Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “The Night Watchman” as Want to Read:
The Night Watchman
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

The Night Watchman

by
3.91  ·  Rating details ·  401 ratings  ·  58 reviews
Chief Inspector Henrique Monroe of the Lisbon Police Department is not your usual cop. Eccentric, elliptical – and stunningly observant – his peculiar behavior at crime scenes is legendary. But his colleagues put up with it because, in the end, Monroe's the best of the best. But he has a double-sided secret. And when he's called to investigate the brutal slaying of well-co ...more
Paperback, 422 pages
Published 2014 by Corsair (first published October 1st 2013)
More Details... Edit Details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about The Night Watchman, please sign up.

Be the first to ask a question about The Night Watchman

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

Showing 1-30
Average rating 3.91  · 
Rating details
 ·  401 ratings  ·  58 reviews


More filters
 | 
Sort order
Start your review of The Night Watchman
Teresa
Sep 23, 2013 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: n-eua, e5
"Talvez as nossas segundas oportunidades sejam os únicos fantasmas que alguma vez nos aparecem."

De vez em quando tenho necessidade de ler um policial. Talvez seja uma forma de exorcizar os meus demónios, ao sofrer com histórias onde seres traumatizados e desequilibrados, consumidos por desejos e inquietações, são incapazes de controlar o seu lado negro. No entanto, ultimamente desencantei-me por este género literário devido às overdoses, de personagens sem alma e enredos monótonos, às quais su
...more
Cátia Santos
Dec 21, 2013 rated it really liked it  ·  review of another edition
"A Sentinela" é um livro que gira, aparentemente, à volta de um crime, mas que vai muito para além de um policial comum. Retrata o modo como as marcas de uma infância infeliz e sofrida se refletem em adulto, como é o caso do nosso protagonista, e dos vários escapes para se lidar com tal. Além disso, a atenção do leitor vai-se centrar noutros crimes para lá do inicial, realidades essas bem mais preocupantes. No fundo, este livro é isso: um retrato cruel e duro da sociedade dos nossos dias, onde a ...more
José Gomes
Oct 23, 2013 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Richard Zimler, de quem só tinha lido O Último Cabalista de Lisboa, esmera-se meste A Sentinela, cruzando géneros com o génio de quem domina as ferramentas que prendem o leitor à narrativa e às personagens.

À superfície, estamos perante um policial que se vai desenrolando em bom ritmo, na Lisboa da actualidade, com avanços e recuos na investigação de um crime, deixando o leitor suspenso das revelações do capítulo seguinte. Mas, lendo com mais profundidade, A Sentinela é uma obra que também denunc
...more
Jose Santos
Jun 22, 2014 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: 2014, policial
Do que gostei mais deste policial? Das personagens. A história é interessante mas o que mais me cativou foram as personagens e a ligações entre elas.
Uma dura critica à sociedade e à impotência da justiça contra certa gente que faz o que quer e fica impune. Ou talvez não.
A dupla Hank e G. são muito interessantes. Acho que mereciam uma sequela.
Rita
A desconstrução do policial.
Rita Moura de Oliveira
Eu sou sempre suspeita quando escrevo sobre Richard Zimler, porque sou sua fã desde o primeiro livro, O último cabalista de Lisboa. Por isso, já podem perceber que só vou dizer bem.

Para começar, este livro é um policial que começa com o assassínio de um homem influente em Lisboa. E prossegue com a investigação sobre o sucedido. Mas é muito, muito mais do que isso. É também o regresso à infância do detetive que segue o caso, uma infância passada na América do Norte profunda atormentada pelos pais
...more
Susan
Jun 13, 2014 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Richard Zimler is the author of many books, including the impressive “The Warsaw Anagrams,” a mystery set in the Warsaw ghetto. Having enjoyed that particular novel very much I was thrilled to see that he had a new crime novel out and, as expected, it is something a little different from the ordinary.

