Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Equador” as Want to Read:
Equador
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating
Open Preview

Equador

3.97 of 5 stars 3.97  ·  rating details  ·  3,274 ratings  ·  145 reviews
Quando naquela manhã chuvosa de Dezembro de 1905, Luís Bernardo é chamado por El-Rei D. Carlos a Vila Viçosa, não imaginava o que o futuro lhe reservava. Não sabia que teria de trocar a sua vida despreocupada na sociedade cosmopolita de Lisboa por uma missão tão patriótica quanto arriscada na distante ilha de S. Tomé. Não esperava que o cargo de governador e a defesa da di ...more
Paperback, Large Print, 528 pages
Published 2003 by Oficina do Livro
more details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Equador, please sign up.

Be the first to ask a question about Equador

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban by J.K. RowlingHarry Potter and the Chamber of Secrets by J.K. RowlingHarry Potter e o Príncipe Misterioso by J.K. RowlingHarry Potter and the Sorcerer's Stone by J.K. RowlingHarry Potter e o Cálice de Fogo by J.K. Rowling
Já li! - PORTUGAL
61st out of 669 books — 127 voters
Blindness by José SaramagoMemórias Póstumas de Brás Cubas by Joaquim Maria Machado de AssisOs Maias by Eça de QueirósThe Lusiads by Luís Vaz de CamõesThe Book of Disquiet by Fernando Pessoa
Best Literature in Portuguese
59th out of 346 books — 262 voters


More lists with this book...

Community Reviews

(showing 1-30 of 3,000)
filter  |  sort: default (?)  |  rating details
Carmen
Já muito me tinham falado deste livro, da forma como nos viciava e eu fui anotando, deixando crescer a vontade de o ler um dia. E um dia, a medo, lá lhe peguei, nos intervalos de um outro que tinha deixado na mesa de cabeceira.

O que primeiro me agarrou foi a escrita de época sem os trejeitos e as expressões que lemos em escritores “da” época. A escrita fácil, a história e as aventuras amorosas, o desenrolar de todo o processo de ida de Luís Bernardo para S. Tomé. Depois deixei-me esmorecer pelas
...more
Rita
Tenho uma certa aversão a bestsellers e também não nutro qualquer simpatia por MST.
Talvez por isso demorei tanto tempo a ganhar coragem para ler mais um “tijolo” tão aclamado pela crítica e leitores. De qualquer forma tentei que estes dois factores não me toldassem o espírito enquanto lia e escrevia esta minha opinião.
Portugal, Lisboa, São Tomé e Príncipe, início do século XX, escravatura, relações internacionais, fim da monarquia, intriga política, vida boémia e paixões avassaladoras, enfim to
...more
Emma Deplores Goodreads Censorship
I was excited to find a book set in São Tomé and Príncipe, and this one started out interesting, albeit slow-paced. Unfortunately, it soon became offensive on several levels, and took much longer than I expected to finish.

In 1905, Luis Bernardo is a gentleman in Lisbon when he's called upon to spend three years as governor of São Tomé and Príncipe. The British are accusing the Portuguese of using slave labor on the islands, and threatening to boycott their exports; Luis Bernardo's job is to clea
...more
Silvana
http://pordetrasdaspalavras.blogspot....

Esta leitura foi o meu primeiro contacto com a escrita de Miguel Sousa Tavares e fiquei agradavelmente surpreendia com aquilo que encontrei nestas páginas. Desde já afirmo que não vi a série baseada nesta obra que foi produzida e emitida pela TVI (que pelo que me contaram está muito fiel ao livro), pelo que não tinha nenhuma ideia daquilo que poderia encontrar no livro, para além daquilo que a sinopse deixa antever.

Nestas páginas, a História de Portugal e
...more
Marco Caetano
Não foi por amor a Miguel Sousa Tavares que comecei a ler este romance. Nada disso! Eu até nem vou muito à bola com o artista. Mas a verdade é que teve o dom de passados alguns anos me conseguir trazer de novo o gosto pela leitura.
Isso aconteceu quando num final de tarde, ao chegar a casa após mais um dia de trabalho, noto que Miguel Sousa Tavares está a dar uma entrevista na rádio. Chamou-me a atenção a sua típica arrogância, de quem se acha o Mourinho das Letras. Referia que se o Equador se t
...more
Conta-me Histórias
Foi com esta história, comovente, perturbadora e sensual, que Miguel Sousa Tavares iniciou a sua caminhada pelo romance.


