Portugal Quotes

Quotes tagged as "portugal" Showing 1-30 of 75
Eça de Queirós
“É extraordinário! Neste abençoado país todos os políticos têm «imenso talento». A oposição confessa sempre que os ministros, que ela cobre de injúrias, tem, à parte os disparates que fazem, um «talento de primeira ordem»! Por outro lado a maioria admite que a oposição, a quem ela contantemente recrimina pelos disparates que fez, está cheia de «robustíssimos talentos»! De resto todo o mundo concorda que o país é uma choldra. E resulta portanto este facto supracómico: um país governado «com imenso talento», que é de todos na Europa, segundo o consenso unânime, o mais estùpidamente governado! Eu proponho isto, a ver: que, como os talentos sempre falham, se experimentem uma vez os imbecis!”
Eça de Queirós, Os Maias

Miguel Esteves Cardoso
“As raparigas do Norte têm belezas perigosas, olhos impossíveis. Têm o ar de quem pertence a si própria. Olham de frente. Pensam em tudo e dizem tudo o que pensam. Confiam, mas não dão confiança. Acho-as verdadeiras. Acredito nelas. Gosto da vergonha delas, da maneira como coram quando se lhes fala e da maneira como podem puxar de um estalo ou de uma panela, quando se lhes falta ao respeito. São mulheres que possuem; são mulheres que pertencem. As mulheres do Norte deveriam mandar neste país. Têm o ar de que sabem o que estão a fazer.”
Miguel Esteves Cardoso

Júlio Dinis
“A causa disto é o sermos nós uma nação pequena e pouco à moda, acanhada e bisonha nesta grande e luzidia sociedade europeia, onde por obséquio somos admitidos, dando-nos já por muito lisonjeados, quando os estrangeiros se deixam, benevolamente, admirar por nós.”
Júlio Dinis, Uma Família Inglesa

Mário Cesariny
“Dorme, dorme, meu menino
Dorme no Mar dos Sargaços
Que mais vale o mar a pino
Que as serpentes nos meus braços.”
Mário Cesariny

Antero de Quental
“Que gente! Que coisas! Que opiniões! Que vida! Sinto entre mim e o meu país a distância abismosa deste sentimento: o desprezo. (...) O silêncio é a única resposta possível.”
Antero de Quental

Fernando Pessoa
“O futuro de Portugal - que não calculo, mas sei - está escrito já, para quem saiba lê-lo, nas trovas de Bandarra, e também nas quadras de Nostradamus. Esse futuro é sermos tudo. Quem, que seja português, pode viver a estreiteza de uma só personalidade, de uma só nação, de uma só fé?”
Fernando Pessoa

Paul Anthony
“From one small spark a bushfire grows.
Sellers of misery are our foes.
Merging ruthlessly tongues of flame.
Point your finger at those to blame.”
Paul Anthony, Bushfire

José Saramago
“«Il viaggio non finisce mai. Solo i viaggiatori finiscono. E anche loro possono prolungarsi in memoria, in ricordo, in narrazione. Quando il viaggiatore si è seduto sulla sabbia della spiaggia e ha detto “Non c’è altro da vedere”, sapeva che non era vero. La fine di un viaggio è solo l’inizio di un altro. Bisogna vedere quel che non si è visto, vedere di nuovo quel che si è già visto, vedere in primavera quel che si era visto in estate, veder di giorno quel che si era visto di notte, con il sole dove prima pioveva, vedere le messi verdi, il frutto maturo, la pietra che ha cambiato posto, l’ombra che non c’era. Bisogna ritornare sui posti già dati, per ripeterli, e per tracciarvi a fianco nuovi cammini. Bisogna ricominciare il viaggio. Sempre ».