Set in Portugal, where the author lives, the main character is Chief Inspector Hank (known as Henrique) Monroe. Monroe left his native Colorado, along with his brother Ernie, and they have made the
...more
Fortunecooki
Nov 17, 2014 rated it it was amazing
Not what I usually ready but it was brilliant. Such a unique style of writing with characters that were so interesting. The development of these characters was wonderful to watch, and it touched me so many time throughout the story. Highly recommend.
Patrícia
This review has been hidden because it contains spoilers. To view it, click here.
Beth
Nov 12, 2018 rated it it was amazing
A friend gave this to me to read but didn't say anything about it other than it was set in Lisbon. I really enjoyed it--the mystery, the setting, the characters, the twists. I'll be looking others by this author.
Patrícia
Num registo completamente diferente do habitual (o que só prova o talento e a versatilidade deste escritor) Zimler apresenta-nos Hank Monroe, americano de nascimento, Português de coração, inspetor da policia Judiciária e atualmente encarregue de investigar o homicídio de Pedro Coutinho, um rico construtor civil que aparece morto na sua própria casa.
Mas este não é um policial típico e Monroe é tão mais que apenas o investigador que a minha atenção se desviou amiúde do crime para se centrar nesta
...more
Margarida
Richard Zimler é um bom escritor. Gostei de 'O Último Cabalista de Lisboa', 'A Sétima Porta', 'Os Anagramas de Varsóvia' e a incursão ao mundo de uma adolescente portuguesa nos EUA em 'A Ilha Teresa', mas não consegui entrosar-me com este seu último livro, um policial. A acção desenrola-se em Lisboa, em 2012, a personagem principal é Henrique - Hank - Monroe, inspector-chefe da Polícia Judiciária. A mistura das duas histórias, o homicídio de um construtor civil rico, as suas amizades com persona ...more
Raquel
Feb 01, 2014 rated it really liked it  ·  review of another edition
Adoro policiais, sou uma leitora compulsiva deste género literário e quando muitas vezes me dizem que é um género menor, fico a pensar no que é que esta gente anda a Ler! Para quem já era, como eu fã do Richard Zimler ler esta sua incursão por este género é uma delicia, a forma como ele escreve, a densidade psicológica dada às personagens principais é arrebatadora, se a literatura policial é um género menor, recomendo que leiam este livro e revejam alguns conceitos e ideias.
A Sentinela acaba por
...more
Sónia
Oct 03, 2013 rated it really liked it  ·  review of another edition
Foi a minha estreia com Richard Zimler. Com tão boas referências ao autor, andava ansiosa para ler um livro dele e, quando esta oportunidade surgiu, decidi agarrá-la.

Uma obra que não é policial mas também não é romance e esse foi um dos factores que fez com que o meu entusiasmo inicial se fosse evaporando um pouco. Para começar, não se centra na investigação propriamente dita, mas sim mais na figura de Monroe, o inspector-chefe que lidera o caso. Criou, a meu ver, alguma confusão a "mistura" ent
...more
Maria
Oct 01, 2013 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: own, romance
A Sentinela não é um policial comum: o protagonista não é o assassino, nem vítima, mas simplesmente O inspector Henrique Monroe e o seu alter ego: Gabriel, ou Sentinela.

O assassinato de um empresário da construção civil, abastado e com grandes influências por parte da classe política levam à cena do crime o inspector Monroe e Lucy, polícia que investiga, pela primeira vez, este género de crime.(...)

http://marcadordelivros.blogspot.pt/2...
...more
Ana Lúcia
Oct 04, 2013 rated it it was amazing  ·  review of another edition
A Sentinela, como todos os outros livros de Richard Zimler é excelente.
Um policial, diferente do habitual, que nos envolve da primeira à última página.
Babete
Dec 25, 2013 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Um policial invulgar que demonstra bem o autor excepcional que é Richard Zimler, imperdível!
João Roque
Jan 30, 2018 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: narrativa, policial
Gostei bastante de "A Sentinela", um livro que não posso considerar um policial puro, pois vai além disso, por um lado, mas por outro nos apeteceria por vezes que a investigação policial fosse mais intensa.
É que há neste livro um crime para investigar, um suicídio para explicar e uma infância terrivelmente difícil de dois irmãos muito especiais, luso descendentes mas passada nos EUA; assim sendo há pano para mangas mas o que realmente sobressai no livro é a personagem do inspector Monroe, encarr
...more
António Ganhão
A Sentinela, de Richard Zimler, é um policial surpreendente, lúcido e corajoso. Mais do que abordar a realidade portuguesa atual, Zimler deixa-nos um retrato profundo do ser humano, das suas fragilidades e do seu lado indizível. O caminho iniciático para a idade adulta, esse precipitar em poços profundos, donde somos resgatados pela luz de se ser único na vida de alguém.