Equador é a história de Luís Bernardo, sócio principal da Companhia Insular de Navegação, 37 anos, solteiro e dado a aventuras de saias, que numa manhã chuvosa de Dezembro de 1905 parte de Lisboa, rumo a Vila Viçosa para um encontro com El-Rei D. Carlos.


Quando partiu não sabia, nem imaginava que o esperava algo que o levaria a trocar a sua vida despreocupada, por uma missão pat
...more
Natalie
Kakvo putovanje a da mi za ulazak nije bila potrebna viza i obavezno cijepljenje protiv tropskih bolesti. Muguel Suosa Tavares napisao je knjigu “Ekvator”, koja je davne 2004. godine zaludila cijeli Portugal. Autor, inače, ozbiljan znanstvenik i povjesničar je kroz roman koji priča o lisabonskom intelektualcu, ženskarošu, neženji, Luísu Bernardu Valença, 37-godišnjaku, kojeg početkom dvadesetog stoljeća (1905.) portugalski kralj šalje na mjesto guvernera u portuglaske kolonije São Tomé i Princip ...more
Iceman
"Equador" marca a estreia no campo do romance do conhecido jornalista Miguel Sousa Tavares, autor de mais alguns livros de sucesso, mas todos de contos ou crónicas.

Assim, neste seu primeiro romance, por sinal, um romance histórico que obriga sempre o autor a um estudo profundo e exaustivo da época e do meio que aborda (neste caso é muito bem conseguido), Tavares situa-nos em 1905 numa sociedade portuguesa que vive, sem o saber, os últimos dias da monarquia e é dominada por um viver mundano e de
...more
Kelle
Equador não é só um livro, é todo um pedaço da nossa história entre folhas de papel.
Luís Bernardo Valença, um bon vivant com opiniões políticas anti-escravidão bem definidas, troca a sua vida confortável na metrópole por um cargo de Governador em S. Tomé e Príncipe, a pedido do Rei D. Carlos numa conversa em Vila Viçosa. O rei escolhe Luís Bernardo, por conselho de outrem, para uma missão equatorial de extrema importância para a metrópole: governar as ilhas com o objectivo de provar aos ingleses
...more
Sara
Gostei deste livro por unir história veridica a um romance inventado pelo autor.
Segundo os meus apontamentos aquando da leitura deste livro, apreciei a leitura deste livro porque tem uma história interessante, com um desfecho surpreendente sendo um livro capaz de atrair os mais desinteressados pela leitura.

Lembro-me que quando li este livro, ter adorado completamente tendo sido um dos meus livros preferidos na altura. Não lia muito nessa altura e este livro tornou-se fácil de idolatrar uma vez q
...more
C.Sandal
Li este livro mais que uma vez, sem duvida dos meus favoritos. Apesar de um inicio um pouco massudo, torna-se muitíssimo interessante com o chegar de Luís Bernardo a Sao Tomé e todas as coisas que vai ter de enfrentar. So pela personagem Luís Bernardo vale a pena ler, e encantador.. E o final deixou-me zangada e triste ao mesmo tempo. Ate entao nao me lembro de alguma vez um livro me ter feito sentir assim. A Ann e uma chata, nao gostei. Ja da Maria Augusta adorei.
Sem duvida recomendo. Para mim,
...more
Daniel Gamboa
I was motivated to read this novel for an upcoming trip I am doing this Summer to Sao Tome. It was recommended in my Bradt Guide to Sao Tome & Principe, and this is one of the two novels available in English set in this African country. I am very glad I read it, for there is little information available about this country other than the basics offered by geography and history books.

Luis Bernardo Valenca is an hedonist, Portuguese man living in Lisbon at the beginning of the 1900's. David Jam
...more
Carolina Guimarães
Este foi o segundo livro que li de Miguel Sousa Tavares e, em nenhum campo, me desapontou. Gostei da história, das personagens, da imensa pesquisa que o autor fez e que faz com que este seja mais do que um romance mas uma autêntica - e maravilhosa - aula de história. É um livro de fácil leitura, mas que me lembrou, variadas vezes, d' "Os Maias", não pelas descrições exaustivas - embora exista uma, aqui e acolá, e o livro esteja cheio de adjetivos, para caracterizar uma ilha que, a quase todos nó ...more
Cecília Matos
Fui à Saraiva um dia antes do Natal comprar presentes e me deparei com o "Equador". Lembrei que um amigo havia lido e elogiado muito, mas não sabia do que se tratava. Comprei. Viajei pra Friburgo no ano-novo, e, longe da internet e da TV a cabo, devorei o livro em sete dias. Me apaixonei por Luís Bernardo. O que mais gostei no livro é a descrição minuciosa de um mundo que não pode mais existir. A nobreza portuguesa tem seus dias contados, e teoricamente, a escravidão também. Me apaixonei pelos p ...more
Filipa
(http://labirinto-livros.blogspot.pt/2...)

