Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Um Útero é do Tamanho de um Punho” as Want to Read:
Um Útero é do Tamanho de um Punho
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

Um Útero é do Tamanho de um Punho

3.66  ·  Rating details ·  560 ratings  ·  53 reviews
Em seu segundo livro, a gaúcha Angélica Freitas reúne 35 poemas marcados por uma visão crítica extremamente original, animada por um humor que deixa o leitor em suspenso entre a seriedade e o riso. Os versos precisos revelam o domínio da poeta sobre a linguagem.

Um útero é do tamanho de um punho tem a mulher como centro temático: procurando definir que figura feminina é ess
...more
Kindle Edition, 96 pages
Published October 8th 2014 by Cosac & Naify (first published September 6th 2012)
More Details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Um Útero é do Tamanho de um Punho, please sign up.

Be the first to ask a question about Um Útero é do Tamanho de um Punho

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

Showing 1-30
3.66  · 
Rating details
 ·  560 ratings  ·  53 reviews


Filter
 | 
Sort order
Gabriela Ventura
Nov 23, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: poesia
Uma anedota muito gabrielesca: esse livro saiu em 2012 pela Cosac Naify e eu passei um bom par de anos torcendo o nariz pra ele só porque o título fala de útero.

Quem me conhece sabe a minha cara de AH PRONTO para qualquer implicação sagrado-feminino-vamos-fazer-uma-ciranda.

Nada contra quem romantiza (tenho até amigas que são), porém: o meu útero serve para 1) doer, 2) descompensar minhas ideias com alterações hormonais ao longo do mês e 3) me lembrar de que, por um acaso fisiológico, faço part
...more
Luisa Geisler
Feb 07, 2017 rated it it was amazing  ·  review of another edition
OH MY GAWD ESTE LIVRO
Germano
Dec 30, 2012 rated it really liked it  ·  review of another edition
Alguém poderia dizer que é um excelente livro de poesia que trata da "condição feminina", mas a obra é muito mais do que isso. Com domínio do discurso poético, e com irreverência, Angélica Freitas escreveu poemas que radicalizam a presença das mulheres na literatura, ao produzir seguindo o que se poderia chamar de um axioma: e se o "sujeito da poesia" - expressão que uso para evitar o parnasiano "eu lírico" - fosse mulher, que tipo de poemas teríamos? Por isso que não é um livro apenas sobre uma ...more
Raquel Silva
O primeiro livro de poemas que li para o Projeto Ler Poesia e não comecei mito bem. Não é um livro mau mas simplesmente não me identifiquei com nenhum poema e não senti nada. Com um título que promete, estava à espera de mais.

opinião completa: https://sohappy-withbooks.blogspot.fr...
Adriana Scarpin
Não há palavras ou frases feitas suficientes para descrever o quanto gostei desse livro. Obra prima feminista.
Anna Braga
Eu não consigo dar 2 estrelas, mas se eu fosse um pouco mais fria e menos apaixonada em literatura, eu daria duas. Porque gostei de oito poemas, que, na minha opinião, são muito bons, mas só oito.
Tany
Meu conhecimento de poesia ainda é minúsculo, principalmente quando falamos de obras brasileiras e/ou de autoras lésbicas. É gratificante ler algo tão político que fala tanto com a realidade de todas as mulheres. Sou muito grata por esse livro ter aparecido em algum momento na minha frente e planejo reler diversas vezes. Agora a única coisa que quero é ler e reler mais Angélica.
Juliana
Jun 15, 2016 rated it it was ok  ·  review of another edition
3.5 na verdade. Gostei bastante de alguns poemas, interessante o que ela faz, mas apesar disso pouco bateram fundo em mim, em tenho que dizer que alguns outros passaram batidos, ou acabei não entendo o ponto dela.
Raíssa
Mar 07, 2016 rated it it was amazing  ·  review of another edition
LIVRO MA-RA-VI-LHO-SUMMM
MERECE SER LIDO
RELIDO
DEPOIS VOMITADO
PEGUE O VOMITO
BATA NO LIQUIDIFICADOR
REPITA O PROCESSO
N-1 VEZES
Julia Dutra
May 28, 2018 rated it really liked it  ·  review of another edition
bobo e pretensioso
Laura Cunha
http://leiturasdelaura.blogspot.com.b...

Mais um livro de uma autora brasileira, meio que só pra dizer que eu li algo de literatura nacional esse ano. Mas, ao mesmo tempo preciso dizer que estava namorando esse livro desde a Bienal que aconteceu em setembro desse ano, e onde acabei não comprando o bendito porque o estande da editora estava cheio demais e eu já estava sem paciência.

