Caio Fernando Abreu


Born
in Santiago, Brazil
September 12, 1948

Died
February 25, 1996

Genre


Caio Fernando Loureiro de Abreu nasceu no dia 12 de setembro de 1948, em Santiago, no Rio Grande do Sul. Jovem ainda mudou-se para Porto Alegre onde publicou seus primeiros contos. Cursou Letras na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, depois Artes Dramáticas, mas abandonou ambos para dedicar-se ao trabalho jornalístico no Centro e Sul do país, em revistas como Pop, Nova, Veja e Manchete, foi editor de Leia Livros e colaborou nos jornais Correio do Povo, Zero Hora, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo.

No ano de 1968 — em plena ditadura militar — foi perseguido pelo DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), tendo se refugiado no sítio da escritora e amiga Hilda Hilst, na periferia de Campinas, São Paulo.

Considerado um dos
...more

Average rating: 4.11 · 3,899 ratings · 176 reviews · 44 distinct worksSimilar authors
Morangos Mofados

4.03 avg rating — 1,226 ratings — published 1982 — 9 editions
Rate this book
Clear rating
O Ovo Apunhalado

3.94 avg rating — 308 ratings — published 1975 — 5 editions
Rate this book
Clear rating
Os Dragões não Conhecem o P...

4.43 avg rating — 253 ratings — published 1988 — 7 editions
Rate this book
Clear rating
Onde Andará Dulce Veiga?: U...

4.12 avg rating — 236 ratings — published 1990 — 14 editions
Rate this book
Clear rating
Ovelhas Negras

3.88 avg rating — 186 ratings — published 1995 — 5 editions
Rate this book
Clear rating
Triângulo das Águas

4.11 avg rating — 180 ratings — published 1983 — 6 editions
Rate this book
Clear rating
Pequenas Epifanias

4.34 avg rating — 146 ratings — published 2006 — 6 editions
Rate this book
Clear rating
Fragmentos: 8 Histórias & 1...

4.04 avg rating — 118 ratings — published 2000 — 3 editions
Rate this book
Clear rating
Limite Branco

4.02 avg rating — 109 ratings — published 1970 — 4 editions
Rate this book
Clear rating
Pedras de Calcutá

3.96 avg rating — 74 ratings — published 1996 — 5 editions
Rate this book
Clear rating
More books by Caio Fernando Abreu…
“-Você tem um cigarro?
-Estou tentando parar de fumar.
-Eu também. Mas queria uma coisa nas mãos agora.
-Você tem uma coisa nas mãos agora.
-Eu?
-Eu.”
Caio Fernando Abreu, Morangos Mofados

“De vez em quando eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno, bem no meio duma praça, então os meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta, mas tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme. só olhando você, sem dizer nada só olhando e pensando: “meu Deus, mas como você me dói de vez em quando…”
Caio Fernando Abreu
tags: amor

“Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder as minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar — e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.”
Caio Fernando Abreu
tags: amor

Topics Mentioning This Author

topics posts views last activity  
The Next Best Boo...: OFFICIAL SPRING CHALLENGE - 2009 6453 8768 Jun 14, 2009 02:57PM  
Challenge: 50 Books: Carol´s 2009 Reading Goal \o/ 2 86 Aug 12, 2009 11:34AM  
The World's Liter...: Oxford Anthology of the Brazilian Short Story 15 105 Nov 23, 2011 10:54AM  
Around the World ...: Brazil 45 2952 Apr 21, 2019 11:11AM