Clube de Leitores em português discussion

62 views
Jogos > Uma história de comédia do nosso clube

Comments Showing 1-14 of 14 (14 new)    post a comment »
dateDown arrow    newest »

message 1: by André (new)

André José | 475 comments Esta é também uma ideia engraçada que pensei para nós.
Se há um jogo com rimas, why not um de prosa ?

Regras:
Vamos escrever uma história sem fim, em que não há limites para a imaginação nem condicionantes. Quer dizer, nós seremos as condicionantes uns dos outros.

Cada um de nós vai escrevendo uma frase da história ou então uma frase incompleta para o membro a seguir completar, exemplo:

User1: Era uma vez uma menina ....
User 2: que sofria de retenção de líquidos no joelho.
User 3 : O sofrimento da sua existência era visível no seu olhar sôfrego.

. ...

Que acham ?


message 2: by Cláudia (last edited Aug 22, 2015 01:45PM) (new)

Cláudia | 185 comments Começo eu:

Era uma vez um patinho de borracha...


message 3: by André (new)

André José | 475 comments um dia coçou-se e apagou-se tendo pena de ser tão clichet quanto a piada.


message 4: by Débora (new)

Débora Hellwig | 112 comments O problema do pato era que ele era perneta e uma simples coceira era um tortura para ele.


message 5: by André (new)

André José | 475 comments Quem melhor do que a mãe para entender as dificuldades atrozes de seu filho Pato, agora morto.


message 6: by Cleide (new)

Cleide Martins | 31 comments A mãe pata reconheceu que a estupidez do filho que o levou à morte era a mesma estupidez do pai pato. Por vezes, o pai pato também tinha umas ideias tontas que davam sempre para o torto.


message 7: by Carla (new)

Carla (carla73) Tal como daquela vez em que se lembrou de se meter com o Senhor Ganso, do vizinho António, nossa senhora foi a desgraça.


message 8: by André (new)

André José | 475 comments A mãe pata sentiu-se mal com tamanhos pensamentos... uma estranha vertigem que não a deixava boiar convenientemente naquela água ocorreu-lhe e foi então que...


message 9: by Carla (new)

Carla (carla73) começou a ver tudo cinzento e a ficar meia atordoada. A Mãe pata não sabia o que tinha, mas não estava bem, então decidiu sair da água e dirigir-se ao Senhor Doutor o Ganso Pipoca.


message 10: by André (new)

André José | 475 comments O Ganso Pipoca era charmoso e de pescoço achatado e imponente. A sua postura era de alguém poderoso e erudito. Ao observar a Mãe Pata naquele estado diagnosticou-lhe Hipotensão Arterial. "Chiça Penico, pelo menos não é uma "glande patite" pensou."


message 11: by Carla (new)

Carla (carla73) O problema é que sempre que a Mãe Pata pensava, os pensamentos passavam para a boca. Foi então que o Doutor Ganso Pipoca exclamou, muito admirado...


message 12: by Mariana (new)

Mariana Lis (marianalis) | 81 comments "Mas que timbre melodioso, Sra Dona Pata! Deixa-me extasiado com tamanha volúpia... musical!" E a Mãe Pata corou, porque também as penas douradas pelo sol se deixam corar, e quase se esqueceu da Hipotensão! Recompôs-se e respondeu, muito séria...


message 13: by Jessinha (new)

Jessinha (Fofocas Literárias) (jessinhacruz) "Ai Doutor, não me diga isso que eu sou uma pata casa!"


message 14: by André (new)

André José | 475 comments As suas faces estavam tão quentes quanto o vulcão islandês cujo nome é de enorme complexidade. A Sra Dona Pata não estava acostumada a receber elogios. Normalmente, quando chegava a casa, isto é, ao lago, o seu marido, o pai pato, apenas lhe dizia....


back to top