Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Estorvo” as Want to Read:
Estorvo
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

Estorvo

3.22  ·  Rating details ·  762 Ratings  ·  34 Reviews
A campainha insiste, o olho mágico altera o rosto best-seller atrás da porta e compre o narrador inicia chico buarque uma trajetória obsessiva, livraria pela qual depara com situações e Estorvo personagens estranhamente familiares.Narrado em primeira pessoa, Estorvo se mantém constantemente no limite entre o entretanto sonho e a vigília, premiado projeções de um chico buar ...more
Paperback, 160 pages
Published August 2nd 1991 by Companhia das Letras (first published 1991)
More Details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Estorvo, please sign up.

Be the first to ask a question about Estorvo

Community Reviews

(showing 1-10)
Rating details
Sort: Default
|
Filter
Daniel
Aug 26, 2010 rated it it was ok
Depois de ler Budapeste, estava curioso por ler a obra, logo a primeira, que lhe valeu o prémio Jabuti.

O autor descreve uma série de poucos dias na vida de um anónimo em perpétua fuga. Tal como o título sugere, este homem é um estorvo da sociedade. Quase nada é revelado do seu passado e a história inicia-se como se tivéssemos subitamente encarnado no personagem principal, que inicia a fuga, e não pára mais até ao final. Mas não é conclusivo.

Um pouco como Sampsa na Metamorfose e Meursault em O E
...more
Rosa Ramôa
Mar 29, 2014 rated it really liked it  ·  review of another edition
O mundo é um estorvo*
Jesus Bravo
Una novela extraña donde las palabras surgen con prisa y logran trasmitir desasosiego cuando es necesario, es decir, en toda ella. El autor tiene una forma hermosa y particular de centrarse en el detalle, describiendo recuerdos que se mezclan con la fantasía y ésta con la realidad concurrente, tal y como nos ocurre habitualmente a los que somos algo soñadores. No obstante, el protagonista no parece soñar, más bien delirar, haciendo esfuerzos semi-fructuosos por contar su historia. Es una novela ...more
Y.
Aug 06, 2011 rated it liked it
Me prendeu mais que Benjamim e me entusiasmou menos que Leite Derramado. O protagonista, que não tem nome, nem bem vive nem morre, vagueia. Vagueia perdido, obsessivo não se sabe bem com o quê e contemplando a hipocrisia e a decadência da sociedade em que vive, da irmã e da mãe que o sustentam, da ex-mulher, dos ex-amigos, do ex-apartamento, enfim, tudo em sua história falhou ou foi perdido. Esse homem é o estorvo do mundo em que vive.

Resumido assim parece uma história deprimente de um vagabundo
...more
Jim Fonseca
Oct 19, 2013 rated it really liked it  ·  review of another edition
Here's a scene that gives the essence of this book: A character is knifed in the stomach in a dispute. He has no money, so he boards a bus, thankful that the bus driver takes pity on his condition and does not charge him the fare. Bleeding, he rides the bus, hopeful that at the end of the ride someone else will pity him and give him change to call his mother. It is fitting that the theme of this book is really the contrast between the ultra-rich and the poverty stricken. After all, this is Brazi ...more
Pedro Pereira
Leitura muito díficil. Vale pelo que descreve mas não pelo que narra. Um excelento uso da língua portuguesa, com uma riqueza de figuras de estilo acima da média. Tem situações muito caricatas, no limite entre o rídiculo e o non-sense, que são muito divertidas de ler mas fazem com que o fio da história se vá perdendo e enrolando, até já não termos qualquer expectativa em relação ao seu fim, sentindo que é plausível que termine a qualquer momento.
O livro não é, então, uma história convencional, ma
...more
Joana
Muito, muito estranho, mas dá para ver que o escritor escreve muitíssimo bem e consegue manter um bom ritmo narrativo, alucinante e constante. Não tem momentos mortos, apetece sempre ler mais e mais.
César Lasso
Sometimes I have a feel that life is surreal... the protagonist in this story might have the same feeling if he ever stopped for a minute to think.
Allan MacDonell
Apr 05, 2017 rated it it was amazing  ·  review of another edition
The Kafka of Brazil turns out to be a bossa nova pop singer. Chico Buarque has released too many albums to count, and a singular debut novel, Turbulence. An unnamed protagonist proceeds with no apparent purpose through landscapes of menace and decay. Stabilizing societal norms no longer apply. Buarque’s narrative is linear but seems to go nowhere, and inverts reality all along the way. A feeling of queasy apprehension comes in early, and it’s not easily calmed even after Turbulence is done.
Yumi Kaioh
Jun 09, 2017 rated it really liked it  ·  review of another edition
Shelves: owned-books
Eu vi nisto uma espécie de Húmus, motivo que me levou a apressar a leitura. Vi mal, certamente, lavei os óculos, sequei-os, voltei a pô-los. Húmus é um grande salto, Raul Brandão está no ramo mais alto da árvore, mas este Estorvo não está assim tão mau.
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • El País del Carnaval
  • A Varanda do Frangipani
  • Quantas Madrugadas Tem a Noite
  • Nação Crioula
  • Parábola do Cágado Velho
  • O Caso Morel
  • A Casa Quieta
  • Memorial de Aires
  • Histórias do Fim da Rua
  • Antología Poética
  • Ciranda de Pedra
  • Cartas de um Sedutor
  • Manuelzão e Miguilim
  • Morreste-me
  • Os Três Casamentos de Camilla S.
  • O Teu Rosto Será o Último
  • No Meu Peito Não Cabem Pássaros
33620
Francisco Buarque de Hollanda is popularly known as Chico Buarque, is a singer, guitarist, composer, dramatist, writer and poet. He is best known for his music, which often includes social, economic and cultural commentary on Brazil and Rio de Janeiro in particular.

Son of the academic Sérgio Buarque de Hollanda, Buarque lived in several locations throughout his childhood, though mostly in Rio de J
...more
More about Chico Buarque...

No trivia or quizzes yet. Add some now »

“E quando amanhece, não é o dia que nasce no horizonte, é a noite que se recolhe no fundo do vale” 1 likes
More quotes…