Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Beni Hatırla ” as Want to Read:
Beni Hatırla
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating

Beni Hatırla

4.24 of 5 stars 4.24  ·  rating details  ·  2,092 ratings  ·  166 reviews
Cornwall, 1786. Yirmi yaşındaki Mary Broad Avustralya’ya sürgüne gönderilir… Mary yoldan geçen bir kadının ipek şapkasını çalarak hayatının en büyük hatasını yapmış olan bir denizci kızıydı. Bunun hemen ardından acımasız suları geçerek evinden çok uzaklara gitmeye mahkûm edildi. Yolculuğu süresince ve ulaşacağı o bilinmez yerde karşılaşacağı dehşet verici şartlara sonuna k ...more
Paperback, 504 pages
Published January 2010 by Epsilon Yayınları (first published 2003)
more details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Beni Hatırla, please sign up.

Be the first to ask a question about Beni Hatırla

This book is not yet featured on Listopia. Add this book to your favorite list »

Community Reviews

(showing 1-30 of 3,000)
filter  |  sort: default (?)  |  rating details
Yolanda
Adorei! Que livro lindo! Impressiona mais por saber que é baseado numa história verídica.
A sinopse leva-nos a pensar que se trata de mais um romance cor-de-rosa mas não o é definitivamente.
Este livro só nos demonstra que a força e determinação nos levam sempre onde queremos e que a inteligência e integridade de carácter se sobrepõem à beleza física.
5 estrelas atribuídas com todo o mérito! =D
Célia Loureiro
Antes de mais, é preciso informar de que demorei uns quatro ou cinco meses a percorrer a viagem destas páginas. Comecei com o coração nas mãos e a indignação de quem vê o "simples" roubo de um chapéu punido com uma deportação desumana para a Austrália. Depois soube que a Mary Bryant, ou Broad, existiu mesmo e isso deu novo realismo à história. Li a primeira metade do livro de um sopro, a vida a bordo do Dunkirk - o tifo, a imundície, as febres, as intempéries, etc., os actos grotescos de uma das ...more
Patricia Rodrigues
A primeira vez que vi o livro e li a sinopse, julguei que estava perante um romance cor-de-rosa, mas assim que li que era um romance-histórico e li algumas opiniões, senti-me tentada a dar uma oportunidade ao livro. E ainda bem que o fiz.
O livro acompanha a história de Mary Broad, uma jovem que foi condenada a forca por ter roubado um chapéu, mas a qual lhe é dada a oportunidade de ir para a Austrália durante 7 anos. No entanto, onde podemos julgar que a sua vida lhe poderia ser mais fácil, Mary
...more
Célia
Em relação a este livro, começo por dizer que, na minha opinião, a sinopse não é um retrato fiel da história que ele contém. Aliás, tanto a sinopse como a capa (da qual gosto) dão a ideia - pelo menos a mim deram - de que estamos na presença de um romance cor-de-rosa, que por acaso até se passa numa altura conturbada da história da Inglaterra.

Mas a verdade é que "Nunca Me Esqueças" é um romance histórico, que cobre um período da vida da inglesa Mary Broad (ou Bryant), uma mulher que ficou famosa
...more
Andreia Silva
Este livro deve ser o que tem a capa e o título mais errados. Porque esta capa e este título não tem nada a ver com a história que povoam aquelas páginas. Não foi só por isso que lhe atribui duas estrelas, mas contribuiu porque no fundo não era isto que estava à espera. Estava à espera de um romance daqueles melosos, com segredos à mistura e muito drama e o que me saiu foi um romance histórico, baseado em factos verídicos. De facto, Mary Broad existiu e viveu todas aquelas coisas horríveis, numa ...more
Janeka
classificação: 4.5 estrelas

Antes de mais, há que dar os parabéns ao responsável da editora original que aprovou este título, capa e sinopse para esta história. E sim, estou a ser sarcástica.

Não se trata de nenhuma histórica cor-de-rosa dos tempos modernos.

É sim um excelente relato histórico sobre a vida de Mary Broad/ Mary Bryant e a sua deportação.
Na minha opinião, o único romance reside no amor que teve pelos seus filhos (especialmente por Charlotte) e, claro, por ela própria.

Sem entrar em des
...more
Anna
I read this book a couple of months ago. Now, I have a dreadful memory and normally forget about a book as soon as I've finished the next one, but this one has stuck in my mind as one to recommend to all. It is based on the true story of a woman convict called Mary, who is put on one of the first fleets to Australia. She has to go through so much to survive and even now I still feel moved by her plight. It puts my everyday problems into perspective that's for sure.
Becki

I'm always slightly cynical with historical fiction written from facts, it can either be drier than Gandhi's flip flop or over embellished beyond recognition.

This was neither, Pearse kept a decent balance and lets you come to know each character without letting you forget this is a true story.