Ler mais em Acrítico - leituras dispersas


...more
Sónia
Oct 24, 2015 rated it really liked it  ·  review of another edition
Recommended to Sónia by: Fátima Teodoro
Shelves: borrowed
Mesmo num tom diferente, o Zimler continua a não desiludir.
Evalunasylva
Feb 27, 2014 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: 2015, policial
Adorei!
Qualquer semelhança com a realidade da política e da sociedade portuguesa não é pura coincidência, é mesmo um retrato muito fiel. Escandalosa e habilidosamente fiel.
Sandra
Sep 30, 2014 rated it really liked it
Excellent book! I'll be reading more by this author, whose correct name is Zimler.
Jota-p
Jul 02, 2018 rated it really liked it  ·  review of another edition
Antes de mais nada, devo começar por dizer que sou um indefectível leitor das obras de Richard Zimler (já li praticamente todas), pela simples razão de que adoro tanto as suas histórias como, acima de tudo, a maneira como ele as conta.
Como tal, fazer um comentário isento sobre este autor é-me muito difícil, pois não considero nenhum dos seus romances maus, ainda que haja um ou outro do qual não gostei tanto: é o caso de À Procura de Sana e de Meia-Noite ou o Princípio do Mundo, não por estarem
...more
Diana Agudo
Jan 24, 2020 rated it it was amazing  ·  review of another edition
Shelves: mistery-crime
Li a versão Inglesa desta obra e apenas descansei quando consegui encontrar o livro em Português. O Sr. Zimler conseguiu ler perfeitamente a crise económica e as suas reprecurssões na psique portuguesa. O Inspector Monroe continua a ser uma das persdornagens mais fascinantes que tive o prazer de conhecer nos últimos tempos.Houve uma série de perguntas que ficaram sem resposta mas que podem ser encaradas comouma porta entreaberta pelo autor para que o leitor possa tirar as suas próprias conclusõe ...more
Reinaldo Lourenço
Foi uma leitura difícil, morosa :(
Já há algum tempo q queria ler um livro deste autor americano mas radicado cá em PT há mais de 20 anos. Escolhi este livro porque estar mais dentro do meu género preferido (policial) mais longe do género preferido do autor (romance histórico).
A parte policial do livro até acaba por ser a menos relevante uma vez q o autor acaba por explorar bastantes temas/problemas da nossa sociedade atual.
Não consigo explicar mas a escrita do autor não me cativou :( mas pronto,
...more
Diana Agudo
One of the best books that I have read in the last months. Mr. Zimler made me care for Henrique Monroe and for his family. There is a lot of questions that didn't get a aswwer, because the author decide to leave those aswers to our, readers, imagination, but I would love to see a sequel to this book, where we could met again Monroe and his wife Ana, and the children. i recomend this book to all lovers of mistery and crime.
Catarina
Sep 16, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
É uma história interessante, sendo que a personagem principal tem particularidades de personalidade, traduzidas na Sentinela. Não gostei do final, uma vez que achei pobre face à história central - não principal.
Derek Bridge
Dec 14, 2019 rated it liked it
This somewhat tried my patience. The narrator has dissociative identity disorder; everyone seems to know it, except his wife (FFS). And from there, we get a big mish-mash of a book.
Ricardo Moreira
May 11, 2018 rated it really liked it  ·  review of another edition
Gostei do livro, mas o fim... Fez com que não levasse as cinco estrelas.
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »

Readers also enjoyed

  • Frei Luís de Sousa
  • Felizmente Há Luar!
  • A Luz de Pequim
  • A Chave de Salomão
  • The Stone Raft
  • O Ano Sabático
  • Virtual Vandals (Tom Clancy's Net Force Explorers, #1)
  • Sei Lá
  • Auto da Barca do Inferno
  • Winter Journal
  • Until I Say Goodbye: A Book about Living
  • Il tempo invecchia in fretta
  • Honour of the Grave (Angelika Fleischer #1)
  • Os Livros Que Devoraram o Meu Pai
  • The Lives of Others
  • Uma Aventura na Amazónia
  • The Stories of Eva Luna
  • A sombra do que fomos
See similar books…
333 followers
Richard Zimler was born in Roslyn Heights, a suburb of New York, in 1956. After earning a bachelor's degree in comparative religion from Duke University (1977) and a master's degree in journalism from Stanford University (1982), he worked for eight years as a journalist, mainly in the San Francisco Bay area. In 1990, he moved to Porto, Portugal, where he taught journalism for sixteen years, first ...more

News & Interviews

You might know comedian Colin Jost from his work as the co-anchor of Saturday Night Live’s Weekend Update, or perhaps you know him as Scarlett Joha...
52 likes · 13 comments
No trivia or quizzes yet. Add some now »
“Será que todos levamos a vida que levamos porque temos de saber por que razão as coisas aconteceram da maneira que aconteceram, e se elas poderiam ter-se combinado de um modo diferente para produzir algo mais terno e significativo e permanente?” 0 likes
More quotes…