Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Que Cavalos São Aqueles que Fazem Sombra no Mar?” as Want to Read:
Que Cavalos São Aqueles que Fazem Sombra no Mar?
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

Que Cavalos São Aqueles que Fazem Sombra no Mar?

3.5  ·  Rating details ·  141 Ratings  ·  12 Reviews
A acção decorre no Ribatejo, numa quinta onde se criam toiros. A mãe está a morrer e cada um dos filhos fala e conta a sua história, que se cruza com a história dos outros. Francisco, que odeia os irmãos e espera apropriar-se de tudo quando a mãe morrer; João, o preferido da mãe, pedófilo, que engata rapazinhos no Parque Eduardo VII; Beatriz, que engravidou e teve de casar ...more
Paperback, 376 pages
Published January 1st 2009 by Dom Quixote
More Details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Que Cavalos São Aqueles que Fazem Sombra no Mar?, please sign up.

Be the first to ask a question about Que Cavalos São Aqueles que Fazem Sombra no Mar?

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

(showing 1-30)
Rating details
Sort: Default
|
Filter
Andreia Moreira
May 13, 2013 rated it it was amazing
Recommends it for: A quem diz que não gosta de ALA
Proponho-vos um desafio: ler António Lobo Antunes (1942). Não se riam. É caso sério. Desistem assim sem uma tentativa, pelo menos? Vão estranhar se nunca o leram, é certo. Estou segura, porém, que uma vez enredados jamais o quererão abandonar. É um dos geniais autores portugueses cuja obra completa tenho, a par de outros tantos, a aspiração de conhecer inteiramente. Se tiverem em conta que uma existência não chegará para ler tudo quanto almejamos, conceberão quão grande é a atenção que lhe prete ...more
Cátia Santos
Jul 03, 2014 rated it it was ok
A escrita de Lobo Antunes não é fácil, mas acabamos por nos habituarmos a ela. Então porquê duas estrelas? Porque a história foi-se repetindo, e repetindo, ao longo de quase 400 páginas. Tenho dito! :)
R.B.
Jul 27, 2012 rated it really liked it
...Ou uma viagem às memorias de uma família. Ou uma viagem às memórias dos elementos de uma família. Ou uma viagem as memórias de cada um nós, no dia em que o nosso mundo se desfaz, uma viagem as profundezas da memória individual, não só de cada um, como de cada família, realizada através dos desabafos e das recordações de uma família de proprietários do Ribatejo.

É uma família atormentada pelas lembranças dos seus elementos, aquela que António Lobo Antunes nos traz nesta obra. Um pai morto e uma
...more
Soraia
Jan 13, 2010 rated it really liked it
I really enjoy reading Lobo Antunes, but I became curiously surprised at how this book moved me. The writing is clear and fluid, although I struggled through a few pages and had to read a few sentences more than once. This is not a book for you to read on the bus. You need to focus to fully understand the meaning of the words you're apprehending.
There's a lot of 'death' in his words. I understand his point of view, since he wrote part of this book while he was in the hospital and death was just
...more
Jorge Candeias
- Lobo Antunes is a great writer, with a great command of the Portuguese language;
- Lobo Antunes is not, however, a great storyteller;
- Nor is he a great character builder;
- His writing style is one of those you either love or get incredibly bored by it;
- I tend to get bored;
- Still, the quality of the writing, the images, that kind of stuff is great;
- If that's enough for you, you'll love this book... all of his books, in fact;


More, in Portuguese, at: http://lampadamagica.blogspot.com/201...
Fabíola Maciel
Sep 28, 2011 rated it did not like it
LETRAS ILETRADAS:
http://letrasiletradas.blogspot.com/2...


What are those horses that make a shadow on the sea?

The set for this race already envisioned many obstacles.

António Lobo Antunes has a difficult and scary writing. Each chapter seems endless. Ideas, thoughts, facts are questioned in every line of the book. How can the reader not question himself?

All families have dramas. Each one has its own. This books joins a family that lives in Ribatejo, Portugal, and has every possible misfortunes.

Th
...more
Ângela Serrão
Sep 23, 2013 rated it liked it
Confesso desde já que esperava ter uma primeira leitura de Antunes arrebatadora - isso não ocorreu. Em termos de escrita, não é uma escrita nada acessível e bastante complexa, daí não aconselhar o livro a qualquer tipo de leitor. O autor brinca com a gramática e a pontuação mas, caso já tenhas lido Saramago, acabamos por acompanhar António Lobo Antunes passado 2/3páginas. Portanto, a parte externa já o torna então um autor um tanto elitista.

