Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “A Casa dos Budas Ditosos” as Want to Read:
A Casa dos Budas Ditosos
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating

A Casa dos Budas Ditosos (Plenos Pecados)

3.71 of 5 stars 3.71  ·  rating details  ·  746 ratings  ·  34 reviews
Depois da gula (Luis Fernando Verissimo), da ira (por José Roberto Torero) e da inveja (por Zuenir Ventura), chega agora a vez de João Ubaldo escrever sobre a luxúria na coleção Plenos Pecados. O livro traz a história de CLB, uma mulher de 68 anos, nascida na Bahia e residente no Rio de Janeiro, que jamais se furtou a viver - com todo o prazer e sem respingos de culpa - as...more
Board book, 164 pages
Published 1999 by Objetiva
more details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about A Casa dos Budas Ditosos, please sign up.

Be the first to ask a question about A Casa dos Budas Ditosos

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

(showing 1-30 of 1,032)
filter  |  sort: default (?)  |  rating details
Carmo Santos


Sexo vende, corrompe, desperta curiosidade, voyerismo, move o mundo desde sempre. Se é de sexo que querem ouvir falar, vieram ao sitio certo. É mais ou menos o mesmo que ver um filme pornográfico hard-core. Não tem argumento nem segue qualquer ordem. Mas tem pinocada do principio ao fim; em todas as línguas...hum...adiante, em todos os lugares e com toda a gente, nem os bichinhos escaparam.
A ser verdade, este é o depoimento de uma senhora de 68 anos vitima de um aneurisma inoperável.
A mim parec...more
Miguel
Excelente. João Ubaldo consegue fazer de cada parágrafo, de cada frase, quase de cada palavra, uma arma de arremesso político contra todos os tabus morais com que embrulhamos o sexo para domesticar a sua natureza selvagem, que, deixada à solta, faria de nós seres libertinos e incontroláveis. Deus, Pátria e Família, a sagrada trindade das ditaduras conservadoras do século passado, sofre tiro à peça e sai arrasada.
E como seria de esperar no autor, fá-lo (trocadilho não intencional) com muito humor...more
João Roque
É-me algo difícil dar numa só palavra um adjectivo a esta obra de João Ubaldo Ribeiro.
É sem dúvida o relato bastante elucidativo da vida sexual de uma mulher que viveu intensamente esse capítulo da sua vida, sem peias e sem rodeios; mas também, pese embora esse relato não tenha quaisquer problemas em mostrar os mais escabrosos acontecimentos, o curioso é que nunca o faz de uma forma descritiva que possa ser considerada pornográfica. Antes pelo contrário, há um refreamento no uso das palavras, qu...more
Kelly
Was given this from a friend who claimed that the author was one of the best from Brazil. Having no understanding of the book based on the title, I was surprised to read how freely sexual the book is. The author is writing for a woman who boasts about her sexual conquests, in a time where sexuality was mostly hidden, private, and rarely spoken about beyond the married man and woman.

The writing is marvelous, the stories: outrageous. This intelligent, educated womans' sexual journey goes from sedu...more
Margarida
divertido, muito divertido, a história da luxúria com tudo a que tem direito: palavras, actos, tudo e tudo sem pudor; o relato das aventuras sexuais de uma mulher, desde a adolescência até à velhice. sem peias, nem temores, a devassidão, a loucura.
a dada altura, no fim, de tanto repetir o quanto gostaria de fazer sexo com animais, achei um pouco vulgar e gráfico, bastante gráfico.
Zeca
Livro que mexe com a cabeça, conceitos e sua visão sobre sexo, hedonismo e etica. Livro é pequeno, tem que ler...
Marcia Davies
One of the best books ever! Great fun and very well written.
Vanda
Este livro de João Ubaldo Ribeiro é um cocktail de luxúria, sexo, erotismo, pornografia, ironia e gargalhada do início ao fim. Mas, como "não há bela sem senão", aqui estou eu para limpar algum pó escondido debaixo da cama.
Considero-me uma mente aberta, permeável a não repudiar o que não conheço; todavia, resumir a vida ao conceito de que ela "...é foder em última análise." deixa de lado muitas outras maravilhas deste tempo que não é perene, que urge usufruir como bandeira e ideal que cada um fa...more
Iceman
Há livros que me vêm parar às mãos de uma forma quase surrealista. Muitos deles surgem-me quase vindo do nada e por vezes dou comigo a olhar para livros nas minhas estantes que, juro, não me recordo como apareceram ali.
Neste caso concreto, "A casa dos Budas Ditosos", não foi o caso de não saber como ali foi parar. Sei-o porque me foi oferecido há anos, a questão é que nunca me senti minimamente motivado para o ler dado, não só o estranho e estúpido título, como também porque não aprecio de forma...more
Caroline Gurgel
Nem ia escrever sobre esse livro, mas, vejam só, as suas entrelinhas martelaram tanto minha cabeça desde o término da leitura que me vi compelida a expor meus pensamentos.

João Ubaldo Ribeiro afirma ter recebido na portaria de seu prédio um pacote com a transcrição de várias fitas narradas por uma mulher de 68 anos, nas quais ela conta as peripécias de sua vida - que não foram poucas e tampouco foram ingênuas. São relatos sem pudor algum de uma mulher rica e culta, que teve uma vida desregrada,...more
Terpsicore
Aug 21, 2008 Terpsicore rated it 3 of 5 stars
Recommended to Terpsicore by: Hirondelle
Shelves: librarybooks
A fun read, but a bit embarasiing to read on the subway.
Paulo F. Oliveira
In its original version, this book is part of a collection entitled "Deadly Sins", or, loosely-translated "Full Sins" ("Plenos Pecados", in its Portuguese original), representing, in the words of the author (even though the back cover says otherwise stating that the book was left for the author to publish, in a raw format, and supposedly that's what he did), the sin of "Lust".

