Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “O Triste Fim de Policarpo Quaresma” as Want to Read:
O Triste Fim de Policarpo Quaresma
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

O Triste Fim de Policarpo Quaresma

3.73  ·  Rating details ·  4,084 ratings  ·  140 reviews

Livro em ótimo estado de conservação. Refilo em ótimo estado, capa em ótimo estado, lombada em ótimo estado, sem grifos, sem riscos, sem vincos, páginas em ótimo estado de conservação. Páginas e refilos amarelados. Codigo: 15837

- 22? Ed. 2009
Paperback, 176 pages
Published March 14th 2007 by Luso-Brazilian Books (first published 1911)
More Details... Edit Details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Community Reviews

Showing 1-30
Average rating 3.73  · 
Rating details
 ·  4,084 ratings  ·  140 reviews


More filters
 | 
Sort order
Start your review of O Triste Fim de Policarpo Quaresma
Oziel Bispo
Jul 30, 2017 rated it it was amazing
Acabo de ler "O triste fim de Policarpo Quaresma " do escritor Brasileiro Lima Barreto que este ano é o grande homenageado da Flip , uma festa literária que acontece no Rio de Janeiro com a presença de grandes escritores convidados.
Este livro conta a história do Major Policarpo Quaresma, um simples funcionário do governo que tem em seu coração um amor muito grande `a patria um patriotismo exagerado que sempre o coloca em perigo perante às autoridades e à sociedade. Uma das suas "loucuras " foi
...more
Mark
Dec 10, 2014 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Recommended to Mark by: Christiane
Shelves: favorites
A sadly underrated gem, this masterpiece of the Brazilian literature is a joy to read. Barreto's mastery of the language allows him to express complex sentiments in a very interesting and cohesive manner. This is the tale of a true patriot living under the wings of a State that thinks little of such values, and his struggle for the advancement of Brazilian society is as moving as it is pitiful.

The novel is divided into three parts, each with a specific tone and feeling to it, but they contribute
...more
Laura
Oct 14, 2008 rated it really liked it
O livro tem como personagem principal o Major Policarpo Quaresma, figura nacionalista que faz duras críticas ao presidente Floriano Peixoto. Policarpo encarna o ideal romântico do nacionalismo tardio, ao passo que Floriano Peixoto representa o poder facilmente mantido pela força, não tanto pela suficiência da força, mas pela inoperância da resistência.
Anna Elizabeth
Feb 11, 2018 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Recommends it for: Marie
Recommended to Anna by: Gabriel
This book was incredible. I'm putting this on my shelf with other literary historical fiction that really digs into human nature. Some of my favourite quotes that highlight what I'm talking about:

"As time passed, the revolt became a festivity, a public entertainment for the city. When a bombardment was announced on a Monday, the promenade of the Passeio Público would be crowded. It was like the old days, when it was fashionable to come out on clear nights to watch the moonlight sparkling on the
...more
Steven
"No one understands my aims. No one is interested in examining their significance. I am thought of as mad, foolish, obsessive—and life goes inexorably on. It is hideous and brutal." (220)
Poor Quaresma, poor Ismênia, and, in the end, poor Barreto.
...more
Beatriz Almeida
Jul 09, 2012 rated it really liked it
Recommended to Beatriz by: My ex-teacher who I remember the face not the name
Já ouvi muitas pessoas criticando essa obra e em defesa de Lima Barreto resolvi fazer uma resenha sobre esse livro intrigante. Confesso que depois da leitura minha visão sobre coisas brasileira mudou, então vamos lá!

'Triste Fim de Policarpo Quaresma' foi publicado pela primeira vez em folhetins em 1911. Ninguém queria publicar em formato de livro, então Lima Barreto juntou dinheiro e ele mesmo bancou a editoração em 1915.

O personagem principal, Policarpo Quaresma, é um exímio patriota, nada em
...more
Jonathan Bogart
The great Brazilian novel of the 1910s: but fittingly for the unsettled era between the great Naturalists like Machado de Assis and the Modernists of the 1920s, Policarpo Quaresma isn't a novel so much as a feuilleton, a serially-published newspaper story structured in episodic installments, lighter and more satirical (and on occasion more lyrical) than the reigning dogmatism of Naturalism would allow.

