Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Eurico, o Presbítero” as Want to Read:
Eurico, o Presbítero
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating

Eurico, o Presbítero (O Monasticon #1)

3.35 of 5 stars 3.35  ·  rating details  ·  543 ratings  ·  14 reviews
Alexandre Herculano foi um dos nomes mais significativos da literatura e da história em Portugal no séc. XIX. Eurico, o Presbítero (1884) é uma de suas obras fundamentais. A narrativa é um emocionante romance épico de cavalaria em que o personagem Eurico se vê forçado a escolher entre o amor à sua pátria e a fé em Deus.
Paperback, 204 pages
Published April 1st 1980 by Europa-América (first published 1844)
more details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Eurico, o Presbítero, please sign up.

Be the first to ask a question about Eurico, o Presbítero

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

(showing 1-30 of 890)
filter  |  sort: default (?)  |  rating details
Helena
Gostei muito deste livro e gostei dele pelas seguintes razões:

1. É um romance histórico medieval escrito com uma linguagem repleta de «rococós» mas que nos mostra, exemplarmente, a filosofia romântica dos princípios do século XIX;

2. Constitui uma crítica aos cânones da Igreja por não permitir que os padres se casem e por estes terem que abdicar da felicidade terrena que é necessária à sua concretização espiritual como homens;

3. Retrata um período da nossa História que, por vezes, é um pouco negl
...more
Caio
A história de um homem como aos “modernitchos” é coisa alguma senão tema de análise mui fria e abalizada. Não me parece bom começar o texto assim, mas a edição que li, da Editora Martin-Claret, obrigou-me a isto. As numerosas notas do editor, depois de ler desavisado as primeiras, quis riscar todas nas páginas adiante, para não correr o risco de ler qualquer delas novamente. Eram comentários frouxos e tontos de um senhor (ou, quem liga?, senhora...) que imagino ter lido com pincenê, por puro cha ...more
Cristina Torrão
Quando andava no liceu, este livro era de leitura obrigatória, penso que no 11º ano. Apesar disso, não me lembrava de quase nada, apenas de um clérigo em reflexões enlevadas e aborrecidas pela montanha.

Aproveitando a sua existência como ebook gratuito no Projecto Adamastor, descarreguei-o para o meu Sony. Confesso que estava curiosíssima, pois aquilo que achamos aborrecido aos 16 anos, por vezes, encanta-nos, depois de termos passado os quarenta. Além disso, Alexandre Herculano foi um grande his
...more
Virgilio Machado
Em Eurico o Presbítero há uma intriga amorosa ao lado do enredo político-militar. O livro é poema, é crónica e é lenda romântica. Nos capítulos IV, V e VI, há páginas repletas de sentidas expressões líricas. É aqui que Eurico é o perfeito «alter-ego» do autor. Sob a batina goda do presbítero temos de descortinar o filosófico engenho poético de Herculano, com a sua conhecida propensão para a meditação, para a reflexão profunda sobre os problemas do homem. Além de poema este livro é crónica. Isso ...more
Beatriz Fernandes
A romantic like Herculano could only write in such a prodigiously beautiful way. It's the descripyions (of the sun, the sea, the sky, the mountains, the earth), it's the dialogues, it's the historico-(or)fictional narraions. In addition of rescuing from the past the History of a people, our/mine (probably) ancestor (Visigodos, "Visigoths") of which little is known, or what is known is not sufficient to the reconstruction of the people (men and women), societies maybe (I almost knew nothing; now ...more
Nádia Batista
A sugestão de ler este livro como parte dos Desafio Literários (Clássico - Romance, Diversidade Literária - Romance Histórico) foi-me dada numa conversa, quando eu já tinha decidido ler Ivanhoe, de Walter Scott. Decidi escolher o autor português, pois pareceu-me uma boa maneira de ir conhecendo mais clássicos portugueses, e pelas opiniões que tinha lido do livro, pareceu-me uma boa opção.

