Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “O Amor dos Homens Avulsos” as Want to Read:
O Amor dos Homens Avulsos
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

O Amor dos Homens Avulsos

4.07  ·  Rating details ·  411 ratings  ·  45 reviews
No calor de um subúrbio carioca, um garoto cresce em meio a partidas de futebol, conversas sobre terreiros e o passado de seu pai, um médico na década de 1970. Na adolescência, ele recebe em casa um menino apadrinhado de seu pai, que morre tempos depois num episódio de agressão. O garoto cresce e esse passado o assombra diariamente, ditando os rumos de sua vida. Essa ...more
Paperback, 160 pages
Published August 2nd 2016 by Companhia das Letras
More Details... Edit Details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Community Reviews

Showing 1-30
Average rating 4.07  · 
Rating details
 ·  411 ratings  ·  45 reviews


More filters
 | 
Sort order
Start your review of O Amor dos Homens Avulsos
Vitor Martins
Apr 11, 2017 rated it really liked it
Descobri esse livro por acaso. Livro nacional, contemporâneo, protagonista gay e capa bonita. YAS!
Ganhei de aniversário. YAAAS!

Dei uma lida na orelha para saber do que se tratava e descobri que O amor dos homens avulsos é "mistura de ficção machadiana com ~happening oswaldiano~, de crônica de saudade com um experimentalismo quase amoroso".

Tá.

Comecei a ler com um pouquinho de receio (e um pouquinho de preconceito). Medo de ser pedante demais ou iluminado demais ou machadiano demais. Medo ser
...more
Marcela Dantés
Apr 15, 2018 rated it it was amazing
Reler esse livro agora, que coisa difícil, doída e doida. Um dos romances mais importantes dos dias atuais, um choque. Um buraco. Um puta livro de um puta escritor. E a gente que perde, perde e dá vontade de nunca mais rrarrarrir. Vai bem, Victor Heringer.
Robledo Cabral
Feb 27, 2017 rated it it was amazing
Bárbara Heliodora, crítica de teatro e especialista na obra de Shakespeare, costumava dizer que qualquer brasileiro poderia encenar “O Auto da Compadecida”. Não porque a peça é excessivamente simplória, mas porque qualquer homem ou mulher nascido no Brasil se enxerga ali. O “Auto” é verdadeiro para qualquer brasileiro porque a realidade de um país atravessado por pobreza e sacralidade nos é imensamente familiar – é com ela que convivemos todos os dias, direta ou indiretamente, por vivência ou ...more
Felipe
Oct 09, 2016 rated it really liked it
Não sou particularmente afeito
aos remergulhos de releituras
mas era preciso dar um aperto
de mãos um abraço um afago e
era preciso que o fim fosse
próximo sempre foi era o
amor por cosmim e pelo queím
e a temperatura alta do romance
melhores palavras de adeus
e não até logo apenas tchau
era preciso matar de novo
o macho apodrecido da novela
tropical e ensinar aos pequenos
iletrados literatos o que é
o suave das costas da mão
era esse o amor dos homens
o suave das costas da mão
sendo ensinado outra vez
é isso a
...more
zoni
Oct 02, 2018 rated it really liked it
Victor Heringer é um autor insano de tão bom. Estou ainda estou tentando entender como ele conseguiu de forma tão simples escrever uma obra tão profunda, delicada, densa, e tão poética. Minhas lágrimas com certeza não foram em vão, esse texto realmente merece cada uma das minhas emoções.