In fact the English-language equivalents that came to mind while reading were pre-Naturalists l
...more
João Vitor
Aug 17, 2020 rated it really liked it
Shelves: clássicos
Apesar do desenvolvimento do enredo e da temática serem muito bons, há um problema muito grave com relação à curva de tensão e ao desfecho, pois fica na história uma sensação permanente de irresolução
Alexandre Borges
Não acredite em quem diz que é apenas um retrato do Brasil do final do século XIX. É um perfil eterno, perene e incomparável da alma brasileira.
Steph Mostav
Triste fim não foi só o de Policarpo Quaresma, como também de Lima Barreto, que não chegou a ver o sucesso e o impacto que suas produções tiveram sobre a literatura nacional. Saber da história de vida de Barreto torna a história e o destino de Policarpo ainda mais tristes, assim como intensifica o sentido de suas mensagens e de suas críticas. E quantas críticas! O livro é recheado delas, muitas delas de uma ironia ácida que se assemelha à tradição machadiana, outras de um pessimismo angustiante. ...more
Álvaro Guilherme Andrade Rocha
Nov 14, 2016 rated it really liked it
Shelves: brasil
O notório Pré-Modernista Lima Barreto, cuja literatura possui traços de vertentes realistas e naturalistas (haja vista recorrentes reflexões psicológicas e reflexões socioculturais de personagens), em seu livro ''O Triste Fim de Policarpo Quaresma" retrata a estória do 'visionário' Major Policarpo com ironia, humor negro e inúmeras desconstruções dogmáticas e também ufanistas.
O enquadramento no qual a narrativa se desenvolve é instigante, um Brasil caótico e profundamente segregado política e e
...more
Walter
May 10, 2018 rated it liked it
Quase como uma crônica, Lima Barreto escreve "O Triste Fim de Policarpo Quaresma" para criticar direta e abertamente ao Brasil e ao brasileiro. Para este fim o autor utiliza o fanático patriota Policarpo Quaresma - personagem de caraterísticas quixotescas de um Brasil em plena revolução oligárquica de finais do século XVIII. Assim, Policarpo, infeliz pelo fato de não encontrar apoio nas suas ideias malucas -como instaurar o tupi como língua oficial do país -, decide apoiar a revolução dos milita ...more
Elizete Nicolini
Sep 16, 2017 rated it it was amazing
A classic and essential book written by Lima Barreto.
Matthew
Oct 11, 2019 rated it really liked it  ·  review of another edition
Lima Barreto is not part of the absurdist movement, but The Sad End of Policarpo Quaresma contains many elements that would gain the approval of members of that movement. Few works have debunked the futility of reactionary nationalist values better than Barreto’s novel.

His hero is a civil servant of limited intelligence and imagination. His life follows a very strict routine, though personally I do not find that as strange as Barreto seems to do. Is getting home from work at the same time every
...more
João Pedro
Mar 24, 2021 rated it really liked it
Não é um livro com uma boa história.

Quer dizer, não é um romance muito elaborado. Está mais para uma crítica à República. Apesar disso, não tiro o mérito de ser muito bem escrito e, talvez, quem sabe, ter sido considerado uma bomba para as pessoas daquela época.