Estamos em 1905. El-Rei D. Carlos chama Luís Bernardo Valença à sua presença. O Rei quer que Luís Bernardo se torne o Governador da colónia portuguesa São Tomé e Príncipe. Esta nomeação implica que Luís deixe a sua vida de Lisboa e por isso mesmo, antes de aceitar esta tarefa do Rei, Luís aproveita os seus últimos tempos na cidade, onde acaba por se apaixonar por uma mulher casada, Matilde.
No entanto, este romance não tem pernas para andar e Luís acaba
...more
Tiago Mata
Já levo alguns livros e nunca senti este vício sôfrego de saber mais, de ler mais um capítulo, de saber o que acontecerá com Luís Bernardo ou qual será a sua próxima decisão.

Cheguei a um ponto, em que simplesmente encarcerei-me de tal modo,que sentia-me um "Luís Bernardo". Sentia os cheiros, as paisagens, ou o som da chuva ao final da tarde. Sentia África e claramente S. Tomé e Príncipe.

Os últimos capítulos, foram lidos num misto de vício com uma inicial ternura, passada a medo, sofreguidão e
...more
Nuno Chaves
Considero-o um dos melhores romances escritos em lingua Portuguesa nos últimos anos. MST, que foi entretanto acusado de plágio… mas polémicas à parte, Equador está terrivelmente bem escrito, é emocionante, e de um rigor histórico impressionante. com um final deveras surpreendente e inesperado, é daqueles livros que temos vontade de que não acabem por ali… mexeu bastante comigo ( Para mim estes são os bons livros… aqueles que nos deixam a pensar… e a querer mais e que tão esquecemos ) .Equador é ...more
André Silva
A alguns uma vida bem passada debaixo da sombra que a burguesia oferece, é o suficiente para satisfazerem o estômago, a luxúria, e o sentimento de que a vida nada de melhor tem para oferecer. E de facto não é necessário nada mais do que nos é facultado pela cidade costeira que ainda por cima é capital de tão grandioso e histórico império ultramarino que é Portugal.
Com um bom porto de encontro de tantas vidas e culturas, a maior da burguesia daquela altura vive do mar e do tanto que ele tem para
...more
Mónica Silva
Opinião no blog http://howtoliveathousandlives.blogsp...

Equador consiste numa extraordinária análise histórica, política e social de Portugal e das suas colónias em 1905. Esta obra explora alguns dos episódios mais marcantes da época, nomeadamente a descolonização, o ambiente nas colónias, a economia internacional, e o golpe de estado e subsequente implantação da república. De uma forma pertinente, o autor aborda a mentalidade da burguesia portuguesa da época, que justificava a violação da digni
...more
Siria
Equator began promisingly, introducing Luis Bernardo Valenca, the owner of a small Portuguese shipping company who in 1905 is himself unwillingly shipped off to the other side of the globe to be governor of the tiny cocoa-producing colony of Sao Tome e Principe. Luis has been tasked by the king of Portugal with persuading the Portuguese colonists on the island to forego slave labour, while at the same time persuading the visiting English consul that slavery has never existed there. Tavares' init ...more
Luis Corrêa Biscaia
Um romance histórico muito bem escrito com uma datação histórica muito importante, a par de uma descrição de lugares e cenas muito próximas do possível real.
Inês Silveira
Ufa, custou mas foi!
Comecei a ler este livro há quase um ano atrás, e interrompi-o para ler o novo da J. K. Rowling (big mistake) e decidi recomeçar há umas semanas.
Sinceramente, não percebo o hype todo em relação a este livro. A história não é cativante, não senti nenhuma ligação com os personagens, as duas cenas de sexo com a Anne são constrangedoras e baratas("chupou-lhe os mamilos", a sério?!). Só mais ou menos nas últimas 30 páginas é que acontece alguma coisa de relevante.

Meh.
Fernando César
Como em tantas outras coisas na vida, há o lado bom e o lado mau. Neste livro, o lado mau é a escrita; o lado bom, a história e o seu "ambiente".

