Eva's Reviews > O Décimo Terceiro Conto

O Décimo Terceiro Conto by Diane Setterfield
Rate this book
Clear rating

by
F 50x66
's review

it was amazing

Soberbo é como caracterizo este livro que gostei imenso de ler!
Terá sido, até agora, de todos os que li, aquele que mais marcou de forma indelével a minha sensibilidade de leitora.
Publicado em 2007, a obra parece ter passado algo despercebida e, no que me diz respeito, só recentemente lhe dei atenção. Mais vale tarde do que nunca!
É uma narrativa muito bem delineada e uma história bem conseguida, original, profunda e arrebatadora.
Numa combinação de mistério, romance e drama, há vivências que se cruzam; um rol de personagens excelentes que se revelam e uma habilidosa narração de factos.
Através da apresentação de argumentos e contra-argumentos somos, compulsivamente, conduzidos pela onda das palavras, no sentido desejado pela autora.
O texto está escrito numa linguagem rica e impressiva, repleta de elementos melódicos e descrições tão detalhadas que têm o condão de parecerem reais e presenciais.
Pelos parágrafos à nossa frente, desenrola-se um enredo absolutamente absorvente que, de forma inexorável, surpreendente e imprevisível, nos vai levar até ao final do livro. A revelação da verdade e o desvendar do segredo à volta de Angelfield House só então nos fazem repousar a curiosidade.
Quem pega no livro para ler a história começa por estabelecer contacto com Margaret Lea, a narradora, filha de alfarrabista, amante de livros e biógrafa amadora. É a ela que, de modo inusitado, uma famosa escritora inglesa, recorre para lhe pedir que seja ela a escrever a história verdadeira da sua vida.
Curiosa e perplexa, Margaret informa-se da obra escrita por essa conhecida personalidade literária e desloca-se a Yorkshire, onde as duas combinam os termos do trabalho; só mais tarde, ao aperceber-se de algumas semelhanças na vida de ambas, Margaret entenderá a razão da escolha ter recaído em si.
A história saltita do presente para o passado e vice-versa, quando Margaret regista os factos biográficos de Vida e esta faz a narração das vivências relativas à sua juventude e adolescência.
É com uma postura grave e solene, apesar da doença e da idade, que ela decidiu ter chegado o momento de revelar a história que ninguém conhece.
É ela que, com dor e relutância a envolver uma escolha criteriosa e enigmática das palavras, se prepara para, serenamente, ajustar contas com o passado.
Foi nesse tempo que, através da transformação da vida dos membros de gerações distintas da família Angelfield, se assiste ao auge e ao declínio de uma velha mansão tradicional, endinheirada e rural da velha Inglaterra.
Vivendo dias sombrios e repletos de segredos, esta é uma história sobre histórias de vida de uma família e dos livros que as marcaram e nelas desempenharam um papel fundamental.
É uma narrativa intensa, pesada, feita de uma sucessão de tragédias e impregnada de uma fatalidade que, no entanto, acaba com algum grau de redenção e beleza contidas nos últimos desenvolvimentos da trama.
Apesar disso, é um texto forte, com revelações inesperadas e que se entranha no leitor, deixando um rasto emotivo e enternecedor.
Termino como comecei: gostei imenso desta história e não só pelo enredo em si; a forma exímia como está escrita tem uma quota parte importante na sequência de emoções reconfortantes que a sua leitura deixa depois das páginas fechadas.

Eva Laginha
6 likes · flag

Sign into Goodreads to see if any of your friends have read O Décimo Terceiro Conto.
Sign In »

Reading Progress

August 30, 2016 – Started Reading
August 30, 2016 – Shelved
September 12, 2016 – Finished Reading

Comments Showing 1-3 of 3 (3 new)

dateDown arrow    newest »

Joana Fernandes Pelos vistos a BBC fez um filme disto em 2014.


message 3: by Eva (new) - rated it 5 stars

Eva Uma escrita atraente, melódica e cativante, uma história sombria e profunda, envolvente e imprevisível, um livro sobre histórias de vida e outros livros marcantes ... magistral, porque é daqueles que deixa marcas!
Gostei imenso!!


back to top