O fato é que o enredo se passa durante os primeiros anos da República. Em um Brasil cheio de tensões por conta da queda da Monarquia, Policarpo Quaresma se mostra um grande patriota e faz de tudo para que o seu país seja a maior potência
...more
Maryna
Jul 02, 2020 rated it it was amazing
Uma obra prima! Um clássico da literatura brasileira, no qual Lima Barreto (que autor!) escreveu de maneira simples, objetiva todo o contexto brasileiro de sua época. Na história, se percebe as sátiras e ironias diante daquele governo e a crítica social em virtude das desigualdades desse período. Em diversos momentos, o narrador se coloca no lugar dos mais desfavorecidos, fala-se também da posição que as mulheres se encontravam e da elite brasileira. Incrível!
Renata Castro
Jun 14, 2020 rated it liked it
Foi possível compreender porque esse livro é bastante citado no colégio e vestibulares. Não deve mesmo ser esquecido! Temas relevantes mesmo após um centenário. Gostei de poder ler um clássico com calma, sem a pressão da prova, porém, ainda assim, achei algumas partes da escrita do Lima Barreto não fluíam bem, tornando a leitura arrastada. À sua maneira, Lima Barreto deixou um registro crítico e valioso do BR.
Mel
Dec 10, 2018 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: 2018
Lima Barreto era sem dúvidas inteligentíssimo, sua obra é recheada de críticas e muito importante para o entendimento da formação política, cultural e social brasileira. Apesar de ser um livro que não li com tanto prazer quanto outros que já li, é uma obra que, mesmo escrita há quase um século, possui alta relevância em nossa literatura.
Matheus Teixeira
Mar 05, 2020 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: classics, fiction
Optei por uma versão reduzida pois só queria relembrar alguns pontos da história.
A conclusão é que o livro se faz muito atual.
Claudio Mamede Kestener
Oct 10, 2017 rated it really liked it
triste realidade da história do Brasil...
batatairan1
Aug 03, 2018 rated it really liked it
Interessante o progresso da loucura (ou ingenuidade) no nacionalismo exagerado do personagem.
Percebi duras críticas ao brasileiro e essa cultura preguiçosa de garantir seu lugar num cargo do estado. Estranho ver que isso continua até hoje...
Ideides Nonato
Apr 10, 2021 rated it really liked it
Olhar crítico sobre o nacionalismo exacerbado.
Camylla Duarte
Jan 23, 2021 rated it it was amazing  ·  review of another edition
impressionante que o livro te avisa que vai ter um triste fim e quando esse triste fim chega você fica só: mas pra que isso lima barreto¿ que mal te fiz eu?
Felipe Cordeiro
Apr 08, 2019 rated it it was amazing
"Aquele domingo estava particularmente lindo, principalmente em Botafogo, nas proximidades do mar e das montanhas altas que se recortavam num céu de seda."

O nosso Dom Quixote brasileiro não merecia o triste fim. A história já conhecida, Policarpo Quaresma, funcionário público e apaixonado pelo Brasil é uma figura de respeito e admiração. Propôs o tupi-guarani como língua oficial, viu também na agricultura, na terra desse país o futuro da grande nação. Para muitos, um louco...

O livro é muito bom,
...more
Roberta
Mar 29, 2018 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: 2018, ebooks-2018
A experiência de ler uma das obras do colégio, depois de tanto tempo, foi muito prazerosa. Primeiro, essa edição da penguin companhia é primorosa em contextualizar a obra, só agora pude compreender melhor o contexto histórico no qual "O triste fim de Policarpo Quaresma" está inserido e a relevância da obra. Com esse entendimento, ficou bem mais fácil gostar de Lima Barreto. No início, o livro já me prendeu bastante, li quase 100 páginas de uma só vez, querendo aprender mais sobre os sonhos de Po ...more
Andre Piucci
Apr 20, 2016 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: favorites
"Na ficção, havia unicamente autores nacionais ou tidos como tais: o Bento Teixeira, da Prosopopéia; o Gregório de Matos, o Basílio da Gama, o Santa Rita Durão, o José de Alencar (todo), o Macedo, o Gonçalves Dias (todo), além de muitos outros.
De História do Brasil, era farta a messe: os cronistas, Gabriel Soares, Gândavo; e Rocha Pita, Frei Vicente do Salvador, Armitage, Aires do Casal, Pereira da Silva, Handelmann (Geschichte von Brasilien), Melo Moraes, Capistrano de Abreu, Southey, Varnhage
...more
Natacha Alencar
Dec 09, 2016 rated it really liked it
Às vezes estigmatizamos uma obra pelo ranço pós-vestibular, escola. O rótulo de "Dom Quixote do Brasil", compreensível dada a semelhança dos arquétipos, também nunca me animou.
Assim o "Triste fim de Policarpo Quaresma" ficou no limbo da minha estante por tanto tempo.
Este livro é, a meu ver, um tratado sobre o Brasil e sua sempre presente cultura da mediocridade, publicado em 1915 o que poderia muito bem ser 2016, 101 parasitários anos depois.

