Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Manhã Submersa” as Want to Read:
Manhã Submersa
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

Manhã Submersa

3.91  ·  Rating details ·  784 Ratings  ·  27 Reviews
O despertar para a vida de uma criança, entre a austeridade da casa senhorial de D. Estefânia, a sensualidade da sua aldeia natal e o silêncio das paredes do seminário. Um jovem seminarista de 12 anos, é obrigado a ir para o seminário. E a história desenrola-se em torno das vivência e sentimentos que o jovem seminarista vai experimentando. Num ambiente negro, triste, ríspi ...more
Paperback, 187 pages
Published 2008 by Quetzal Editores (first published 1953)
More Details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Manhã Submersa, please sign up.

Be the first to ask a question about Manhã Submersa

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

(showing 1-30)
filter  |  sort: default (?)  |  Rating Details
Isabel
"A dor é o que se sente. Nada mais. Desisto definitivamente de me iludir com a minha força de adulto sobre o peso de uma amargura infantil. Exactamente porque toda a vida que tive sempre se me representa investida da importância que em cada momento teve. Como se eu jamais tivesse envelhecido. Exactamente porque só é fútil e ingénua a infância dos outros - quando se não é já criança.".

Em espaço de dias, leio o segundo livro de Vergílio Ferreira. Surpreende-me como, embora se perceba que são escri
...more
André Benjamim
May 01, 2013 rated it it was amazing  ·  review of another edition
manhã submersa, de Vergílio Ferreira. O meu exemplar perdeu a tinta, nas dobras da capa e da contracapa com a lombada, e nas dobras das badanas com a capa e contracapa. É um exemplar da Bertrand Editora, tal e qual o da imagem acima; em cima o nome do autor a branco, em letras garrafais, sensivelmente a meio o título da obra, a verde, em minúsculas, ao fundo o logótipo e o nome da editora. É uma capa simples, e gasta.

Comprei-o numa tarde estival de início de Outubro, num ano em que o Verão se pr
...more
André
May 27, 2016 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: owned-books, reviewed
Escrita irrepreensível, capítulos breves, história bela e comovente, maravilhosamente narrada... Que mais se pode pedir ao ler-se a obra de alguém pela primeira vez? Muito feliz estou por me ter decido a comprar este pequeno livro, que guardo agora com especial carinho. Tão bem que sabe ver a nossa língua assim estimada, revestida de uma sublimidade que lhe é tão própria e única, materializando-se em deleite puro, como se de uma canção por só nós ouvida se tratasse!

Deixo-vos este pequeno trecho
...more
Luís C.
Vergílio Ferreira is one of the great Portuguese writer of the twentieth century.
Manhã Submersa obtained the Prix Femina in 1990.
Manhã Submersa was written in 1953.
Vergílio Ferreira was a seminarian and ceased to be so after the death of his only friend and mutilation of his hand.
The adult Antonio (in the story) tells how the grinding machine individual wills, by an iron discipline, through endless prayers bruise their knees, by the rule that boils the blood, sermons and meditations by competiti
...more
Vasco
Oct 08, 2009 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: novels
É maravilhosa a capacidade de certos escritores em captar, de forma tão apurada e precisa, toda uma mentalidade, toda uma cultura vigentes em determinado contexto.

Essa realidade é perscrutada através do universo interno do personagem e, assim, a história brota naturalmente a partir da colisão dos mundos.

Mais do que uma história, superiormente contada, mais do que um conjunto de personagens profundos e de descrições magistrais, esta obra suplanta o neo-realismo do Mestre Vergílio Ferreira e col
...more
Ruasesamo
Aug 06, 2012 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Virgílio Ferreira é um daqueles escritores que não nos contam histórias, fazem-nos senti-las. É precisamente o que acontece em 'Manhã Submersa', o drama de um adolescente que cresce ao sabor de um destino que não escolheu: o de ser padre. A narrativa é sublimemente contada anos mais pelo próprio Borralho, através do seu livro de memórias, e a habilidade que o escritor tem de nos fazer sentir a mesma dor que o protagonista sente gera uma inegável empatia entre personagem e leitor.