Fazia um bom tempo que estava com esse volume na lista de leitura, e me arrependo de ter demorado tanto para começar a leitura. É um livro cheio de insights, narrado por um personagem que não se deslumbra com
...more
Marilia Ramos
May 27, 2018 rated it really liked it
Difícil avaliar esse livro e balizar seus mil elementos... Emannuel e eu tivemos uma ótima discussão e dá para entender melhor a nota aqui: https://cartasmarcadasblog.wordpress....
Mateus Bandeira
Feb 23, 2017 rated it really liked it
Da ternura como potência. Lindo demais, e cruel na medida séria - quando necessário. Muito surpreso e feliz por ter lido esse livro.
Leandro
Jan 25, 2019 rated it it was ok
Shelves: lidos-2019
não curti muito, mas quero dar mais uma chance pro autor e ler ''gloria'' logo que possivel
Mateus C. Bacchini
Oct 14, 2019 rated it it was amazing
“Todo idílio termina em tempestade, e da tempestade à enchente são poucas horas. [...] A enchente logo virá dilúvio e o dilúvio, oceano. Aí vem o luto, que é lento e quieto sobre a face das águas, mas no fundo é fértil: o plâncton surge logo, os corais se formam, nascem peixes e algas e polvos e cardumes de golfinhos e baleias cospem água pra o alto e o enlutado uma hora se reanima”
Emannuel K.
Essa foi uma das leituras que fiz para o Clube do Livro da Cartas Marcadas! Para conferir o que eu (e a Marilha!) achei sobre o romance indicando ao prêmio Oceanos que conta uma história de primeiro amor e sua lembrança no bairro (fictício) do Queim, é só dar um pulo no nosso blog: https://cartasmarcadasblog.wordpress....
Jella
Jan 20, 2018 rated it it was amazing
O amor dos homens avulsos me deixou sem palavras. A maturidade narrativa do autor, a honestidade do protagonista e o ritmo singular da prosa me levaram ao encantamento completo. O tom mordaz de Camilo, que narra as memórias e o presente desta história, faz deste livro tão nostálgico quanto melancólico: sua perspectiva endurecida, magoada, suas visitas constantes a um passado de amor e tragédia, além do pessimismo marcante de seus desabafos, fazem deste personagem impossível de largar. A ...more
Felipe Vieira
Oct 09, 2017 rated it liked it
3,8

O Amor dos Homens Avulsos é um livro nacional que narra a história de um amor que não durou o tempo que deveria durar. Um primeiro amor que foi intenso nas suas duas semanas e que teve um fim trágico.

Camilo, o protagonista, é quem narra os acontecimentos no livro. As narrações ficam entre os dias atuais e a sua infância/pré-adolescência no Rio de Janeiro. A história criada pelo Victor Heringer é bem real e EXTREMANTE gostosa de se ler. O capítulo sobre Camilo que amou Cosmim e fulano que foi
...more
Julia Coppa
Aug 27, 2018 rated it it was amazing
Muito difícil construir essa história sem pensar na história do Victor –ainda mais por falar tanto de vida e morte, implicitamente e não.

Realmente tiveram momentos que precisei fechar o livro e respirar um tantinho por uns segundos, me tocou muito. Como falar de pessoas avulsas que contêm uma humanidade visceral dentro delas? Victor consegue. Foi meu primeiro contato com o autor e já me fez criar laços de carinhos eterno. Você ouve por ai que ler os livros do Victor é isso, parece que você já
...more
Felipe Capelin
Aug 06, 2018 rated it it was amazing
Espetacular, trata de maneira bem “brasileira” um assunto importante. Uma escrita sensível e ao mesmo tempo agressiva, impossível não sentir a raiva do autor ao escrever certas passagens, o que leva a sentir um teor autobiográfico no livro. Foi uma leitura que me surpreendeu, não imaginei que ficaria tão impressionado. E infelizmente não teremos mais trabalhos dessa pessoa tão talentosa, a literatura brasileira perde. Fique em paz Victor, e que sua família fique bem pois eles tem motivos para se ...more
Simone Az
Oct 02, 2016 rated it liked it
uma linguagem super fresca, fluida, com imagens inventivas. um livro cheio de ótimas "viradas"que surpreendem e dão ritmo à história. achei o final meio cortado, um pouco confuso, com uma virada narrativa que não funcionou muito. mas super vale a leitura.
Amanda Lemes
Mar 05, 2019 rated it it was ok
Shelves: 2019, brazil
Ai, tá sendo bem difícil avaliar esse livro e vou explicar o porquê. Eu amei completamente a escrita, não sei nem expressar o quão deleitada fiquei com o estilo do Victor. É coisa simples, mas bastante poética, gostosa e criativa. Amei também que o livro não se prende apenas à comunicação verbal, ele apresenta fotos, desenhos e outras coisinhas inventivas ao longo da história que complementam muito bem. Outro fator que me agradou bastante é que a história soa bastante familiar, num sentido de ...more
Ana Beatriz
Oct 16, 2018 rated it it was amazing
Último romance do autor carioca Victor Heringer, O amor dos homens avulsos é um livro definitivamente arrebatador e impossível de parar de ler.