José Saramago, “Viaggio in Portogallo”
José Saramago, Viaje a Portugal

Kingsley Amis
“Bowen looked nervously about for peasants. It would be unendurable if they all turned out to be full of instinctive wisdom and natural good manners and unself-conscious grace and a deep, articulate understanding of death.”
Kingsley Amis, I Like it Here

Hank Bracker
“Unfortunately, on Christmas morning 1492 the Santa María ran aground on the northern coast of what is now Haiti. Not having any way to refloat her, the crew off-loaded the provisions and equipment from the ship before she broke up. For protection they then built a flimsy fortification on the beach, calling it “La Navidad.” With the consent of the local Indian Chief, Columbus left behind 39 men with orders to establish a settlement, and appointed Diego de Arana, a cousin of his mistress Beatriz, as the Governor.
On January 16, 1493, Columbus left Navidad and sailed for Portugal and Spain on the Niña. Everything went well until the two remaining ships, the Niña and the Pinta, became separated from each other. Columbus was convinced that the captain of the faster Pinta would get back to Spain first, thereby garnering all the glory by telling lies about him and his discoveries. On March 4th, a violent storm off the Azores forced him to take refuge in Lisbon. Both ships, amazingly enough, arrived there safely. A week later, Columbus continued on to Palos, Spain, on the Gulf of Cádiz, from whence he had started. Finally, on March 15th, he arrived in Barcelona. It seems that all’s well that ends well, because he was hailed a hero and news of his discovery of new lands spread throughout Europe like wildfire.”
Captain Hank Bracker, "Salty & Saucy Maine"

C.J. Tudor
“Nunca voltes atrás. É o que nos estão sempre a dizer. As coisas terão mudado. Não serão como te recordas. Deixa o passado no passado. É claro que esta última é mais fácil de dizer que de fazer. O passado tem o hábito de se repetir em nós.”
C.J. Tudor, La disparition d'Annie Thorne

Fernando Pessoa
“Comme d'usage, le Dictateur se trompe.”
Fernando Pessoa, Sobre o Fascismo a Ditadura Militar e Salazar

Leen Lefebre
“De kam kliefde door de baren als vaders vloot op zee.”
Leen Lefebre, Soraia, kind van de zee (ZOMER)

Miguel Esteves Cardoso
“Há séculos que os portugueses se empenham em preparar e construir um Passado digno para os bisavós. É por isso que os profetas dos portugueses são os historiadores, e as utopias nacionais nada têm a ver com amanhãs - foram ontem. A lógica ancestral é a do «deixa passar». Logo que uma coisa passa para o passado, passa a ser a melhor de todas.”
Miguel Esteves Cardoso, A Causa das Coisas

Ian Gibson
“La península ibérica me parece un minicontinente prodigioso y sueño con el día en que, previo acuerdo con los portugueses, se metamorfosee en República Federal Ibérica.”
Ian Gibson, Aventuras ibéricas

William J. Bernstein
“When Vasco da Gama breached the Indian Ocean, the playing field had just been vacated by the one force capable of repelling him.”
William J. Bernstein, A Splendid Exchange: How Trade Shaped the World from Prehistory to Today

Fernão Mendes Pinto
“(...) homens que por indústria e engenho voam por cima das águas todas, por adquirirem o que Deus lhes nao deu, ou a pobreza neles é tanta que todo lhes faz esquecer a sua pátria, ou a vaidade, e a cegueira que lhes causa a sua cobiça é tamanha que por ela renegam a Deus, e a seus pais.”
Fernão Mendes Pinto, Peregrinação

Anthony Bourdain
“Suddenly and without warning, one of the men stepped around and, with the beast's nether regions regrettably all too apparent, plunged his bare hand up to the elbow in the pig's rectum, then removed it, holding a fistful of steaming pig shit - which he flung, unceremoniously, to the ground with a loud splat before repeating the process.”
Anthony Bourdain, A Cook's Tour: Global Adventures in Extreme Cuisines

“Com o seu respeito pela vida humana e pelos direitos e a dignidade do Homem, Aristides de Sousa Mendes mostrou ser ao mesmo tempo um herói para a Europa e para a humanidade.”
Rui Afonso, Aristides de Sousa Mendes - Um Homem Bom

“Quem faz televisão em Portugal sabe que qualquer programa legendado em horários nobres tem pior audiência do que programas falados em português (com exceção, nos últimos anos, dos filmes em alturas de Natal e Ano Novo), também porque muita gente nem sequer consegue ler as legendas.”
Pedro Boucherie Mendes, Ainda Bem Que Ficou Desse Lado

