Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Estórias Abensonhadas” as Want to Read:
Estórias Abensonhadas
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

Estórias Abensonhadas

4.17  ·  Rating Details  ·  342 Ratings  ·  12 Reviews
Depois de Terra Sonâmbula estas estórias fazem regressar o imaginário moçambicano pela mão de Mia Couto. Se o romance deste autor moçambicano nos transportou para o universo trágico da guerra, estas breves histórias são flagrantes do renascer do país, depois da assinatura do Acordo de Paz. Reúnem-se aqui contos, alguns já publicados em jornal, em que se inscreve o mesmo es ...more
Paperback, 186 pages
Published by Caminho (first published January 1st 2012)
More Details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Estórias Abensonhadas, please sign up.

Be the first to ask a question about Estórias Abensonhadas

Community Reviews

(showing 1-30 of 575)
filter  |  sort: default (?)  |  Rating Details
Ana
Apr 02, 2015 Ana rated it it was amazing
Shelves: contos, mocambicanos
Pirilampo literário, Mia Couto. "Mia Conto" (como lhe chama Ondjaki). Estes contos têm um brilho luminoso, impossível não seguir na noite escura, até às estrelas. Nos romances acho por vezes que a história é secundária, um mero pretexto para exercitar a sua feitiçaria. Aqui as histórias importam tanto como a forma como são contadas, com os trocadilhos, as palavras inventadas, sonhadas e abençoadas. Mágico!
António Ganhão
Em tempo de guerra, a terra guardou, inteiras, as suas vozes. Esse parece ser o testemunho deste livro de contos. Moçambique adiou-se durante a guerra civil, secou como terra à falta de chuva, mas não perdeu a sua voz. “Onde restou o homem sobreviveu semente, sonho a engravidar o tempo. …No escuro permaneceram lunares”.

Ler mais em AcrÌtico - leituras dispersas



Paloma
Feb 13, 2014 Paloma rated it really liked it  ·  review of another edition
Mia poetizando as narrativas em prosa perfeitamente nessa seleção. Talvez a mais difícil por ser justamente muito poética, muito fantástica e muito triste.

E tem que ser assim o refazer pós-guerra: cheio de maravilhas e esperança. Gosto da expectativa que temos no conto "os olhos fechados do diabo do advogado". Uma expectativa de sexo que no final é lágrima de olhos fechados feito beijo.

Porém estou pegando birrinha dessas estorietas curtas publicadas em jornal. Vou voltar pros romances.
Lilian Tavares Prado
Oct 06, 2015 Lilian Tavares Prado rated it really liked it
Nunca vi uma escrita tão...doce! O livro é ótimo e os neologismos do Mia criam uma realidade à parte, dando um sentido incrível para as palavras.
Calene Vieira
Jan 07, 2016 Calene Vieira rated it it was amazing
de ler... um deleite!
Dessyslava Timcheva
Jul 03, 2015 Dessyslava Timcheva rated it it was amazing
Mia Couto é um favorito meu.Ele combina histórias do africano em face da situação difícil no seu continente com outras absolutamente fora da temática do racismo.Este livro é o melhor livro de contos que tenho lido no último ano.É tudo que posso dizer.
Mizé Fernandes
Mia Couto nasceu em Moçambique e escreve de uma forma única e original.

Adoro este escritor e a sua originalidade e mestria no uso de neologismos que brotam da terra...

Contos variados em que é preciso consultar o glossário para compreender certas expressões ou palavras:)

Maggie Pollo
Contos que reproduzem a tradição oral africana, neste exemplo no contexto do pós-guerra de Molambique. Mia Couto escreve em prosa poética, mistura planos e sonhos para criar um imaginário coletivo da terra sofrida e que agora busca nova vida.
Rita
Feb 23, 2016 Rita rated it really liked it
Shelves: e-book
26 contos.
Mitos e crendices.
Mistério, fantasia e magia.
Palavras inventadas.
E no final tudo faz sentido.
Mia Couto é único e estou cada vez mais fã.
Ritasantanna
Jan 07, 2013 Ritasantanna rated it liked it
Me emociona. Um pouco da voz de Guimarães Rosa na África. Pessoas geograficamente tão distantes e histórias tão próximas.
Silvia Cavaco
Jun 16, 2012 Silvia Cavaco rated it it was amazing
... as estórias são de uma tristeza atroz ...

... as personagens ... a linguagem ....
Rodrigo
Jun 30, 2013 Rodrigo rated it really liked it  ·  review of another edition
Uma óptima colectânea de contos belos e tristes.
Everton Vargas
Everton Vargas marked it as to-read
Jul 21, 2016
Carolina Lara
Carolina Lara is currently reading it
Jul 20, 2016
Vanessa
Vanessa marked it as to-read
Jul 05, 2016
Zezi
Zezi marked it as to-read
Jul 05, 2016
Renata Lofrano
Renata Lofrano rated it it was amazing
Jul 04, 2016
Noele Rodrigues
Noele Rodrigues marked it as to-read
Jun 29, 2016
Carol Jurdi
Carol Jurdi rated it liked it
Jun 27, 2016
João
João marked it as to-read
Jun 27, 2016
Lívia
Lívia marked it as to-read
Jun 22, 2016
Wanju Duli
Wanju Duli rated it it was amazing
Jun 21, 2016
Thiagusto
Thiagusto marked it as to-read
Jun 20, 2016
Camila
Camila added it
Jun 21, 2016
Yolanda Sousa
Yolanda Sousa marked it as to-read
Jun 10, 2016
Gustavo Barbosa Ferreira
Gustavo Barbosa Ferreira rated it really liked it
Jun 07, 2016
Isabel Meneses
Isabel Meneses marked it as to-read
Jun 05, 2016
Norberto
Norberto marked it as to-read
Jun 04, 2016
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 19 20 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • A Montanha da Água Lilás
  • Nação Crioula
  • Aventuras de João Sem Medo: Panfleto Mágico em forma de Romance
  • O Caso Morel
  • Contos
  • Contos Exemplares
  • Sinais de Fogo
  • Quantas Madrugadas Tem a Noite
  • A Sibila
  • La speculazione edilizia
  • O Prenúncio das Águas
  • De Profundis, Valsa Lenta
  • پرتره
  • A Morgadinha dos Canaviais
  • Blindly
  • O Senhor Valéry (O Bairro, #1)
  • Niketche: Uma História de Poligamia
  • Lucky in Love
49680
(English)
Journalist and a biologist, his works in Portuguese have been published in more than 22 countries and have been widely translated. Couto was born António Emílio Leite Couto.
He won the 2013 Camões Prize for Literature, one of the most prestigious international awards honoring the work of Portuguese language writers (created in 1989 by Portugal and Brazil).

An international jury at the Zimba
...more
More about Mia Couto...

Share This Book



“Toda a estória se quer fingir verdade. Mas a palavra é um fumo, leve demais para se prender na vigente realidade. Toda a verdade aspira a ser estória. Os factos sonham ser palavra, perfumes fugindo do mundo.” 5 likes
“As estrelas são os olhos de quem morreu de amor.” 3 likes
More quotes…