Mas depois eu o vi novamente na Livraria Cultura e não resisti. Comecei a ler agora no final do ano, e como o livro é
...more
Aline Job
Feb 25, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
Que livro! Que livro!
Não só "Um útero é do tamanho de um punho" representa uma obra estética e de experimentação poética que vive o seu tempo e uma posição de fala que tanto me inspira, como ela consegue falar daquilo que diz respeito à mulher/às mulheres de uma forma orgânica.
Há poemas inesquecíveis, ainda que o poema que dá nome ao livro seja o melhor de todos (na minha leitura). Gente, que livro.
Leiam porque é poesia, leiam porque a autora é mulher, leiam porque é muito bom.
Carolina
Jul 17, 2018 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Livro lindo. Poesias curtas e profundas. Angélica Freitas consegue retratar o sentimento de uma geração.
Patrícia Gomes
Em Um útero é do tamanho de um punho, Angélica faz uma poesia fina, direta e cheia de verdade, com um humor inteligente, meio que jocoso, com uma doce certa de ironia, força de alguém que não tem medo das palavras, ao contrário, as usa muito bem e sabe pra onde as está levando.

Como o próprio título sugere, o mote de suas poesias é o feminino, as mulheres, é um livro feminista? Sim, mas não é de e nem há panfletagem. Há denúncia, mas não é algo bruto; ela observa e relata como a mulher é vista, a
...more
Júlia Ribeiro
Jun 04, 2016 rated it really liked it  ·  review of another edition
Poemas favoritos: mulher de vermelho, eu durmo comigo, um útero é do tamanho de um punho.

Única ressalva ao livro é o poema "mulher depois", que eu achei bem problemático:

"queridos pai e mãe
tô escrevendo da tailândia
é um país fascinante
tem até elefante
e umas praias bem bacanas

mas tô aqui por outras coisas
embora adore fazer turismo
pai, lembra quando você dizia
que eu parecia uma guria
e a mãe pedia: deixem disso?

pois agora eu virei mulher
me operei e virei mulher
não precisa me aceitar
não precisa nem
...more
Amanda Tracera
Jan 31, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
Eu achei um livro divertido. Os poemas são sobre temas sérios, mas eles não chegam na boca do estômago e reviram tudo, os tapas não vêm (em grande maioria) tão fortes. Me peguei rindo às vezes, adorei especialmente os poemas finais.
Juliane Mendes
Sep 19, 2016 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Quando achei que os poemas não tinham como ficar melhores, eles ficaram - e com a ajuda do google. Ironia & temas pesados & leveza na linguagem rápida.
Felipe
[english below]
Li este 'Útero' da Angélica Freitas sem grande pesquisa prévia, mesmo porque seu título faz um trabalho bastante claro em explicitar que ali se investiga o nascimento e pertencimento da mulher, e meu veredito foi de que se tratava de um exemplar regular de poesia contemporânea. A visão se mantêm, mas a surpresa ao perceber as reações apaixonadas à escrita da Angélica me fez notar que é um livro importante para um mulher leitora, e talvez minha percepção esteja um pouco prejudicada
...more
Agnes
Mar 05, 2019 rated it really liked it  ·  review of another edition
{3,5}
angélica freitas, herdeira dos marginais, discute questões de gênero num tom debochado e muito divertido. não só temos exclusivamente mulheres protagonistas nesses poemas, como são mulheres que não costumamos ver em poesia, mulheres subversivas e que constroem novos significados dentro dos versos, mulheres que agem mais que sofrem. alguns poemas são muito mais fortes e bem trabalhados do que outros, mas acho que no geral é um livro bem interessante no que se propõe a fazer, que é colocar al
...more
Isabel
Apr 11, 2019 rated it really liked it  ·  review of another edition
"Un útero es del tamaño de un puño" es un libro tan ácido e inteligente como el poema que le da nombre . Toda la poesía de Angélica Freitas es breve, casi sin imágenes, casi sin metáfora, solo anécdotas, hechos, cosas que observa y escribe desprovistas, pareciera, de toda emocionalidad.
Sus poemas de 4 versos son filo y solo dejan espacios, que podrán ser llenados o no por el recuerdo de quién lee. Haciendo poema lo que no es un poema.
Todo el libro tiene referencias literarias precisas, que esco
...more
Fernanda Turino
Eu não me conectei com quase nenhum poema do livro. Não que tenha achado ruim, mas não rolou aquela química, sabe?
Talvez eu tenha criado uma grande expectativa com relação a ele ou talvez eu tenha preconcebido o livro achando que ele ia ser uma coisa meio "meu útero é sagrado", numa vibe "feminista conectar com meu sagrado feminino" (uma coisa que não sei se entendi até hoje, porque quando a cólica ataca eu não gosto do meu útero não) e não foi isso que encontrei. O que é até bom, porque não sou
...more
Danilo
May 03, 2017 rated it did not like it  ·  review of another edition
Não há nada pior que poesia ruim e esse livro está cheio deles. Há alguns poemas razoáveis(Mulher de vermelho e um poema sobre uma mulher que gosta de enfiar dedos nos cús dos outros), um poema incrível(Mulher depois). Mas tirando isso tudo que temos é uma coletânia de poemas baratos, previsíveis e sem impacto. Eu senti ódio com alguns desses "poemas" pois não são nada além de palavras escritas no formato de verso. O lixo de Maya Angelou, Charles Bukowski e Emily Dickinson são melhores que qualq ...more
Patrícia Colombo
Mulher de vermelho