Dado o renome e currículo do autor, não esperava o fraco valor linguístico desta obra (não é mau e desprezível, simplesmente não é bom...). Falta de vocabulário (palavras como "melíflua" ou "feérica" são demasiado vistosas para se repetirem em situações totalmente distintas), erros de escrita, erros de pontuação, travessões confusos e a despropósito, ví
...more
Sally Tarbox
'They will never...accept that the surreptitious slavery they practise...isn't a gift from Providence.', October 21, 2014

This review is from: Equator (Hardcover)
Started this unsure exactly where Sao Tome is - feel I've learned an awful lot and been greatly entertained on the way.

Well-written narrative, opening in 1905, when Luis Bernardo is asked to go leave his luxurious life to sort out problems in this godforsaken spot - the plantation owners here determinedly run their businesses using slav
...more
Lucy *Qhuay's shellan*
Nov 27, 2014 Lucy *Qhuay's shellan* rated it 3 of 5 stars
Recommends it for: fãs de romances históricos

Não sei o que pensar ao certo acerca deste livro.

Por um lado, gostei bastante do estilo e da escrita do Miguel Sousa Tavares e desfrutei bastante da história até certo ponto.

A situação entre o protagonista da história, Luís Bernardo, e Ann, mais uma das suas conquistas, que acaba por se tornar a mulher que o prende num ciclo vicioso de desejo e obsessão que, em última análise, acaba por lhe arruinar a vida foi bastante interessante.

De facto, essa parte confere um tom dramático e até trágico à hi
...more
Miguel Pais
A beautiful story about the political fight of a man in São Tomé e Príncipe, against the colonial background of its home country (Portugal). Set in the beginning of the 20th century.
Not only do I strongly recommend that you read it, I would be inclined to think that this book is more suitable for compulsory reading in our schools than some of the current choices.
Olga
(EM PORTUGUÊS)

É um bom livro. Foi o primeiro livro que li deste escritor e fiquei muito bem impressionada. Muito ao estilo de Eça de Queirós como sou fã. Conta uma história bem elaborada de um homem que é enviado para São Tomé e vê a sua vida dar uma volta de 180 graus ao ver-se atraído pela mulher do embaixador britânico. Caso não tivesse visto anteriormente a série televisiva baseada neste mesmo livro, teria ficado ainda mais fascinada pelo desenrolar da história. Os protagonistas são extremam
...more
Filipa
Fabuloso, especialmente depois de ter visitado S.Tomé, voltei a ler e revi todas as roças e lugares onde tinha estado.
Gisela Borges
Absolutamente viciante e com um fim inesperado. Recomendo vivamente.
Ricardo
This novel is a compelling reading mainly because of the historical context.
Set in a period near the end of Portugal's Monarchy and where its colonies were used as political weapons by old (so called) allies, Tavares presents us with the typical romantic tale of torn hearts. In these romantic context, nothing new is presented and the ending becomes obvious before the last pages.
What's most interesting in this book, as said previously, is the historic context where the novel takes place with all
...more
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 99 100 next »
topics  posts  views  last activity   
Muito bom romance, demasiado histórico 1 12 Dec 29, 2014 03:12AM  
  • A Filha do Capitão
  • Os Pilares da Terra - Volume II (Os Pilares da Terra, #1)
  • Os Maias
  • Uma Família Inglesa
  • Filipa de Lencastre
  • Cemitério de Pianos
25322
Miguel Sousa Tavares is a portuguese journalist and was born in Porto, on the 25th June 1952. His mother, Sophia de Mello Breyner, was a poetess and his father, Francisco de Sousa Tavares, a lawyer and a journalist. After taking the Law course, he carried advocacy during twelve years, but left it permanently to become a full time journalist.
He first appeared at television in 1978, by entering the
...more
More about Miguel Sousa Tavares...
Rio das Flores No teu deserto Madrugada Suja Não Te Deixarei Morrer, David Crockett Sul

Share This Book

No trivia or quizzes yet. Add some now »

“It’s almost always sadder to stay than to depart” 10 likes
“As ilhas são lugares de solidão e nunca isso é tão nítido como quando partem os que apenas vieram de passagem e ficam no cais, a despedir-se, os que vão permanecer. Na hora da despedida, é quase sempre mais triste ficar do que partir e, numa ilha, isso marca uma diferença fundamental, como se houvesse duas espécies de seres humanos: os que vivem na ilha e os que chegam e partem.” 3 likes
More quotes…