Goodreads helps you keep track of books you want to read.
Start by marking “Estorvo” as Want to Read:
Estorvo
Enlarge cover
Rate this book
Clear rating

Estorvo

3.23 of 5 stars 3.23  ·  rating details  ·  492 ratings  ·  27 reviews
A campainha insiste, o olho mágico altera o rosto best-seller atrás da porta e compre o narrador inicia chico buarque uma trajetória obsessiva, livraria pela qual depara com situações e Estorvo personagens estranhamente familiares.Narrado em primeira pessoa, Estorvo se mantém constantemente no limite entre o entretanto sonho e a vigília, premiado projeções de um chico buar ...more
Paperback, 160 pages
Published August 2nd 1991 by Companhia das Letras (first published 1991)
more details... edit details

Friend Reviews

To see what your friends thought of this book, please sign up.

Reader Q&A

To ask other readers questions about Estorvo, please sign up.

Be the first to ask a question about Estorvo

Community Reviews

(showing 1-30 of 705)
filter  |  sort: default (?)  |  rating details
Daniel
Depois de ler Budapeste, estava curioso por ler a obra, logo a primeira, que lhe valeu o prémio Jabuti. Deveria ter-me ficado pela curiosidade apenas.

O autor descreve uma série de poucos dias na vida de um anónimo em perpétua fuga. Tal como o título sugere de forma óbvia, este homem é um estorvo da sociedade. Quase nada é revelado do seu passado e a história inicia-se como se tivéssemos subitamente encarnado no personagem principal, que inicia a fuga, e não pára mais até ao final, onde poderemos
...more
Y.
Me prendeu mais que Benjamim e me entusiasmou menos que Leite Derramado. O protagonista, que não tem nome, nem bem vive nem morre, vagueia. Vagueia perdido, obsessivo não se sabe bem com o quê e contemplando a hipocrisia e a decadência da sociedade em que vive, da irmã e da mãe que o sustentam, da ex-mulher, dos ex-amigos, do ex-apartamento, enfim, tudo em sua história falhou ou foi perdido. Esse homem é o estorvo do mundo em que vive.

Resumido assim parece uma história deprimente de um vagabundo
...more
Jim
Here's a scene that gives the essence of this book: A character is knifed in the stomach in a dispute. He has no money, so he boards a bus, thankful that the bus driver takes pity on his condition and does not charge him the fare. Bleeding, he rides the bus, hopeful that at the end of the ride someone else will pity him and give him change to call his mother. It is fitting that the theme of this book is really the contrast between the ultra-rich and the poverty stricken. After all, this is Brazi ...more
Loislanefreitas
A 5€ na Colibri da FCSH :)
Fábio Duarte
Escrevo isto em cima da morte do livro aos meus olhos, que se findou noite passada, 1 da manhã. O que conta estorvo? A história de um homem sem rumo que vagueia entre cidades, um malandrão de primeira apanha, um marginal calmo que se revolve na imundície da sociedade porque sim, porque sabe que é marginal e é um estorvo para todos os que gostaram dele. Desiludiu tudo, roubou, fugiu, é, portanto, um herói pícaro que se confessa sem remorsos, sem debates de consciência. A sua vida é um absurdo sem ...more
Joana Marta
Eis a minha estreia com Chico Buarque!

A narrativa inicia-se com a apresentação deste personagem que se depara com alguém a bater-lhe à porta, alguém de quem a personagem foge e não mais pára até ao final do livro.

O livro é um encadear de cenas de fuga e devaneios por parte do personagem, que conjectura situações e hipóteses consoante o dilema que se lhe apresenta, no entanto, o encadeamento entre as cenas não é nenhum, acontecem simplesmente, e é com elas que percebemos que este homem sem nome,
...more
Marisa Martins
Não se lhe conhece o nome, mas esta é a sua história. Começa com o tocar de uma campaínha, seguido por um espreitar pelo olho mágico e, todas as acções seguintes, são uma sequência de acontecimentos que aparentam não estar ligadas e não fazer qualquer tipo de sentido.
Esta é a história de um homem só que, após não ter aberto a porta a um homem que não certeza que conhece, saí de sua casa e deambula por lugares e vive situações que parecem saídos de um sonho.