I know a lot of the places in the book personally and she made me see them in a different light. I cried for the characters and laughed with them too! If you love historical fiction this is a must read no
...more
Patrícia
Uma das escritoras inglesas mais amadas, Lesley Pearse tem fãs por todo o mundo e os seus livros já venderam mais de dois milhões de cópias. Sejam romances históricos, policiais ou romances contemporâneos, todos eles marcam os seus leitores pela força das suas personagens e pela forma como a autora consegue transmitir um misto de sensações em poucas palavras, sensações que ela própria já sentiu, uma vez que os seus livros se baseiam muitas vezes na sua própria experiência de vida, na sua auto-de ...more
Veronikah
2.5 Stars

Remember Me is an interesting book. It's worth the read. Don't think it's bad just because of the 2 stars over there. The thing is, I had a like/hate relationship with this book. There were moments when I just wanted to close it and never read again. But I wanted to see how it ended, I wanted to see if Mary had that deserved ending, and so I continued.

This book tells the story of Mary Bryant, one of the first escapees of the Australian penal colonies. Mary existed, the main characters t
...more
Thangia
Despite this book being incredibly sad, I loved reading it. The plot was very good (even though its based on a true story) and I love how Lesley Pearse gave depth to all the characters and how well she described the prisons and Australia so well, to the point I almost felt I was there with Mary experiencing everything with her (I know that sounds incredibly cliche but its true). Its one of those books that are quite emotionally draining so I don't think I could bring myself to read it again. I h ...more
Mariazita
Quando iniciei a leitura deste livro,estava à espera de uma narrativa completamente diferente da que fui encontrar, surpreendeu-me no bom sentido, pois simplesmente adorei cada página desta história tão emotiva e realista.
Mary é a chamada mulher de armas que nada a faz deter para encontrar uma maneira de mudar a sua vida. Os relatos da sua dura vida, as suas perdas , a força que a fez seguir em frente,não só pensando nela assim em como aqueles que a acompanhavam nesta viagem tão difícil que fez
...more
Rita
Assim terminei mais um óptimo livro. Com uma história intensa e até chocante (especialmente tendo sempre em mente que é verídica) que és capaz de deixar uma pessoa um pouco mais sentimental. Para quem gosta de romances, assim como alguns factos históricos, é uma excelente aposta. No geral, estou bastante contente com a leitura, apenas desgostosa com certas formas como decorreram para algumas personagens, mas claro, isso só tornou o livro melhor. Contudo, talvez dois aspectos menos positivos, pos ...more
Sarah
If you're a lover of historial fiction, then don't hesitate. I don't often cry at books but the last third really moved me to tears.

Given the subject matter and the hellish conditions these convicts had to endure, you might be put off reading it, perhaps afraid it might be a bit hard work but actually, it's almost as though Mary's spirit and her unstoppable will to survive carries you through. Halfway through I remember thinking, please God give this girl a break. It was also immensely interest
...more
Tracy
Loved this book. Wish I had known it was based on true story when reading though.

Very well written. So much tragedy in this book but so much more hope. What an inspirational women.
Maria
Honestly the best book I've ever read. Mary Bryant was such a courageous and strong woman, who i grew so attached too. Every character in this book is described in such incredible detail, making you feel so close to them. The plot was the most gripping I've ever read and was full of so much emotion; I never wanted to put this book down. Lesley Pearse is now one of my top authors; she writes beautifully. I was never confused about the storyline and really enjoyed her descriptive language :) I wou ...more
Daniela
Lesley P. não para de me surpreender!!! Adorei os momentos que passei na companhia das suas personagens. É verdade que já mais para o fim comecei a ficar revoltada com a evolução das coisas, porque aquilo que eu mas queria que acontecesse nunca chega a realizar-se. Apesar da minha revolta, acabei por gostar bastante do final do livro, porque acabou por ser perfeito, ainda que a minha visão de perfeição não se tenha realizado. Fiquei novamente encantada com a capacidade que a autora tem de nos tr ...more
Inmylife
This review contains spoilers.

Although I was hesitant to begin with, I soon got into this book and loved it! The heavy plot line meant I had to read it in short bursts but I felt that I could relate to all of the characters, despite never being in their position. I still have mixed feelings about the character of Will but I felt like his last scene was entirely unpredictable and so it was very emotional. The fact that it was based on a true story was buried in the back of my mind and this made
...more
Sofia Oliveira
Este livro merece as 3,5 estrelas porém, para mim, não seria verdadeiro avaliar com as 4 pois não "gostei mesmo", gostei, achei um bom livro mas, como se costuma dizer, não me encheu as medidas.

Já andava a adiar a leitura de Lesley Pearse há imensos anos. Optei por começar por este uma vez que me foi emprestado (impingido) por uma grande amiga.

Gostei bastante desta primeira experiência. Talvez por não ter grandes expectativas, acabou por não me desiludir - nem surpreender - e possibilitar-me uma
...more
HÜLYA
Diğer okuduğum dönem kitaplarından çok çok farklı,Bu hikayede Mary Broad'ın inanılmaz acı,trajik hayatını buldum...Gösterdiği cesarete,azme hayran kaldım...İster istemez ben olsaydım ne yapardım diye düşündüm... Herkese tavsiye ederim...
Okurken bu kadar kendimi kaptırdığım bir roman daha hatırlamıyorum..Marynin inanılmaz trajik hayatı yaşadıkları çok gerçekçi çok etkileyici,şok edici..Okumaya dayanabilirseniz okuyun derim..