Infelizmente, não podia estar mais enganada. Foi um livro extremamente cansativo de ler, com uma escrita que
...more
Nightingale_jt
I thought Herculano to be a nice writer, meaning an easy one to read. But it was very difficult sometimes! I had to read pages again to understand where was I in therms of narrative. And the narrative is so complex!
Don't get me wrong, I liked the narrative and the book in general, specially Eurico and Hermengarda characters. I don't give this book five stars because the writing is so complex and I got lost very often. If you like romance, history, stories that occur in the past, this book is fo
...more
Iceman
Apreciador de romances históricos, não podia deixar de efectuar uma homenagem pessoal ao iniciador do romance histórico em Portugal que, seguindo o modelo de Wlater Scott, fez reviver velhas tradições medievais, reconstruindo toda uma sociedade onde gentis cavaleiros tentavam conquistar imponentes castelos: Alexandre Herculano.
Alexandre Herculano foi um dos mentores do movimento romântico, logo, a sua obra reflecte as tendências do romantismo. Historiador e escritor, Herculano que, diga-se de pa
...more
Mauro
Muito curioso como o Eça de Queiroz, na Ilustre Casa de Ramires, emula o estilo romântico do Alexandre Herculano, de que Eurico, o Presbítero é bom exemplo.

É um livro de enredo simples, mas com a estrutura bem costurada. O vocabulário e a construção frasal, embora às vezes alienígenas para os modernos ouvidos brasileiros, são deliciosos.

De resto, vale muito pelo valor histórico, principal preocupação aparente do autor, sobretudo porque trata de um período da história a que nos acostumamos a diz
...more
Pedro da Silva Mesquita
Uma excelente obra que foi um prazer reler passados tantos anos. Apesar de uma linguagem dificil e própria do século XIX, as suas descrições e a profundidade dos sentimentos dos personagens são excepcionais.
Brener Leopoldino
Herculano é Tolkien da literatura lusa, incrível!!
Gema
Um livro meio secante no inicio e que acaba por ter um desenvolvimento interessante. Fala-nos de um cavaleiro que todos têm medo e só no fim é nos dada a informação de quem é este cavaleiro tão temivel.
Olinda Gil
Tão romântico que nos escapa o "histórico". Talvez o meu defeito foi ter lido este livro em busca do histórico.
Ana Margarida
For school (but loved this story!)
Cláudia Costa
Cláudia Costa marked it as to-read
Dec 20, 2014
Grazi
Grazi marked it as to-read
Dec 19, 2014
Kennet
Kennet marked it as to-read
Dec 18, 2014
Pedro Rebelo
Pedro Rebelo marked it as to-read
Dec 17, 2014
Alldrago Alldrago
Alldrago Alldrago marked it as to-read
Dec 15, 2014
Ana Gerós
Ana Gerós marked it as to-read
Dec 14, 2014
Ana
Ana marked it as to-read
Dec 19, 2014
Adriana Matos
Adriana Matos marked it as to-read
Dec 01, 2014
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 29 30 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • A Queda dum Anjo
  • Contos
  • Uma Família Inglesa
  • Esteiros
  • Manhã Submersa
  • A Confissão de Lúcio
  • O Livro de Cesário Verde
  • A Sibila
  • Contos da Montanha
  • Frei Luís de Sousa
  • Peregrinação
  • Mau Tempo No Canal (Biblioteca De Autores Portugueses, Obras Completas de Vitorino Nemésio, vol. VIII)
  • Aventuras de João Sem Medo: Panfleto Mágico em forma de Romance (Biblioteca de Bolso Literatura #3)
865765
Alexandre Herculano de Carvalho e Araújo was a Portuguese novelist and historian. Born of humble stock, his grandfather was a foreman stonemason in the royal employ.

Privation had made a man of him, and in his works he proves himself a poet of deep feeling and considerable power of expression. The stirring incidents in the political emancipation of Portugal inspired his muse, and he describes the b
...more
More about Alexandre Herculano...
A Dama Pé-de-Cabra (Biblioteca de Verão, #14) O Bobo Lendas e Narrativas Lendas e Narrativas (tomo #2) O Bispo Negro

Share This Book