"(...) E eu pergunto, quando ela sobe
...more
Isabel Maia
Esta obra fala de um homem sem nome, um homem só, a confessar as suas memórias em cada página, a prender as suas cobardias sem sentido na intenção dos seus próximos passos. É considerado o estorvo para a mãe, para a irmã, para o cunhado, para o seu melhor amigo, para a ex-mulher, para a antiga casa de família. Um prisioneiro e uma sobra de uma vida que passou. No fundo, um solitário que conta a sua história, na primeira pessoa, sem ter mais nenhuma para contar senão a história falhada da sua pró ...more
Carla Crespo
Estorvo no verdadeiro sentido da palavra.
A personagem deste livro é simplesmente angustiante. Um autêntico parasita. Sem eira nem beira.
Ele próprio nem sabe quem é. Anda à deriva de um lado para o outro e só trás mal a quem se dirige.
As descrições de algumas das situações provocam um peso no estômago quando me dispus a pensar que haveria com certeza situações assim na vida real.
Adorei algumas das expressões que parecem transformarem-se com o sotaque brasileiro de quem as escreveu.
Mas nada mais
...more
Gareth Schweitzer
Read an English translation of "Turbulence"... fantastically written,dealing with issues of wealth gaps.

Phenomenal detail which like Ballard and Lynch reveals the underside of "the normal"

Reminded me most of Sarte's Nausea which I read years ago, but I experienced a similar alienation with the dense prose which I had to read an reread...

Perplexing and wonderful...

Gláucia Renata
Nunca ninguém foi tão feliz ao escolher um título para um livro. Confuso, muito confuso, ainda bem que dá para ser lido rápido. Só fui compreender o enredo alguns anos depois assistindo ao filme.
Tom
Um livro esquizofrênico e perturbador (embora talvez um pouco confuso), mas muito bom, na minha opinião - muito melhor do que ler algo brega, sem qualquer originalidade.
Sofia
desculpa Chico, mas não és Camus...
Maria
Confesso que não me cativou :-(
Tenho alguma dificuldade em ler "brasileiro" ... e além do mais esta edição tem um grafismo estranho (em vez de "ó" aparece "ú" e penso que em vez de "é" aparece "ó")

Sendo um livro de www.bookcrossing.com, fica disponível para quem manifestar interesse em o ler ou para oferecer por sorteio...
António Ganhão
O voo alucinado de um personagem narrador pelas suas memórias vividas ou simplesmente contadas como deveriam ter acontecido. Por vezes existe demasiada fatalidade no presente para que isso não resvale para o futuro. Porque as coincidências resultam de um destino simétrico, repetindo-se se em eco.

Ler mais aqui
Dbugatti
Altough this book was written before "Budapeste", I've read it after. Both books are very similar in the way they were written. And the similarity is beyond the author's style. That's the reason why I didn't like it so much.
Flávia
é um pequeno romance que poderia ser um conto. o Chico se arrasta tanto no delírio do sonho que tem uma hora que o leitor quer mais é que ele acorde pro livro terminar. bom até a metade, depois fica realmente chato.
Rosiegallagher
I had never heard of this author and picked this book up in Brazil - I thought it was great and don't know why he is not better known in the English speaking world
César Lasso
Sometimes I have a feel that life is surreal... the protagonist in this story might have the same feeling if he ever stopped for a minute to think.
Reginacm
Vejo a multidão fechando todos os meus caminhos, mas a realidade é que sou eu o incômodo no caminho da multidão.
Patriciacabrinha
Tinha ouvido muito acerca deste livro, mas confesso que ficou um pouco aquém das expectativas...
Tony
Endless and aimless wandering through city streets and the countryside.... tedious.
Ana
Adoro Chico Buarque, tudo o que ele faz é em bom, a música, os livros
Michael Seufert
Chico a roçar o surrealismo numa enorme prosa - como de costume.
Joana Vaz Teixeira
Gostei muito. Cru, mas muito interessante.
Julia
Very interesting post-modern story.
Luana Fortes Miranda
Luana Fortes Miranda marked it as to-read
Jan 27, 2015
« previous 1 3 4 5 6 7 8 9 23 24 next »
There are no discussion topics on this book yet. Be the first to start one »
  • El Pais del Carnaval
  • A Varanda do Frangipani
  • Nação Crioula
  • O Caso Morel (Colecção Mil Folhas, #87)
  • A Casa Quieta
  • Os Transparentes
  • Ciranda de pedra
  • Manuelzão e Miguilim
  • Debaixo de Algum Céu
  • Os Livros que Devoraram o Meu Pai
  • Antología Poética
  • Morreste-me
  • Family Ties
  • O Continente Vol. 2
33620
Francisco Buarque de Hollanda is popularly known as Chico Buarque, is a singer, guitarist, composer, dramatist, writer and poet. He is best known for his music, which often includes social, economic and cultural commentary on Brazil and Rio de Janeiro in particular.

Son of the academic Sérgio Buarque de Hollanda, Buarque lived in several locations throughout his childhood, though mostly in Rio de J
...more
More about Chico Buarque...
Budapeste Leite Derramado Benjamin Chapeuzinho Amarelo Gota d'água

Share This Book

No trivia or quizzes yet. Add some now »

“E quando amanhece, não é o dia que nasce no horizonte, é a noite que se recolhe no fundo do vale” 1 likes
More quotes…