Babete
Baseado na história verídica de uma das primeiras mulheres a ser deportada para a Austrália, este livro conjuga a riqueza de detalhes da vida da personagem com o retrato minucioso de uma época. À primeira vista a capa antecipa apenas outro livro romântico, por isso é uma grata surpresa a descoberta desta história numa época em que cada vez mais nos vendem gato por lebre.
Filipa
Já tendo lido outro livro da autora, as expectativas estavam um pouco elevadas e acabaram por não se revelar à altura. Não consegui criar nenhuma ligação com a história/ personagens. No entanto, ainda tenho curiosidade com outras obras da autora, pode ser que a experiência corra melhor.
Ana Silva Rosa
Prose style: 5
Plot: 5
Depth of characters: 5
Originality: 4
Entertaining: 5
Emotional Reaction: 5
Intellectual Stimulation: 4

What was I thinking when I first mentally compared Lesley Pearse to Nicolas Sparks?
Raquel Soares
I give this book a 4.3. It was not what I expected,it's a really survival,hard,real story.It really make me cry ( and I almost never cry in book), make me fell angry about the humans and how awful people can be.I love the main charterer: Mary she was so strong, brave and intelligent, she was a real fighter and know that Mary was a really person(this story is based on a real story)make her even more special.I was expecting more a love story but the only love that you could possibility have never ...more
V.
Existem felizes acasos e este livro foi, sem dúvida nenhuma, um desses felizes acasos.
Este livro não estava sequer na minha lista dos livros a ler num futuro próximo, mas já tinha visto livros desta autora e que me prenderam principalmente pelo seu aspeto visual. É certo que estava relutante em comprar um livro que nem sequer tinha ouvido falar ou lido alguma crítica, mas decidi arriscar - e foi o melhor que poderia ter feito.
Uma história verídica de uma mulher que lutou toda a vida, que sofre
...more
Joana Marques
Não era o que eu estava à espera. Estava à espera de um romance tipo Sveva ou Joanne Harris.
Mas não. É muito mais poderoso.

A história é envolvente e sentimo-nos angustiados e impotentes perante os acontecimentos. Houve alturas em que desejei poder dar uns estalos a Will ou dar uma mãozinha a Mary.
Fui lendo a história numa ânsia de um final feliz... o final que ela merecia. Mas a história deu muitas mais voltas, tornou-se ainda mais emocionante, mais cativante.
E o final, embora não fosse o que es
...more
Silvéria Miranda
https://thefondreader.wordpress.com/2...

Há um motivo para eu ter comprado este livro há imenso tempo: toda a gente o tinha e eu não podia ser excepção. E há um motivo para eu não o ter lido até agora: olhem-me para esta capa, não parece um romance contemporâneo? Assim uma história sobre uma mulher do século XX/XXI? Pois, mas não é. Na realidade, retrata a história de Mary, nos finais do século XVIII. Não entendo quem teve a brilhante ideia de fazer esta capa. Como se não bastasse, a vida de Mary
...more
Rynn Saidi
This review has been hidden because it contains spoilers. To view it, click here.
Patrícia
Nunca Me Esqueças CLASSIFICAÇÃO: 1.5 estrelas

Um relato altamente ficcional da fuga da britânica Mary Bryant da colónia penal da Austrália, nos finais do século XVIII.Mary é aqui apresentada como nobre, corajosa e altamente inteligente; uma verdadeira Mary Sue. A caracterização simplista das personagens e a vilipendiação de todos os oponentes de Mary tornaram grande parte desta leitura irritante. Não me consegui identificar minimamente com Mary, que é descrita como perfeita e modesta e foi altern
...more
Shannon
It's 1786 in England and Mary Broad is guilty of stealing a hat. Instead of being hung, she is transported to a new colony in Australia.

On her journeys, Mary takes care of everyone around her. It didn't take long for me to get annoyed by her "too good to be true" behavior. She was also getting away with being snarky and demanding without punishment. Yes, she is smarter than everyone else. Again and again, it's pointed out by the narrator or even by Mary herself. Mary is smarter than everyone in
...more
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 99 100 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • O Jogo da Verdade
  • A Gentle Rain
  • A Vida num Sopro
  • The Bells of Bournville Green
  • The Villa in Italy
  • Blood Sisters
  • Alma Rebelde
  • Equador
  • The Vow on the Heron (Plantagenet Saga, #9)
  • Delicious
  • Filipa de Lencastre
  • The Third Duke's The Charm (Ladies in Waiting, #3)
  • White Rose Rebel
  • Carnevale
458937
Lesley Pearse is one of the UK's best-loved novelists with fans across the globe and sales of over 2 million copies of her books to date. A true storyteller and a master of gripping storylines that keep the reader hooked from beginning to end, Pearse introduces you to characters that it is impossible not to care about or forget. There is no formula to her books or easily defined genre. Whether cri ...more
More about Lesley Pearse...
Belle Stolen Never Look Back Gypsy The Promise

Share This Book