O real problema deste livro - o quanto se enrolou e dem
...more
Ozzie&Nita
Nov 14, 2011 rated it liked it
A acção decorre no Ribatejo, numa quinta onde se criam toiros.
A mãe está a morrer e cada um dos filhos fala e conta a sua história, que se cruza com a história dos outros.
Francisco, que odeia os irmãos e espera apropriar-se de tudo quando a mãe morrer; João, o preferido da mãe, pedófilo, que engata rapazinhos no Parque Eduardo VII; Beatriz, que engravidou e teve de casar cedo; Ana, a mais inteligente, drogada e frequentadora dos mais sinistros lugares onde se trafica droga.
Há ainda a figura do p
...more
Reginacm
Jul 06, 2010 rated it liked it
Shelves: novel, 2010, portugal
António Lobo Antunes é um grande escritor. As suas frases são marcantes, a forma como conta a história é o que mais se destaca nesta obra. Contudo, o livro não me prendeu como outros. Infelizmente...

Crítica de Ana Cristina Leonardo
Inês
Nov 08, 2010 rated it it was ok
Estava desejosa de acabar. Esperei até ao fim por uma reviravolta, por algo que compensasse as 400 páginas, e nada. Fica a ideia que se lhe tirasse 200 das páginas do meio ninguém ia reparar e a leitura acabaria mais cedo. Ao princípio gostei, para o fim foi penoso.
Sónia
Jul 03, 2011 rated it really liked it
Shelves: owned
Difícil, duro e brilhante...impossivel ser-se indiferente...fico sempre com um aperto cá dentro depois do António Lobo Antunes....agora preciso de um policial levezinho para desanuviar!
Anabela Mestre
Feb 23, 2014 rated it really liked it
Um livro de António Lobo Antunes no seu melhor.
Um livro que recomendo vivamente a quem for apreciador do género.
Catem
rated it liked it
Jun 25, 2012
Fabrício Tavares De Moraes
rated it really liked it
Jan 29, 2017
Joana
rated it liked it
Dec 23, 2012
Gonçalo
rated it really liked it
Feb 05, 2015
Marta
rated it really liked it
Oct 19, 2013
Rafael
rated it really liked it
Nov 29, 2014
Gisela Roldão
rated it liked it
Jul 03, 2011
Vítor
rated it liked it
Apr 11, 2014
Ana Campos
rated it really liked it
Jan 03, 2013
Isa
rated it really liked it
Feb 19, 2012
Rúben
rated it liked it
Aug 09, 2011
Jose Araujo
rated it it was amazing
Jul 16, 2014
Isa Crowe
rated it did not like it
Apr 03, 2013
Nuno
rated it liked it
Jun 03, 2012
Emanuel
rated it really liked it
Nov 19, 2013
Mónica Almeida
rated it it was ok
Feb 03, 2011
Rui Saraiva
rated it really liked it
Mar 24, 2011
Gia Costinha
rated it really liked it
Dec 30, 2012
« previous 1 3 4 5 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • O Pintor Debaixo Do Lava-Loiças
  • Céu Em Fogo
  • A Sibila
  • O Primo Basílio
  • Livro
  • Poesia Lírica
  • As Pupilas do Senhor Reitor
  • Húmus
  • História de Portugal
  • Uma Viagem à Índia
  • Manhã Submersa
  • Excuse me while I wring this long swim out of my hair
  • Contos Da Montanha
  • Horto De Incêndio
  • The Architect of Flowers
  • Eurico, o presbítero
  • It's Getting Later All the Time
  • A Máquina de Fazer Espanhóis
40485
At the age of seven, António Lobo Antunes decided to be a writer but when he was 16, his father sent him to medical school - he is a psychiatrist. During this time he never stopped writing.
By the end of his education he had to join the Army, to take part in the war in Angola, from 1970 to 1973. It was there, in a military hospital, that he gained interest for the subjects of death and the other. T
...more
More about António Lobo Antunes...
“- Lá fazê-lo soube-te bem não soube?
e não me soube bem fazê-lo, sabe-me bem o pó, sabia-me bem que a minha mamã, nem isso, sabia-me bem ser uma invenção de quem escreve não uma pessoa meu Deus, não me tornem pessoa, dêem-me sensações de papel, sofrimentos de papel, remorsos de papel que a gente rasga e desfaz”
0 likes
“mas quem dá por um eco na água se ela própria água feita de ecos também, aqueles que dizem sentir a água enganam-se, sentem a memória dela” 0 likes
More quotes…