Quente como o sol que o narrador odeia e amarelo como os subúrbios do Rio de Janeiro, é um livro narrado por Camilo que aos 50 anos está lembrando-se de seu primeiro amor. A maior parte da história passa-se na década de 1970 quando Camilo recebe em sua casa o Cosme, menino trazido por seu pai.

Inicialmente Camilo o odeia. Ignora o motivo pelo qual o
...more
Izamara Silva
Oct 12, 2018 rated it really liked it
Shelves: 19-20-birthday
"Eu fiquei. Cosmim desapareceu e eu fiquei, como o tentáculo amputado de um polvo"
Ana Nehan
Mar 30, 2018 rated it really liked it
“Onde é que começa o amor ninguém lembra”.
Marcio Ribeiro
Nov 05, 2017 rated it really liked it
Inicialmente, preciso destacar que gostei muito da escrita de Victor Heringer.

O livro narra a história de Camilo, que relembra o início de sua adolescência passada nos anos 1970, quando Cosme (Cosmin), menino café com leite, é trazido por seu pai para casa da família e passa a morar com eles. O amor entre os dois meninos. Não esperem história de amor romântico e tal. É amor. Ponto final.

Logo no início temos a noção de que haverá uma tragédia (ou algumas tragédias) mais a frente. E em seu
...more
Filipe Matzembacher
A âncora no estúdio pergunta: onde estão os pais dessas crianças numa hora dessas? Quando cortam de volta para o estúdio, a âncora olha para a câmera como uma mãe triste, mesmo se não for mãe, mesmo se for um homem. E segue: a Defesa Nacional diz isso; o prefeito decreta isso. Outras notícias.

Camilo não quer ser alvo do olhar decepcionado da mulher na TV. No Queím, a enchente é boa porque cria anticorpos, é o que dizem. Mas o Renato não. Já proibiu, proibirá de novo. O menino vai rir, rarrarrir
...more
Vinícius Mizobuti
Aug 10, 2018 rated it it was amazing
Livro incrível, abordando temas com os quais muitos de nós, brasileiros, podemos nos identificar. O amor da infância, o grupo de amigos da rua, as descobertas da puberdade, a solidão do mundo adulto. E tudo isso englobado e misturado com tanta naturalidade, que faz com que em momento nenhum o livro pareça forçado, mesmo quando reproduz de maneira explicita suas referências.

Uma pena só ter descoberto esse livro depois do recente falecimento do autor que com toda certeza, deixou uma marca profunda
...more
Fernanda Turino
Apr 01, 2018 rated it it was amazing
Há tempos um amigo me indicou o livro. Ele dizia ser maravilhoso e mais. Admito que estava com certo medo de ele não atingir minhas expectativas. Eu estava errada.
Os homens avulsos têm vidas ordinárias, mas por isso mesmo incríveis.
Camilo e Cosmin vivem uma história de amor breve e cheia de intensidades.
A narrativa vai e volta ao passado e muda até mesmo de pessoa. A leitura flui e a gente mal nota que as páginas estão passando e o fim se aproxima. Eu deveria ter lido antes.
Ozmar Pedroza
Dec 21, 2018 rated it it was amazing
Shelves: diversos, otra-lengua
"Meu Cosmim foi perdendo os traços ao longo do tempo. Já não lembro bem como era seu o rosto, só umas linhas gerais, uns nacos requentados milhões de vezes na imaginação: a cara de quando ele provou limonada sem açúcar. a retorção da primeira vez."