o que será que ela quer
essa mulher de vermelho
alguma coisa ela quer
pra ter posto esse vestido
não pode ser apenas
uma escolha casual
podia ser um amarelo
verde ou talvez azul
mas ela escolheu vermelho
ela sabe o que ela quer
e ela escolheu vestido
e ela é mulher
então com base nesses fatos
eu já posso afirmar
que conheço o seu desejo
caro watson, elementar:
o que ela quer sou euzinho
sou euzinho o que ela quer
só pode ser euzinho
o que mais podia ser
Julia Boechat
Um livro ótimo, com poemas feministas, poemas experimentais, poemas que parodiam o poeta grego Cavafy para falar de turismo de massas. Amei muito Um útero é do tamanho de um punho, Argentina, 3 Poemas com o Auxílio do Google, Mulher de Vermelho, Mulher depressa, Mulher de respeito, e outros.
Leticia
Nov 18, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: poetry
Excelente coleção de poemas, com alguns que ficam marcados dentro da alma pelo soco no estômago que dão. Super recomendado para quem não tem muito costume de ler poesia e quer se aventurar mais no gênero.
Evelyn
Jul 12, 2017 rated it liked it
Shelves: 2017, leiamulheres
Uma leitura bem leve e tranquila, apesar de trazer temas pesados.

Vale a leitura:
- 3 poemas com auxílio do Google
- mulher depois
- um útero é do tamanho de um punho (fica um pouco estranho em alguns momentos)
Lucas Besen
Angélica nos traz uma poesia que, à primeira vista, parece simples. Mas seu conteúdo nos toca profundamente, principalmente em seus poemas mais criativos. Quero reler no futuro porque devorei sua poesia muito rapidamente.
Rodrigo Cardoso Ribeiro
Um baita livro. Li super rápido.
Aliás tive que ler depois de ouvir TODOS os poetas do Brasil citarem esse livro em saraus e entrevistas.
Raizza de Souza Vasconcelos Pimentel
Um livro que merece ser lido, mas que merece três estrelas ou até quatro; não gostei de mais da metade dos poemas, então, eu deixo três mesmo.
Joás Alexandre
Dec 22, 2018 rated it really liked it  ·  review of another edition
Temas (e problemáticas) atuais numa linguagem deliciosa em sacadas que quando você menos imagina te atinge como um soco no estômago , Angélica Freitas te conheci ontem mas já sou teu fã 😍
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • Poemas
  • Poética
  • Caderno de um Ausente (Trilogia do Adeus, #1)
  • Toda Poesia
  • Libertinagem / Estrela da Manhã
  • O Livro das Semelhanças
  • Amora
  • Profissões para mulheres e outros artigos feministas
  • Claro Enigma
  • O Que é Lugar de Fala?
  • Vermelho Amargo
  • Como se estivéssemos em palimpsesto de putas
  • O Caderno Rosa de Lori Lamby
  • Obra Completa
  • Olhos D'água
  • Eu e Outras Poesias
  • Sonetos de Camões
  • A via crucis do corpo
37 followers
Nasceu em 8 de abril de 1973, em Pelotas, Rio Grande do Sul. Estudou jornalismo em Porto Alegre, na UFRGS. Trabalhou como repórter no O Estado de S. Paulo e na revista Informática Hoje, em São Paulo. Atualmente dedica-se à tradução de poesia e ao segundo livro, com pequenos poemas de viagem pela Bolívia. Publicou em diversas revistas como Inimigo Rumor, Diário de Poesía (Argentina) e aguasfurtadas ...more