O livro pode mui
...more
Maria Carmo
Apr 17, 2012 rated it really liked it  ·  review of another edition
Recommends it for: Everyone.
This is an incredible biography of a yo9ung man studying to become a Priest, who goes through a process of self awakening that eventually will question his faith and lead him to go out of the Seminar and into the world. Issued from a modest family of a small village in the Portuguese region of "Serra da Estrela" (the highest mountain, usually one of the few places of Portugal that regularly is covered in snow during the Winter, the book is also a biography of the Author as a young man. There are ...more
Nelson Zagalo
Nov 13, 2014 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: literature
Mais um belíssimo livro de Vergílio Ferreira, um dos meus autores de sempre. "Manhã Submersa" é uma viagem interior que trespassa o sentir de uma adolescência específica, num tempo e espaço muito específicos. Um livro que terá dado ânimo ou atingido nostalgias a muitos que o leram e que agora se distancia muito da nossa realidade. Contudo enquanto exercício literário continua a oferecer-nos um acesso privilegiado aos sentires de alma, como só a literatura consegue fazer. É um livro pequeno, com ...more
Raquel
Apr 28, 2014 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: favorites
Vergílio Ferreira chegou à minha vida para ficar, ao que parece. 'Manhã Submersa' é uma obra de extraordinária profundidade - é bem mais do que se vê à superfície e exige bem mais do que apenas uma leitura para ser minimamente compreendido. Vai ser o objecto de estudo da minha dissertação de mestrado, por isso não quero alongar-me nesta exposição. Contudo, há coisas que têm de ser ditas.

http://leiturasmarginais.blogspot.pt/...
Cloud
Jul 03, 2013 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: owned-books
"Segue o teu caminho de liberdade a prumo. Que dá que sofras, que roas as pedras do teu destino ruim? É teu, pertence-te como os ossos e as tripas. É aguentar de peito aberto. Porque enfim, não valeu bem a pena?"
Inês Miranda
Dec 17, 2013 rated it it was amazing  ·  review of another edition
da misantropia ao desespero por alguma alegria com os outros, este livro são os credos do prazer próprio, da indução pecaminosa do prazer. Tudo num mar de frustração e de Deus.
Isa Lisboa
Jul 24, 2012 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Também um dos meus autores favoritos, pelo uso de uma certa "filosofia" nos seus romances.
Este livro é um dos meus favoritos deste autor.
Juliana Senra
May 07, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
"Foi então que senti como era imensa a distância que eu teria de percorrer, se quisesse dominar o meu futuro. Mas, nesse mesmo instante, despedaçou-me uma súbita revolta mais alta e mais forte do que quantos destinos houvesse. E disse para mim: "Hei-de fugir, hei-de vencer. Que ninguém tenha pena de mim. Hei-de rebentar com tudo. Destruído de peste. De opróbio. De trampa. Mas hei-de vencer."
Necessário.
Sara Bôto
Jun 24, 2016 rated it it was amazing
Shelves: favorites
This review has been hidden because it contains spoilers. To view it, click here.
Daniela
Sep 27, 2016 rated it it was amazing  ·  review of another edition
"De longe, da minha infância perdida, veio a ternura da memória, a face cansada de minha mãe, a luz suave de tudo para nunca mais. E uma saudade densa caiu-me, como um peso, na alma. E chorei longamente, um choro recolhido, só choro para mim. Chorei quanto pude, até que a noite foi minha irmã e eu fui irmão da noite, um diante do outro, calados e de mãos dadas."
Sara Williams
(...) Desisto definitivamente de me iludir com a minha força de adulto sobre o peso de uma amargura infantil. Exactamente porque toda a vida que tive sempre se me representa investida da importância que em cada momento teve. Como se eu jamais tivesse envelhecido. Exactamente porque só é fútil e ingénua a infância dos outros - quando se não é já criança (...)

Tinha de escolher uma obra por um autor português para apresentar no P.I.L. da disciplina de Literatura e encontrei este livro numa feira e
...more
Bernardo Maciel
Sep 18, 2016 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: favorites
Nunca esperei gostar tanto de um livro começado a ler ao calhas, encontrado em casa. Um livro antigo, a perder a tinta, com mil anotações por parte da minha mãe próprias de um livro que já foi objeto de estudo, tornou-se facilmente um dos meus livros preferidos.

É descrito impecavelmente o drama existencial de qualquer pessoa obrigada a dar um rumo à sua vida que não o que deseja. Uma história tocante, em que todos os sentimentos são tão claramente expressos não é possível haver alguém que lhe fi
...more
Alexia Moon
This was a peculiar book. I had to read it for class, suggested by my teacher. At first I was a bit hesitant but I have to say, this book suprised me a lot.