La historia contada por Victor Heringer es cálida, cadenciosa y, a veces, asfixiante, situando magistralmente al lector en ese Río de Janeiro en el verano de 1970. El relato de la historia de amor de Camilo, el narrador, con Cosme, es bien llevada a
...more
Paloma Palacio
Mar 04, 2019 rated it really liked it
This review has been hidden because it contains spoilers. To view it, click here.
Josué Neves
Jul 26, 2019 rated it it was amazing
A atração esquisita pra esse livro foi estabelecida pelo título. Acho ele peculiar. Quis conhecer quem eram os homens e avulsos e por que eram avulsos.
Comecei numa noite difícil, de pensamentos angustiados e fui levado numa narrativa conversada, trespassada de contribuições do narrador (sobre o clima, as pessoas, as novelas, os costumes etc) que às vezes sem ser necessárias, eram essenciais à história. Victor constroi um novelo de trivialidades comuns, uma rotina simples permeada por tudo aquilo
...more
Ygor Medeiros
Sep 03, 2019 rated it it was amazing
Por que as coisas são do jeito que são?
Talvez não tenha sido o único a relutar durante a leitura deste livro. A morte é iminente e, passadas algumas páginas, já fora anunciada. Mas por que ainda temos esperanças em Cosmim? Talvez a minha leitura tenha demorado justamente para não ter que lidar com a morte do garoto e toda a violência contida nas páginas do livro. Do ódio se fez o amor e, em referência ao capítulo 35, dentre vários outros nomes próprios de vários casais outros, o Camilo amou o
...more
Vic Heinz
Apr 18, 2018 rated it really liked it
Na teoria, “O Amor dos Homens Avulsos” é um livro sobre o primeiro amor. Nele, o amor é empoderado de tal forma, que ele se torna a única coisa capaz de dar sentido à vida e transformá-la. O problema é que esse primeiro amor passa, o morno não serve mais e o livro se revela bastante sombrio.

O livro mostra que o amor é uma redenção e uma maldição e, assim como o amor, o livro transita entre o lúdico e o brutal, entre o doce e o amargo, nos intoxica pela ternura, comove pela violência, sublima
...more
Yan Loureiro
Sep 02, 2018 rated it liked it
"ONDE É QUE COMEÇA O AMOR NINGUÉM LEMBRA."

Aproveitei a indicação do migo (que agora não usa mais insta e não pode ser marcado nesse post) e caí de cabeça nesse livro que apesar de curtinho me deixou com as emoções meio confusas. Nos apresentou um protagonista LGBT que é bem difícil de engolir no início, mas quando a gente finalmente começa a entender o que se passa naquela cabecinha rola um salto pra um outro momento da vida dele que eu, pessoalmente, achei bem chatinho. MAS SUPER VALE A
...more
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »

Readers also enjoyed

  • O Sol na Cabeça
  • O Peso do Pássaro Morto
  • Olhos D'água
  • A Vida Invisível de Eurídice Gusmão
  • O Paraíso São os Outros
  • Enterre seus mortos
  • Caderno de Memórias Coloniais
  • A Resistência
  • Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios
  • Chicas muertas
  • Diary of the Fall
  • Um Útero é do Tamanho de um Punho
  • Ricardo e Vânia: O maquiador, a garota de programa, o silicone e uma história de amor
  • As Coisas
  • Uma Mulher no Escuro
  • A Obscena Senhora D
  • There Once Lived a Woman Who Tried to Kill Her Neighbor's Baby: Scary Fairy Tales
  • A Máquina de Fazer Espanhóis
See similar books…
41 followers
Victor Doblas Heringer (Rio de Janeiro, 27 de março de 1988 – Rio de Janeiro, 7 de março de 2018) foi um escritor brasileiro. Recebeu o Prêmio Jabuti em 2013, pelo romance Glória, e foi finalista do Prêmio Oceanos 2017, por O amor dos homens avulsos.
“Sempre achei que tinha vindo ao mundo não para estar nele, mas para ter estado, ter sido, ter feito. Nasci póstumo.” 2 likes
“Meu instinto inicial foi odiá-lo. Queria furar seus olhos, fazê-lo desaparecer da face do planeta. Sei lá por quê. O ódio não tem razão nem propósito. O amor tem propósito, mas o ódio não. O amor serve para a perpetuação da espécie humana, protege da esterilidade e das solidões mais fatais. O ódio é maior, tem mais tentáculos e fala com mais bocas do que o amor. O amor é uma função fisiológica, o ódio é uma fome sublime e furiosa. É o motivo pelo qual somos a espécie dominante do planeta. O ódio é a perpetração da espécie.” 1 likes
More quotes…