim cumpri-los, como por exemplo o desafio de ler escritores portugueses para 2016 do grupo Maratonas, Desafios e Leituras Conjuntas em que a ideia é ler pelo menos um livro de um autor português por mês...

Beijinhos, boas entradas e felizes leituras para 2016 :)


back to top