...more
Andre
An extremely patriotic man, who loves his country more than anything and dedicated his whole life to it, is bitterly let down and betrayed by it. The end of Policarpo Quaresma is indeed sad...

Overall the book was okay, but I thought the text was a little dry and unstimulating. I do praise the hints of feminism in Olga, that was bold of the author.
Maria Trevizam
Oct 19, 2016 rated it liked it
Muito bem escrito, mas eu acabei ficando irritada com o patriotismo excessivo do Policarpo (acredito que o objetivo do autor devia ser esse mesmo). No fim, o livro acaba sendo algo morno: não ruim, porém não excelente ao mesmo tempo.
maju
Dec 03, 2018 rated it liked it
Não consegui me conectar com o livro e, infelizmente, terminar foi uma tortura :(
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 next »

Readers also enjoyed

  • O Cortiço
  • Memórias de um Sargento de Milícias
  • Vidas Secas
  • Macunaíma
  • Iracema
  • Dom Casmurro
  • Senhora
  • O Alienista
  • Quincas Borba
  • Memórias Póstumas de Brás Cubas
  • Capitães da Areia
  • Morte e Vida Severina e Outros Poemas Para Vozes
  • São Bernardo
  • Auto da Compadecida
  • O guarani
  • Grande Sertão: Veredas
  • O Primo Basílio
  • Helena
See similar books…
85 followers
Afonso Henriques de Lima Barreto nasceu em 1881 na cidade do Rio de Janeiro. Enfrentou o preconceito por ser mestiço durante a vida. Ficou órfão aos sete anos de idade de mãe e, algum tempo depois, seu pai foi trabalhar como almoxarife em um asilo de loucos chamado Colônia de Alienados da Ilha do Governador.

Concluiu o curso secundário na Escola Politécnica, contudo, teve que abandonar a faculdade
...more

Related Articles

  Some people love books. Some people fall in love. And some people love books about falling in love. Every month our team sorts through...
38 likes · 8 comments
“Vivendo há trinta anos quase só, sem se chocar com o mundo, adquirira uma sensibilidade muito viva e capaz de sofrer profundamente com a menor coisa. Nunca sofrera críticas, nunca se atirou à publicidade, vivia imerso no seu sonho, incubado e mantido vivo pelo calor dos seus livros. Fora deles, ele não conhecia ninguém; e, com as pessoas com quem falava, trocava pequenas banalidades, ditos de todo dia, coisas com que a sua alma e o seu coração nada tinham que ver.
Nem mesmo a afilhada o tirava dessa reserva, embora a estimasse mais que a todos.
Esse encerramento em si mesmo deu-lhe não sei que ar de estranho a tudo, às competições, às ambições, pois nada dessas coisas que fazem os ódios e as lutas tinha entrado no seu temperamento.
Desinteressado de dinheiro, de glória e posição, vivendo numa reserva de sonho, adquirira a candura e a pureza d'alma que vão habitar esses homens de uma ideia fixa, os grandes estudiosos, os sábios, e os inventores, gente que fica mais terna, mais ingênua, mais inocente que as donzelas das poesias de outra época.
É raro encontrar pessoas assim, mas as há e, quando se as encontra, mesmo tocadas de um grão de loucura, a gente sente mais simpatia pela nossa espécie, mais orgulho de ser humano e mais esperança na felicidade da raça.”
2 likes
“E ela pensava como esta nossa vida é variada e diversa, como ela é mais rica de aspectos tristes que de alegres, e como na variedade da vida a tristeza pode mais variar que a alegria e como que dá o próprio movimento da vida.” 2 likes
More quotes…