I didn't know what to expect of the book once I picked it up from my bookshelf, however. Lust can be handled in many ways...more
Fernando
Um bom livro nos faz entender as coisas sob outras perspectivas. Nesse sentido, essa obra acerta 100%. Além de expor a hipocrisia geral, expõe também o preconceito contra o que não se conhece ou o que se tenta esconder consciente ou inconscientemente.
Victor F
Hoje é o dia em que esse escritor morreu e que, claro, me impulsionou a fazer um review em uma obra que não é sua obra mais notável e nem por isso menos especial.

Foi lido num período de muita descoberta e de necessidade de alguma redescoberta pessoal, presenteado por alguém muito importante para mim. Afastou para sempre muitos fantasmas que figuravam na minha história até então. Foi libertador e até hoje destrói meus tabus pessoais. Não será citada como uma grande obra da literatura brasileira,...more
Gláucia Renata
O livro faz parte da coleção Plenos Pecados e retrata a luxúria. Parece ter sido escrito com o único objetivo de chocar.
Leonardo Rodríguez
Toda persona debería escribir alguna vez un encargo así: una novela sobre la lujuria. Nada del otro mundo, ni en novela ni en erotismo, pero. La mujer de A casa dos budas ditosos (La casa de los budas dichosos) es una especie de scholar del sexo. Más que una erudita, una apasionada maestra bahiana, o es bahianal. Toda ella exuda pedagogía.(Mi primer libro entero en portugués.)
Juan Carlos
Sinceramente, pobre. La palabra verborrea se le ajusta a la perfección. No soy un entendido en literatura erótica pero este libro no pasará a la historia de la misma, burda, sin recursos y sin interés.
Si de erotismo se trata, admiren Diario de una Voyeur, si lo que buscan es entretenimiento no pierda el tiempo con La Casa de los Budas Dichosos porque lo perderán.
Maria Carolina Araujo Cintra
O melhor livro sobre sexo que já foi escrito. Apesar de toda a riqueza pornográfica de detalhes, é uma leitura leve e muito divertida. Vale para repensar todos os tabus e preconceitos a respeito de sexo que todo mundo tem. E para ver que podemos ler sobre um assunto tão banal sem ter que aguentar má literatura!
Rita Reis
Alguns dos episódios têm graça mas o livro torna-se um pouco entediante, principalmente, por dois motivos: ao fim de algumas páginas as histórias começam-se a repetir; está escrito como se alguém tivesse gravado o discurso e posteriormente transcrito para papel e a personagem divaga muito e perde-se o fio à meada.
Francisco Taira
Gostei, ficamos na dúvida se seja um relato pessoal de uma personagem real, se fictícia, de qualquer forma a história e relatos são bastante reais. Sem tabus, sem censura de linguagem relata a vida desta personagem e da forma intensa com que o fez.
Otávio Al'ban
Achei bem fraco. Com a pretensão de parecer "moderna" e "polêmica", as aventuras sexuais da narradora se assemelham à conversa de adolescentes ansiosos por parecer mais "cool" que os amigos. Não recomendo.
Dbugatti
The story in this book is almost dirty. However, much more than dirty, it's deliciously funny. Impossible to read it without laughing a lot.
Laurence
It is always difficult to sustain the voice of the opposite gender as an author. This could be the only shortcoming of this enjoyable tale.
Dani
Só podia ler até o meio, esse sexo foi demais pra mim. E eu gosto de ler sobre sexo...
Angelo
Vou ver a peça com a Fernanda Torres no próximo sábado!!!!!
Yesssssssss!!!!!
Mateus Martins
Um bom livro que trata do sexo e da pornografia de maneira bem direta e atual.
Shamsh
Deliciously naughty, lusciously written. A page turner.
Eduardo  Ferreira
tesão, bem escrito e foda em todos os sentidos.
Thiago Lira
Hot and pervert, but very nice read!
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 34 35 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • Twelve Fingers: Biography of an Anarchist: A Novel
  • Lavoura Arcaica
  • Feliz Ano Velho
  • Incidente em Antares
  • The Club of Angels
  • O Encontro Marcado
  • Agosto
  • Morte e Vida Severina
  • A Vida Como Ela É...
  • Leite Derramado
  • Quincas Borba
  • O Escaravelho do Diabo
  • Macunaíma
  • O Cortiço
  • Morangos mofados
  • Rebellion in the Backlands
  • O Triste Fim de Policarpo Quaresma
Viva O Povo Brasileiro O Sorriso do Lagarto Sergeant Getulio Diário do Farol. Romance Um Brasileiro em Berlim

Share This Book

“Então eu acho que se deve experimentar, é uma burrice não experimentar. Quem não usa nada, nem secretamente, é um perigoso louco que possivelmente mataria alguém.” 2 likes
“A superstição perniciosa generalizada é que é preciso deletar o anterior, para aceitar o novo. Que pobreza, que pobreza, que pobreza, que atraso! Se a memória aceita, se o perfil confere, se a senha foi dada, roda os dois programas ao mesmo tempo, roda os três, roda os vinte, porra!” 2 likes
More quotes…