“Toda grande mente é bombeada pelo coração partido”
P.S. Jagadeesh Kumar

Jean Baudrillard
“Lusitanian gentilezza. The beauty of Lisbon. Capanica, the cliff of rape. Charnica, fireworks and the popular circus. The palaces beside the Tagus. Linda Lolita. Schubert at the Palacio Queluz. The thieves' market. The restaurant on the beach. The waiter comes back a thousand times to ask if everything is alright, if the wine is cool enough, the fish well grilled, if everyone is happy. When he comes back for the thousand and first time, M. announces clearly, looking him right in the eye, 'Everything is perfect. We are really happy ! ' He is virtually paralysed totally taken aback. He disappears and never returns.”
Jean Baudrillard

Hank Bracker
“The next morning having we had the Continental Breakfast with French croissants and the usual strong Turkish coffee. Mia seemed strangely distant from me now sat next to Aleixo who had come to join us. I had a KLM flight to catch that afternoon and there was little left to say. Later Mia came with me to the row of taxies and told the driver in Portuguese to take me to the airport. As I got into the cab her last words to me were a mocking “Poor boy, poor, poor boy…” My place is here with Aleixo, but I was yours for a lovely day.”
Hank Bracker

“O texto, lugar que viajar.”
Llansol, Maria Gabriela

Maria Teresa Horta
“Passei pelos lugares/ que inventámos/// o mar/ o gesto/ o parapeito/// mas não encontrei/ o sol/ nem o recanto em seu espanto/// nem o motivo/ o vitral/ nem a chama que colhemos/// Apenas a estrada me indicava/ a rota das mãos que a não tocavam”
Maria Teresa Horta, Minha Senhora de Mim

António Ramos Rosa
“Sim, quero dizer sim ao inacabado
que é o princípio de tudo
e o que não é ainda,
sim ao vazio coração que ignora
e que no silêncio preserva o sim do início,
sim a algumas palavras que são nuvens
brancas e deslizam amplas
sobre um mundo pacífico,
sim aos instrumentos simples
da cozinha,
sim à liberdade do fogo
que adensa o vigor da consciência,
sim à transparência que não exalta
mas decanta o vinho da presença,
sim à paixão que é um ajuste ao cimo
de uma profunda arquitectura íntima,
sim à pupila já madura
que se inebria das sombras das figuras,
sim à solidão quando ela é branca
e desenha a matéria cristalina,
sim às folhas que oscilam e que brilham
ao subtil sopro de uma brisa,sim ao espaço da casa, à sua música
entre o sono e a lucidez, que apazigua,
sim aos exercícios pacientes
em que a claridade pousa no vagar que a pensa,
sim à ternura no centro da clareira
tremendo como uma lâmpada sem sombra,
sim a ti, tempestade que iluminas
um país de ausência,
sim a ti, quase monótona, quase nula
mas que és como o vento insubornável,
sim a ti, que és nada e atravessas tudo
e és o sangue secreto do poema”
António Ramos Rosa, Antologia Poética

Mário Cesariny
“[...]
Merecemos o nosso passo de bichos de dilúvio
merecemos que nos ceguem todos os dias
merecemos estar sozinhos rodeados de prédios
merecemos ter connosco toda a vontade
fim princípio moleza de costumes
[...]”
Mário Cesariny, Poesia: 1944-1955

Charlotte Eriksson
“I never told you about the trip to Portugal 3 years ago when I read Fernando Pessoa at 1 a.m. outside a small family-run restaurant by the harbour. If I close my eyes I can still smell the salt water and the fish, some sort of cleaning powder scent from the kitchen, can still feel the heat, a soft wind and me sitting with wide open eyes on my own at 1 a.m. writing what I thought was profound and excellent. I felt like a writer then. I was not a girlfriend or a daughter or a songwriter who never got signed—I was a writer in the truest sense and I lived in my own flames.”
Charlotte Eriksson, He loved me some days. I'm sure he did: 99 essays on growth through loss

Violet Winspear
“– Seriez-vous un iceberg ? On m'a dit beaucoup de mal des Anglaises, mais je vous préviens ! Notre soleil ne va pas tarder à vous faire fondre, d'autant plus qu'il s'allie à notre musique et à notre vin.”
Violet Winspear, The Silver Slave

Teixeira de Pascoaes
“Na Poesia aparece a alma de um Povo, no que ela tem de mais profundo e misterioso.”
Teixeira de Pascoaes, Arte de Ser Português

« previous 1 3