The author shows the reality of life at that rime in a very interestnig way and also, in a cold and direct way, shows us how life was for the main character (that is partially based on the author himself).

The entire story and the plot was very calm but, at the same time, bitter. It is not a happy book but that doesn't mean it's bad, it's ve
...more
Sergio
Sep 29, 2014 rated it really liked it  ·  review of another edition
Este foi o primeiro livro de Vergílio Ferreira que li. Já vi, há uns anos, o filme que foi feito com base nele e confesso que transmite bastante bem a história.
O livro, em si, é bastante pesado, pejado do que me parecem ser experiências do autor ( que também frequentou o seminário, tal como a personagem principal) e de um certo niilismo ou de um caminho para o mesmo, nos tempos de um Portugal que, em pleno século XX vivia uma existência medieval, em especial no seu interior profundo.
Vasco Ribeiro
História de António Lopes num seminário da Beira interior e da sua ânsia de sair de lá por não ter vocação. Do sentimento de opressão que sente lá dentro, empurrado pela pobreza familiar e a opressão da D: Efigénia a protetora. Acaba por sair de lá por um foguete em férias na aldeia lhe ter tirado dois dedos, quiçá uma automutilação do próprio para alcançar esse objetivo.
Carla Valerio
May 19, 2015 rated it really liked it  ·  review of another edition
Um dos maiores mestres na arte de contar histórias em língua portuguesa, Vergílio Ferreira carrega cada palavra deste livro com a emoção que lhe é tão própria e perante a qual o leitor não consegue deixar de sentir na sua própria pele os "cavalos do sangue", "facadas" e muita "neblina".
Mariana
Has bought the (rare) film in DVD for the multimedia experience.
http://www.imdb.com/title/tt0081113/?...
Ana
Nov 03, 2014 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: favorites
brilliant.
Pedro Henriques
nao consegui terminá-lo, muito pouco interessante, sem ritmo.
Noelle
Sep 30, 2013 rated it really liked it  ·  review of another edition
Foi para mim uma leitura mais agradável que "A aparição" do mesmo autor. Senti simpatia e solidariedade para com o personagem principal.
Ricardo
May 21, 2016 rated it really liked it
Mais uma bela obra deste grande senhor.
Nuno Simões
rated it really liked it
Oct 25, 2016
João L
rated it liked it
Apr 27, 2017
Teresa Santos
rated it really liked it
Aug 08, 2013
Levi
rated it it was amazing
May 21, 2009
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • Eurico, o presbítero
  • A Queda dum Anjo
  • A Confissão de Lúcio
  • A Sibila
  • O Medo
  • Aventuras de João Sem Medo: Panfleto Mágico em forma de Romance
  • Esteiros
  • As Pupilas do Senhor Reitor
  • Mau Tempo no Canal
  • O Primo Basílio
  • Só
  • Sinais de Fogo
  • No Meu Peito Não Cabem Pássaros
  • Contos Da Montanha
  • Lucky in Love
  • O Livro de Cesário Verde
  • Peregrinação
560047
VERGÍLIO FERREIRA nasceu em Gouveia, a 28 de Janeiro de 1916. Seminarista no Fundão, licenciou-se depois em Filologia Clássica na Universidade de Coimbra e foi prof. liceal em Faro, Bragança, Évora e Lisboa (desde 1959). Ficcionista e pensador, estreou-se com o romance O Caminho Fica Longe (1943) e o ensaio Sobre o Humanismo de Eça de Queirós (1943). Escritor dos mais representativos das letras po ...more
More about Vergílio Ferreira...

Share This Book

“(...) o peso da dor nada tem que ver com a qualidade da dor. A dor é o que se sente. Nada mais. Desisto definitivamente de me iludir com a minha força de adulto sobre o peso de uma amargura infantil. Exactamente porque toda a vida que tive sempre se me representa investida da importância que em cada momento teve. Como se eu jamais tivesse envelhecido. Exactamente porque só é fútil e ingénua a infância dos outros - quando se não é já criança.” 17 likes
“Do fundo do silêncio, eu ouvia subir o clamor da ribeira que ali passava perto. Assim estive longo tempo acordado e sem sono. O vento crescia pela escuridão do quintal, encurvava-se sobre o casarão e caía adiante, solenemente, como uma vaga. A montanha falava, de enorme bocarra aberta, a voz dos grandes medos do espaço.” 1 likes
More quotes…